Pandemia de COVID-19 nas Bermudas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na América
Pandemia de COVID-19 em 2020 em Bermudas
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Local Bermudas
Período 18 de março de 2020
(4 meses e 23 dias)
Estatísticas globais
Casos confirmados 110
Mortes 6
Casos que recuperaram 44

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus 2019-2020 em Bermudas e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Em 18 de março, foram confirmados os dois primeiros casos nas Bermudas.[1][2]

Em 16 de abril, havia um total de 83 casos na ilha, dos quais 26 foram importados, 45 foram por transmissão comunitária, 12 estavam pendentes de investigação e 35 desses casos foram recuperados. Em 6 de abril, foi anunciado que houve as duas primeiras mortes do COVID-19 na ilha. Em 14 de abril, houve um total de 5 mortes por Covid-19.[3]

Reações governamentais[editar | editar código-fonte]

O governo anunciou um bloqueio de 14 dias a partir de 4 de abril, onde os residentes só podiam sair de casa para comprar alimentos ou buscar assistências médica. Em 14 de abril, foi anunciado que o bloqueio duraria 14 dias.[4]

Referências