Lima Sergipano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lima Sergipano
Informações pessoais
Nome completo José Luiz Lima
Data de nasc. 21 de março de 1967 (51 anos)
Local de nasc. Itabaiana, (SE),  Brasil
Altura 1,68m
Apelido Canhão do Fazendão
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição Meia (Volante) / Meia (Direita)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1987-1990
1990-1995
1996-1997
1998
1999
1999
2000
2001-2003
2004-2008
Brasil Itabaiana
Brasil Bahia
Brasil Vasco da Gama
Brasil Flamengo
Brasil Palmeiras
Brasil Águia Marabá
Brasil Bahia
Brasil Sport
Brasil Confiança

00135 0(84)
120 0(21)
40 0(?)

José Luiz Lima, mais conhecido como Lima Sergipano,[1] (Itabaiana, 21 de março de 1967) é um ex-futebolista brasileiro, que atuava como volante.[2]

Revelado pelo Itabaiana, clube da cidade em que nasceu, Lima passou a se destacar muito pela sua dedicação. Então, despertou o interesse do Bahia, clube que o contratou, e por onde ele se destacou muito. Uma de suas marcas eram as suas cobranças de faltas, onde ele soltava verdadeiras "bombas", e que sempre levava perigo ao gol adversário. Depois do Tricolor baiano, foi para o Vasco da Gama, por onde se destacou bastante também, pela sua raça e dedicação. Ainda passou por clubes como Flamengo, Palmeiras, Águia Marabá, Bahia novamente, Sport e Confiança.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como Jogador[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de Itabaiana em Sergipe, José Luiz Lima começou sua carreira no futebol no clube da cidade, onde já começava se destacar pela sua raça e pelo chute potente. Não demorou a despertar o interesse do Bahia que contratou Lima em 1990.[4]

No tricolor, o meia além de ficar conhecido pela raça e dedicação, também começou a chamar a atenção pelos gols de falta, ganhando o apelido que guarda até hoje, o "canhão do Fazendão".[5]

Lima deixou o Bahia em 1996 rumando ao Vasco onde ficou por 1 ano e obteve destaque pelas mesmas razões supracitadas, após passagens rápidas por Flamengo, Palmeiras e Águia, retornou ao Bahia em 1999, conquistando o Baianão daquele ano.[6]

Cabo Lima, como era conhecido na época do tricolor, não era atacante, mas gostava tanto de balançar as redes que foi um dos maiores artilheiros nos Ba-Vis do Barradão, com seis gols, todos em partidas válidas pelo campeonato Baiano.[7] Na época, Lima ainda era o artilheiro isolado dos clássicos no Barradão.[8]

Ficaria no tricolor até 2000,[9] deixando o clube como o 15º maior artilheiro da história do Bahia com 84 gols,[10] número impressionante para um volante.[11] Pelo Bahia, conquistou três títulos baianos, uma Copa do Nordeste e a antiga Copa Renner.[12]

A maior prova de respeito que o torcedor tricolor poderia mostrar veio em uma partida do Bahia diante do Confiança pela Série C de 2007. Falta para o Confiança: Lima ajeitou a bola e bateu firme, a redonda acertou o travessão tricolor. Os torcedores presentes na Fonte Nova aplaudiram e gritaram o nome do jogador, que retribuiu aplaudindo de volta.[13]

Depois do Tricolor baiano, Lima ainda passou por clubes como Sport e Confiança,[14] antes de pendurar as chuteiras aos 41 anos.[15]

Como Técnico[editar | editar código-fonte]

Ex-técnico de juniores do Confiança e Itabaiana,[16] Lima Sergipano teve o seu primeiro desafio com um elenco profissional em 2014.[17] O curioso é que o time o qual ele comandou também era estreante no futebol profissional, o Independente de Simão Dias,[18] que disputaria o Campeonato Sergipano da Segunda Divisão.[19]

No ano de 2015, em comunicado via site oficial, o Esporte Clube Bahia comunicou que Lima Sergipano era o novo auxiliar técnico do time juvenil e seria responsável por ajudar na formação de futuros craques do Esquadrão tricolor.[20]

