Portal:Flora de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Portal Flora de Portugal

A Flora de Portugal, conforme a Checklist da Flora de Portugal, que tratou da inventariação da flora vascular de Portugal Continental e dos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, compreende 3995 taxa. Em termos de distribuição geográfica 3314 ocorrem em Portugal Continental, 1006 no Arquipélago dos Açores e 1233 no Arquipélago da Madeira. Parte dos taxa existentes são autóctones, outros são endémicos, existindo ainda taxa exóticas. Parte deles tem protecção legal que deriva da Diretiva Habitats, da Convenção sobre a Vida Selvagem e os Habitats Naturais na Europa e também de legislação portuguesa.

Artigo seleccionado

Clethra arborea
Laurissilva é o nome dado a um tipo de floresta húmida subtropical, composta maioritariamente por árvores da família das lauráceas e endémico da Macaronésia, região formada pelos arquipélagos da Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde. Possui maior expressão nas terras altas da ilha da Madeira, onde se encontra a sua maior e mais bem conservada mancha, tendo sido considerada em 1999 pela UNESCO como Património da Humanidade, ocupando aí uma área de cerca de 15.000 hectares. Na laurissilva as plantas mais comuns são as lauráceas como o loureiro (Laurus novocanariensis), o vinhático (Persea indica), o til (Ocotea foetens), e o barbusano (Apollonias barbujana). É um dos habitats, no mundo, com maior índice de diversidade de plantas por km². A palavra laurissilva deriva do latim Laurus (loureiro, lauráceas) e Silva (floresta, bosque).

Sabia que ... ?

Avelar Brotero.jpg

Personalidades

António Rodrigo Pinto da Silva
António Rodrigo Pinto da Silva (Porto, 13 de Março de 1912Lisboa, 28 de Setembro de 1992), geralmente abreviado para A. R. Pinto da Silva ou P.Silva, foi um botânico português que se destacou como taxonomista e fitossociólogo. Formou-se em Engenharia Agronómica no Instituto Superior de Agronomia, em 1937. Dos seus estudos no âmbito da taxonomia e da florística resultou número apreciável de novos taxa e um melhor conhecimento da área de inúmeras plantas e da sua nomenclatura. Organizou o herbário da Estação Agronómica Nacional, que passou de pouco mais de 3000 a perto de 100 000 exemplares. Foi pioneiro nos estudos de etnobotânica em Portugal, tendo publicado contribuições sobre nomenclatura vernácula da flora portuguesa, de plantas cultivadas e sobre a utilização popular de plantas espontâneas na alimentação. Colaborou com Josias Braun-Blanquet e Pierre Dansereau. Durante meio século deu apoio a arqueólogos, tendo publicado numerosos trabalhos na área da paleoetnobotânica entre os mais de 300 artigos, comunicações e notas em publicações nacionais e estrangeiras publicados ao longo da sua vida.

Efemérides

Categorias

Para mostrar as categorias, clique no triângulo:

Imagem em destaque

Echium candicans
Autor: Velela

Massaroco é o nome comum dado a duas espécies de plantas do género Echium, pertencente à família Boraginaceae, endémicas do arquipélago da Madeira: Echium candicans L.f. e Echium nervosum Dryand. Apesar da semelhança óbvia entre as duas espécies, são relativamente simples de distinguir pelo olhar mais atento, devido a uma série de características como o tamanho e cor da inflorescência e respectivas flores e, em especial, ao seu habitat.

Taxa

Tarefas que pode fazer



Tarefas a serem realizadas:

Projectos Wikimedia