Museu Van Gogh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os Comedores de Batata (1885), Van Gogh
Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos

O Museu Van Gogh é um museu em Amsterdã dispondo de trabalhos do pintor neerlandês Vincent van Gogh e seus contemporâneos.

Uma visita ao Museu Van Gogh é uma experiência única. O museu contém a maior coleção de pinturas de Vincent van Gogh no mundo. Ele oferece a oportunidade de acompanhar a evolução do artista, ou comparar suas pinturas às obras de outros artistas do século 19 na coleção. O museu também oferece uma vasta oferta de exposições sobre vários assuntos do século 19 e história da arte. A coleção permanente do museu inclui mais de 200 pinturas de Van Gogh e muitos desenhos e letras.

Roubo[editar | editar código-fonte]

Em 7 de dezembro de 2002 foram furtadas duas pinturas, trepando ao telhado com a ajuda de cordas e uma escada. O sistema de alarme não disparou. As obras forma Marinha de Scheveningen e Congregação Deixando a Igreja Reformada em Nuenen, pintadas no início da carreira de Van Gogh, entre 1882 e 1884, respectivamente.

As pinturas forma recuperadas pela polícia italiana das mãos da máfia de Nápoles em setembro de 2016.[1] [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Museu Van Gogh

O Museu van Gogh que possui a maior coleção de pinturas de Van Gogh no mundo.

Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «LOS ROBOS ESTRELLA DEL VAN GOGH MUSEUM DE AMSTERDAM: 1991 Y 2002». 
  2. «Quadros de Van Gogh roubados há 14 anos encontrados em Itália».