Pandemia de COVID-19 no Azerbaijão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na Europa
Pandemia de COVID-19 em 2020 no Azerbaijão
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Wuhan, China
Local Azerbaijão
Período 28 de fevereiro de 2020
(6 meses e 30 dias)
Início Baku
Estatísticas globais
Casos confirmados 9 570
Mortes 115
Casos que recuperaram 5 309

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus de 2020 no Azerbaijão e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Fevereiro de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 27 de fevereiro, foi criada uma sede operacional no Gabinete de Ministros para criar medidas de prevenção contra o coronavírus. A sede inclui chefes de organizações estatais correlatas, lideradas pelo Ministro da Saúde local, Ogtay Shiraliyev.[1]

Em 28 de fevereiro, o país confirmou o primeiro caso de contaminação. O paciente, um cidadão russo, havia viajado do Irã.[2] Mais tarde, mais 2 casos foram confirmados e todos ficaram em isolamento. No mesmo dia, o Azerbaijão fechou a fronteiras com o Irã por um período de duas semanas.[3] Em 27 de fevereiro, foi criada uma sede operacional no Gabinete de Ministros para criar medidas de prevenção contra o coronavírus. A sede inclui chefes de organizações estatais correlatas, lideradas pelo Ministro da Saúde local, Ogtay Shiraliyev.

Em 28 de fevereiro, o país confirmou o primeiro caso de contaminação. O paciente, um cidadão russo, havia viajado do Irã. Mais tarde, mais 2 casos foram confirmados e todos ficaram em isolamento. No mesmo dia, o Azerbaijão fechou a fronteiras com o Irã por um período de duas semanas.

Março de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 2 de março, instituições educacionais foram suspensas de 3 a 9 de março, a fim de aumentar a efetivação das medidas profiláticas contra o vírus.[4] Posteriormente, a data foi prorrogada até 27 de março.[5]

Em 4 de março, o país bloqueou a entrada de caminhões de produtos importados do Irã no país.[6]

Em 5 de março, mais 3 pessoas, advindas da República Islâmica do Irã, testaram positivo para a COVID-19. Um deles era um cidadão alemão de 32 anos de idade e os demais eram cidadãos locais de 21 e 26 anos; as vítimas foram colocadas em quarentena. A sede operacional afirmou que um total de 276 pessoas vindas do Irã estavam em quarentena por um período de 14 dias, a se estender até 29 dias, se necessário.[7][8]

Em 7 de março, 3 cidadãos azerbaijanos, que também vieram do Irã, foram diagnosticados com o vírus. Um deles, nascido em 1938, após o retorno do país, foi ao hospital ao apresentar sintomas adversos. No hospital, constatou-se um quadro de pneumonia e, por conseguinte, a análise laboratorial confirmou a presença do vírus. 2 outros estudantes, de 1993 e 1994, estudando na cidade de Qom, ficaram em quarentena enquanto cruzavam a fronteira Irã-Azerbaijão; a infecção dos estudantes foi confirmada.[9][10]

Em 9 de março, 2 azerbaijanos, nascidos em 1966 e 1978, que chegaram do Irã, foram confirmados como novas vítimas da infecção. Em 10 de março, mais 2 azerbaijanos tiveram a infecção confirmada.[11]

3 azerbaijanos, que anteriormente tiveram resultados positivos para o coronavírus, recuperaram-se após o tratamento hospitalar.[12] Em 11 de março, mais 2 casos foram confirmados. Um deles, nascido em 1969, apresentou resultado positivo para a COVID-19 após uma internação hospitalar por doença renal crônica em virtude do lúpus eritematoso sistêmico. O outro, um estudante nascido em 1997, desenvolveu um quadro de pirexia após voltar da Itália.[13]

Em 12 de março, a vítima morreu em decorrência da falência múltipla de órgãos.[14] A morte marcou, portanto, o primeiro óbito no país. Em 13 de março, mais 4 casos foram confirmados, tendo as vítimas retornado da Itália e do Irã.[15] O Azerbaijão, como prevenção, fechou as fronteiras com a Geórgia por um período de dez dias, após uma conversa entre Ali Asadov, Primeiro-Ministro do Azerbaijão, e Giorgi Gakharia, Primeiro-Ministro da Geórgia.[16]

Em 14 de março, 3 azerbaijanos, que já haviam testado positivo para o coronavírus, recuperaram-se após receber tratamento em hospitais especiais e receberam alta.[17] O país fechou temporariamente as fronteiras terrestres e aéreas com a Turquia após um acordo entre Ilham Aliyev, presidente do Azerbaijão, e Recep Tayyip Erdoğan, presidente da Turquia.[18]

A sede operacional do Gabinete dos Ministros do Azerbaijão conduziu as medidas de isolamento social aplicadas em todo o país a partir de 14 de março.[19] Essas medidas incluíam a proibição de casamento, cerimônias de luto e outras reuniões de massa, fechamento de instalações culturais, teatros, museus, cinemas, centros de entretenimento, centros esportivos, proibição de visitas de pacientes por parentes em todos os setores médicos e, por fim, a adoção de medidas específicas para cafés, restaurantes, lojas, shoppings, transporte público, dentre outras.[20][21][22]

