Portal:Flora de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Portal Flora de Portugal

A Flora de Portugal, conforme a Checklist da Flora de Portugal, que tratou da inventariação da flora vascular de Portugal Continental e dos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, compreende 3995 taxa. Em termos de distribuição geográfica 3314 ocorrem em Portugal Continental, 1006 no Arquipélago dos Açores e 1233 no Arquipélago da Madeira. Parte dos taxa existentes são autóctones, outros são endémicos, existindo ainda taxa exóticas. Parte deles tem protecção legal que deriva da Diretiva Habitats, da Convenção sobre a Vida Selvagem e os Habitats Naturais na Europa e também de legislação portuguesa.

Artigo seleccionado

Brotéria
Fundada em 1902, em Louriçal do Campo, por Joaquim da Silva Tavares S.J. (1866-1932), Cândido Azevedo Mendes S.J. (1874-1943) e Carlos Zimmermann S.J. (1871-1950), professores do Colégio de São Fiel, a "Brotéria – Revista de Sciencias Naturaes" destacou-se no panorama das publicações científicas portuguesas entre o ano da sua fundação e 2002. Na "Brotéria" publicaram-se mais de 1300 artigos de investigação em áreas como a Botânica, a Zoologia e a Genética, e foram descritas e classificadas sistematicamente 1327 novas espécies zoológicas e 887 novas espécies botânicas, uma clara indicação da relevância científica desta revista em contexto nacional e internacional. Por outro lado, entre 1907 e 1925, foram publicados cerca de 450 artigos de divulgação na série de Vulgarização Científica, em áreas tão díspares como Química, Física, Agricultura, Biologia e Medicina. A "Brotéria" foi instituída em 1902, em homenagem a Félix de Avelar Brotero (1744-1829), seguindo a necessidade dos naturalistas da Companhia de Jesus publicarem os resultados das suas investigações, iniciadas nos anos anteriores.

Sabia que ... ?

Avelar Brotero.jpg

Personalidades

Rui Teles Palhinha
O Professor Doutor Rui Teles Palhinha (Angra do Heroísmo, 4 de Janeiro de 1871Lisboa, 13 de Novembro de 1957), com o nome por vezes grafado Ruy Telles Palhinha, foi um botânico e professor universitário a quem se deve a exploração sistemática da flora açoriana. Foi director do Jardim Botânico de Lisboa. Formou-se em Filosofia pela Universidade de Coimbra em 1893. Foi professor em liceus de Santarém e Lisboa, e professor e director da Escola Normal Superior de Lisboa, onde ensinou Metodologia Especial das Ciências Histórico-Naturais. Na Universidade de Lisboa, foi professor e director da Faculdade de Farmácia e professor da Escola Politécnica, a actual Faculdade de Ciências, onde foi secretário e dirigiu a Biblioteca e o Jardim Botânico. Muitos dos escritos do Professor Palhinha - resultantes, sobretudo, das excursões botânicas aos Açores realizadas em 1934, 1937 e 1938 sob a sua direcção - incidiram sobre as plantas do arquipélago.

Efemérides

Categorias

Para mostrar as categorias, clique no triângulo:

Imagem em destaque

Echium candicans
Autor: Velela

Massaroco é o nome comum dado a duas espécies de plantas do género Echium, pertencente à família Boraginaceae, endémicas do arquipélago da Madeira: Echium candicans L.f. e Echium nervosum Dryand. Apesar da semelhança óbvia entre as duas espécies, são relativamente simples de distinguir pelo olhar mais atento, devido a uma série de características como o tamanho e cor da inflorescência e respectivas flores e, em especial, ao seu habitat.

Taxa

Tarefas que pode fazer



Tarefas a serem realizadas:

Projectos Wikimedia