Em 2017, aos 50 anos, Lima volta a treinar um time profissional do estado de Sergipe. Pois no dia 4 de setembro, ele conheceu o elenco alvinegro e na sequência iniciou os treinos com bola da equipe do Maruinense.[21]

Características[editar | editar código-fonte]

Apesar de na maioria das vezes fazer a função de volante, além de ficar conhecido pela raça e dedicação,[22] uma de suas marcas eram as suas cobranças de faltas, onde ele soltava verdadeiras "bombas",[23] ganhando o apelido que guarda até hoje, o "canhão do Fazendão".[24]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2011, o iBahia Esportes publicou matéria tratando da situação do ex-jogador.[25] À época, ele sobrevivia com R$ 700 por mês e revelou que o Bahia ainda não havia lhe pagado o FGTS do tempo em que defendeu o clube.[26] A entrevista com 'Cabo Lima', como ficou conhecido, sensibilizou o presidente Marcelo Guimarães Filho, que prometeu sanar o débito com o jogador e ainda prestar homenagem a ele diante da torcida, ainda em Pituaçu.[27] Mas posteriormente, Lima Sergipano revela novo calote do Bahia: "Não depositaram, não entrou nada. O Bahia continua me devendo".[28]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Bahia:

Confiança/SE:

2005

Sport:

Vasco da Gama/RJ:

Referências

  1. «JOSÉ LUIZ LIMA (LIMA SERGIPANO)». www.meutimenarede.com.br. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  2. «Lima Sergipano». www.ogol.com.br. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  3. «Comissão do Esporte Clube Bahia vem a Esplanada para procurar novos talentos para categoria de base nesse sábado 19/11.». esplanadagora.com.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  4. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  5. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  6. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  7. «Canhão do Fazendão e Ramon dividem a artilharia dos Ba-Vis no Barradão». leandrosilva81.blogspot.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  8. «Relembrando: Ping-Pong com Lima Sergipano». leandrosilva81.blogspot.com. Consultado em 24 de agosto de 2018 
  9. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  10. «Seleção do Bahia de todos os tempos e os 125 maiores jogadores de sua história.». otaviopinto.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  11. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  12. «Ídolo da torcida tricolor, Lima Sergipano sobrevive hoje com R$ 700». www.correio24horas.com.br. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  13. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  14. «Comissão do Esporte Clube Bahia vem a Esplanada para procurar novos talentos para categoria de base nesse sábado 19/11.». esplanadagora.com.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  15. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 22 de março de 2018 
  16. «Lima é o novo treinador do Independente de Simão Dias». futebolsergipano.com.br. Consultado em 25 de março de 2018 
  17. «Raio-X: Com seis times em busca da elite, Série A2 começa neste sábado». f5sergipe.com.br. Consultado em 25 de março de 2018 
  18. «Lima Sergipano estreará como técnico profissional por Simão Dias na A-2». globoesporte.globo.com. Consultado em 25 de março de 2018 
  19. «Lima é o novo treinador do Independente de Simão Dias». futebolsergipano.com.br. Consultado em 25 de março de 2018 
  20. «Base: Lima Sergipano é o novo auxiliar técnico do Bahia». futebolbahiano.org. Consultado em 25 de março de 2018 
  21. «Maruinense aposta em Lima Sergipano e jogadores ex-Confiança e Sergipe». globoesporte.globo.com. Consultado em 25 de março de 2018 
  22. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 26 de março de 2018 
  23. «Comissão do Esporte Clube Bahia vem a Esplanada para procurar novos talentos para categoria de base nesse sábado 19/11.». esplanadagora.com.br. Consultado em 26 de março de 2018 
  24. «Nomes Memoráveis: Lima Sergipano, o canhão do Fazendão». mercadodofutebol.net.br. Consultado em 26 de março de 2018 
  25. «Ídolo da torcida tricolor, Lima Sergipano sobrevive hoje com R$ 700». www.ibahia.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  26. «Ídolo da torcida tricolor, Lima Sergipano sobrevive hoje com R$ 700». www.correio24horas.com.br. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  27. «Após matéria do iBahia, presidente tricolor vai pagar a Lima Sergipano e prevê homenagem.». www.rotadosertao.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  28. «Lima Sergipano revela novo calote do Bahia». torcidabahia.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.