Outros casos[editar | editar código-fonte]

Em 26 de fevereiro, a Geórgia confirmou o primeiro caso de coronavírus no país. Um homem de 50 anos de idade, que havia voltado do Irã para a Geórgia, adentrou o Hospital de Doenças Infecciosas de Tiblissi. Ele voltou para a Geórgia por meio de um táxi no Azerbaijão.[23][24][25][26]

Em 28 de fevereiro, a Bielorrússia confirmou o seu primeiro caso. Um estudante do Irã testou positivo, em 27 de fevereiro, e foi internado em um hospital de Minsk.[27][28] O indivíduo chegou à Bielorrússia através de um voo de Baku, em 22 de fevereiro.[27][29]

Em 11 de março, o Ministério da Saúde do Kuwait confirmou a infecção de 2 pessoas, as quais haviam entrado em contato com uma pessoa infectada que havia ido do Azerbaijão para o país.[30]

Referências

  1. «Operational headquarters under Cabinet of Ministers created» 
  2. «Azerbaijan reports first case of coronavirus - Ifax». Reuters (em inglês). 28 de fevereiro de 2020. Consultado em 28 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2020 
  3. «COVID-19 cases jump in Iran as Italy toll rises: Live updates | News | al Jazeera» 
  4. «Azerbaijan closes down schools, universities due to coronavirus upon Cabinet of Ministers' decision». 2 de março de 2020 
  5. «Azərbaycan Respublikasının Nazirlər Kabinetinin yanında operativ qərargahın MƏLUMATI | Azərbaycan Respublikasının Nazirlər Kabineti». nk.gov.az (em azerbaijano). 13 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2020 
  6. «Azerbaijan And Iraq Close Borders To Imports From Iran». RFE/RL. Consultado em 8 de março de 2020 
  7. «Confirmed coronavirus cases reach six in Azerbaijan - Report.az» 
  8. «Azərbaycanda daha 3 nəfərdə koronavirus aşkarlandı». BBC News Azərbaycanca. 27 de fevereiro de 2020 
  9. «Three more Azerbaijani citizens test positive for coronavirus after returning from Iran». 7 de março de 2020 
  10. «Azərbaycan Respublikası Nazirlər Kabinetinin yanında operativ qərargahın MƏLUMATI | Azərbaycan Respublikasının Nazirlər Kabineti» 
  11. «Two more Azerbaijani citizens test positive for coronavirus after returning from Iran». Trend.Az (em inglês). 10 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2020 
  12. «Operational Headquarters: Two Azerbaijani citizens test positive for coronavirus after returning from Iran». Trend.Az (em inglês). 10 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2020 
  13. «Operational Headquarters: Two more Azerbaijani citizens who arrived from abroad infected with coronavirus». Trend.Az (em inglês). 11 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2020 
  14. «Woman quarantined in Azerbaijan after arriving from Iran died». Trend.Az (em inglês). 12 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2020 
  15. «Operational Headquarters: Four Azerbaijani citizens returning from Iran, Italy infected with coronavirus». Trend.Az (em inglês). 13 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2020 
  16. «Georgian-Azerbaijani border temporarily closed». Trend.Az (em inglês). 13 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 
  17. «Azərbaycan Respublikası Nazirlər Kabinetinin yanında operativ qərargahın MƏLUMATI | Azərbaycan Respublikasının Nazirlər Kabineti». cabmin.gov.az (em azerbaijano). 14 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 
  18. «Azerbaijani, Turkish presidents had telephone conversation». Trend.Az (em inglês). 14 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 
  19. «Operational headquarters: Certain measures on social isolation to be applied in Azerbaijan from March 14». Trend.Az (em inglês). 13 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 
  20. «All wedding gatherings banned in Azerbaijan». news.az. Consultado em 14 de março de 2020 
  21. «Azerbaijan closes number of tourist sites [PHOTO]». AzerNews.az (em inglês). 14 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 
  22. «Azərbaycan Respublikası Nazirlər Kabineti yanında operativ qərargahın MƏLUMATI | Azərbaycan Respublikasının Nazirlər Kabineti». cabmin.gov.az (em azerbaijano). 15 de março de 2020. Consultado em 14 de março de 2020 
  23. «Archived copy». Consultado em 26 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2020 
  24. «First Case of Coronavirus Reported in Georgia». Consultado em 26 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 26 de fevereiro de 2020 
  25. «Georgia Confirms First Case of Coronavirus». Civil.ge (em inglês). 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 27 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2020 
  26. «Georgia reports second case of coronavirus». Agenda.ge. Consultado em 28 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2020 
  27. a b «У Беларусі зарэгістраваны завазны выпадак каронавіруса». minzdrav.gov.by (em russo). Consultado em 4 de março de 2020 
  28. «Belarus announces first case of coronavirus: TASS». Reuters (em inglês). 28 de fevereiro de 2020. Consultado em 4 de março de 2020 
  29. «Four Lawmakers In Iran Test Positive As Coronavirus Forces Cancellation Of Friday Prayers». RadioFreeEurope/RadioLiberty (em inglês). Consultado em 4 de março de 2020 
  30. «Coronavirus cases in Kuwait up to 72». www.aa.com.tr. Consultado em 13 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.