Pandemia de COVID-19 na Ilha de Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na Europa
Pandemia de COVID-19 em 2020 na Ilha de Man
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Espanha/Inglaterra
Local Ilha de Man
Período 19 de março de 2020
(15 dias)
Estatísticas globais
Casos confirmados 5
Mortes 0
Casos que recuperaram 0

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus 2019-2020 na Ilha de Man que é uma dependência do Reino Unido e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Em 19 de março, foi confirmado o primeiro caso de coronavírus na Ilha de Man. O paciente retornou de uma viagem à Espanha no domingo de manhã através de um voo que teve escala em Liverpool.[1] As medidas introduzidas na Ilha de Man para proteger contra o vírus incluem um auto-isolamento obrigatório de 14 dias para quem viaja para a ilha e mais testes para o vírus.[2]

Em 23 de março, o governo anunciou que as fronteiras da ilha seriam fechadas para não residentes.[3] O governo da Ilha de Man confirmou via Twitter que todas as escolas da ilha seriam fechadas até o final de 23 de março de 2020.[4][5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.