Pedro Bloch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Pedro Bloch
Nascimento 1914
Jitomir, Ucrânia
Morte 23 de fevereiro de 2004 (90 anos)
Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação médico foniatra, jornalista, compositor, poeta, dramaturgo e autor de livros infanto-juvenis

Pedro Bloch (Jitomir, Ucrânia, 1914Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 2004) foi um médico foniatra, jornalista, compositor, poeta, dramaturgo e autor de livros infanto-juvenis. Escreveu mais de cem livros. Era naturalizado brasileiro.

Era primo do empresário Adolpho Bloch.[1]

Sua família imigrou para o Brasil no início do século XX. Estudou no Colégio Pedro II e posteriormente cursou a Faculdade Nacional de Medicina da Praia Vermelha atual Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Chegou a lecionar na PUC do Rio de Janeiro. Dentre seus muitos livros estão Pai, me compra um amigo?, Nesta data querida e Chuta o Joãozinho para cá. Escreveu também as peças teatrais: Dona Xepa e As Mãos de Eurídice.

Mais de 50 do seus livros foram inspiradas quando ele atendia crianças, exercendo sua profissão de médico. A sua mais conhecida obra teatral, As mãos de Eurídice, estreou em 13 de maio de 1950 e repetiu-se mais de 60 mil vezes, em mais de 45 países diferentes. Dois anos depois, escreveu outro sucesso teatral, Dona Xepa, que foi adaptada para o cinema e uma telenovela da Rede Globo. Como jornalista, trabalhou na revista Manchete e no jornal O Globo. O interesse pelo teatro surgiu nas visitas que recebia dos grandes atores em sua própria casa.

Pedro Bloch morreu aos 89 anos de idade, de insuficiência respiratória aguda, em seu apartamento em Copacabana. Foi enterrado no Cemitério Comunal Israelita do Rio de Janeiro.

Além das obras citadas, Pedro Bloch é também autor de Dicionário de anedotas, Você quer falar melhor?, Samba no pé, Teco-teco e Um pai de verdade e roteirista do filme Meus Amores no Rio (1958).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Pai, me Compra um Amigo? (1977)
  • Fica na Tua Pai! (1990)
  • Amor, Transa Legal! (1984)
  • O Segredo Azul (1974)
  • O Som da Pesada (1978)
  • Miro Maravilha (1978)
  • Mãe, Cadê Meu Pai? (1983)
  • O Menino que Inventou a Verdade (1977)
  • Um Barco para a Lua (1984)
  • Lico Cara-de-Pau (1981)
  • Nesta Data Querida (1985)
  • Rafa, Bom de Bola (1983)
  • Vamos nessa, Amor? (1985)
  • A Pequena Fernanda (1998)
  • Chuta o Joãozinho pra Cá! (1978)
  • Me Dá uma Força, Gente! (1980)
  • Criança Diz Cada Uma! (1983)
  • Histórias Curiosas e Engraçadas de Gente Famosa (1980)
  • É Proibido Falar com Juninho (1983)
  • Essa Garota é Demais! (1991)
  • O Mistério de Irene (1984)
  • O Garotão (1987)
  • Três Peças Para Atores Jovens (1985)
  • O Menino Falou e Disse
  • Godó, o Bobo Alegre
  • Dito, o Negrinho da Flauta
  • A Turma da Paquera (1985)
  • Dicionário de Humor Infantil (1998)
  • Cara Nova ou Beleza Pura!
  • Arataca (Não é Passarinho!)
  • Bulunga, o Rei Azul
  • O Segredo de Taquinho (1984)
  • Pimbinha
  • Tim e Tom ou Tom e Tim
  • Samba no Pé (1999)
  • Arigatô (1984)
  • Bar Mitzvá: a Grande Festa de Marcelo (1985)
  • Chiquinho Pitomba (1991)
  • Bi, o Sorriso Perdido (1986)
  • Bena! Bena! Valeu a Pena?
  • Bebinho, o Fraco Abusado (1986)
  • Coração do Lado Esquerdo (1999)
  • Tininho, O Folgado
  • Teco-Teco, o Aviãozinho (1999)
  • O Velho Careta (1980)
  • Joca, Vergonha da Escola (1986)
  • Dona Xepa
  • As Mãos de Eurídice
  • Os Inimigos não Mandam Flores
  • Irene
  • O Problema / o Sorriso de Pedra (1961)
  • Deus é um Só (2004)
  • Criança Sabe das Coisas (1984)
  • Criança é Isso Aí (1980)
  • Essas Crianças de Hoje! (1970)
  • Dicionário de Anedotas
  • Um Pai de Verdade (2007)
  • Família em Preto e Branco (1983)
  • Figurinha Difícil
  • Seu Filho Fala Bem? (1967)
  • Falar é Viver
  • A Conquista da Fala (1982)
  • Essas Crianças Fabulosas
  • A Sabedoria da Criança (1998)
  • Você Tem Personaldiade? (1968)
  • Você Quer Falar Melhor? (1967)
  • Melhore sua Voz
  • Divulgando Problemas de Voz e Fala
  • Somos Todos os Responsáveis (1985)
  • Como Curar a Gagueira (1986)
  • Comunicação Oral da Criança e do Adulto (2002)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. Morre o médico e escritor Pedro Bloch