Powerless

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Powerless"
Single de Linkin Park
do álbum Living Things
Lançamento 31 de outubro de 2012
Formato(s) Download digital
Gravação 2011–2012 no NRG Recording Studios (North Hollywood, Califórnia)
Gênero(s) Rock eletrônico, rock alternativo
Duração 3:44
Gravadora(s) Warner Bros., Machine Shop Recordings
Composição Linkin Park
Produção Rick Rubin, Mike Shinoda
Cronologia de singles de Linkin Park
"Lost in the Echo"
(2012)
"Castle of Glass"
(2012)

"Powerless" é uma canção da banda americana de rock Linkin Park. Foi lançada no álbum Living Things de 2012.[1]

Composição[editar | editar código-fonte]

A canção ocorre em meio-tempo com batidas intercaladas, harmonias lentas e sintetizadores.[2][3] Sua base funciona sobre uma linha de piano e é descrita pela revista Spin como tendo "a mesma atmosfera eletro da última canção de Bruno Mars para a trilha sonora de Twilight".[4] O Silver Tongue Online descreveu o single como "uma fundação de percussões e música eletrônica, um belo refrão e um interlude digno de Coldplay".[5] "Powerless" também foi descrita como "afluida, lenta, um hino do Linkin Park".[6] Segundo a RckAbout.com, a letra da canção fala sobre um amor ou amizade auto-destrutiva.[7]

Promoção[editar | editar código-fonte]

"Powerless", a décima segunda e última faixa do álbum, foi lançada na trilha sonora do filme Abraham Lincoln: Vampire Hunter.[8] Uma performance da canção com cenas do filme foram lançadas pelo site Yahoo!, para o trailer do filme.[9] Esse video foi dirigido por Timur Bekmambetov, que também dirigiu o longa metragem.[10] O clipe foi filmado em Berlim, Alemanha.[10] Bekmambetov descreveu o filme para a banda, que reagiu positivamente a ele, e então concluiram que a canção cairia bem na história do filme.[10]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Download digital
N.º Título Duração
1. "Powerless"   3:44

Recepção[editar | editar código-fonte]

A revista Billboard citou "Powerless" como um exemplo de "porque o Linkin Park se mantém vivo enquanto seus compatriotas do nu-metal não conseguem se destacar".[3] O site AltSounds.com disse que a canção "certamente é maior e mais ousada que as outras canções do álbum, mas não te move como era de se esperar".[11]

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Paradas (2012) Melhor
posição
 Reino Unido (UK Rock Chart) 40[12]

Referências

  1. Powerless - single - Linkin Park. Página acessada em 11 de novembro de 2012.
  2. «Linkin Park News - Linkin Park - Living Things Review». Artists.letssingit.com. Consultado em 10 de julho de 2012 
  3. a b «New Music Releases, Music Reviews, Album Releases & Song Releases». Billboard.com. Consultado em 10 de julho de 2012 
  4. Wood, Mikael. «Linkin Park, 'Living Things' (Warner Bros./WEA) | SPIN | Albums | Critical Mass». SPIN. Consultado em 10 de julho de 2012 
  5. Wesley, Justin. «Linkin Park – Living Things». Thesilvertongueonline.com. Consultado em 7 de julho de 2012 
  6. Grimmie, Destiny. «Album Review: Linkin Park – 'Living Things'». Ology. Consultado em 10 de julho de 2012 
  7. «Linkin Park - Living Things Review». Rock.about.com. Consultado em 10 de julho de 2012 
  8. Gallo, Phil. «Linkin Park Score 'Abe Lincoln' End Credits». Billboard. Consultado em 14 de junho de 2012 
  9. «Linkin Park & Abraham Lincoln: Vampire Hunter Exclusive». Yahoo!. Consultado em 11 de novembro de 2012 
  10. a b c «Linkin Park song featured in end credits of 'Abraham Lincoln: Vampire Hunter'». The Philippine Star. PhilStar Daily. Consultado em 13 de julho de 2012 
  11. «Review: Linkin Park – Living Things [Album] | Altsounds.com Reviews». Hangout.altsounds.com. 3 de julho de 2012. Consultado em 11 de novembro de 2012 
  12. «2012-07-07 Top 40 Rock & Metal Singles Archive». Official Charts. Consultado em 10 de julho de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.