Mike Shinoda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mike Shinoda
Mike em 2014
Informação geral
Nascimento 11 de fevereiro de 1977 (40 anos)
Origem Agoura, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rap metal, rap rock, metal alternativo, nu metal, rock alternativo, rock experimental, hip hop alternativo
Cônjuge Anna Hillinger (desde 2003)
Instrumento(s) Guitarra
Teclado
Piano
Teremim
Período em atividade 1996 – atualmente
Gravadora(s) Machine Shop Recordings
Warner Bros. Records
Afiliação(ões) Linkin Park
Fort Minor
Página oficial MikeShinoda.com
Mike Shinoda Signature.png

Michael Kenji "Mike" Shinoda (Agoura Hills, Califórnia, 11 de fevereiro de 1977)[1][2] é um músico, produtor musical e artista norte-americano. Conhecido como rapper, cantor, guitarrista e compositor da banda estadunidense Linkin Park. Também tem um projeto paralelo chamado Fort Minor, mais voltado para o Hip Hop, além de projetos artísticos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Shinoda nasceu e cresceu no subúrbio de Agoura Hills, no condado de Los Angeles.[1] Seu pai é descendente de japoneses, sendo Mike a quarta geração fora do Japão, também afirma ter um pouco de índios americanos em sua linhagem. Quando criança, estudou piano clássico e jazz durante 10 anos, conta que havia uma loja onde havia aulas promocionais ensinando o básico do piano para crianças, quando a loja fechou, a professora continuou a dar aulas particulares para ele e seu irmão Jason, mais novo. Sobre sua arte, conta que desde quando se conhece, desenha, e que tudo começou quando seus pais descobriram que poderiam aquietá-lo nos restaurantes ao dar um papel para ele desenhar. Aos 13 anos de idade se dedicou ao jazz, blues e hip-hop.[3]

Foi ele o responsável pela formação da banda ao lado de Brad, que é seu amigo desde o sétimo ano. Depois do colegial Mike entrou na Faculdade de Artes e Design da cidade de Pasadena, para estudar design gráfico e ilustração,[1] foi lá que ele conheceu o DJ da banda, Joe Hahn. Com apenas 21 anos, Shinoda se formou na universidade com um diploma em ilustração.[1] Ele desenhou o soldado com asas de libélula da capa do álbum Hybrid Theory, assim como todos os outros símbolos utilizados pelo Linkin Park. Até acharem Chester para substituir Mark Wakefield, ele fazia o resto dos vocais.

No início da banda, ele passava o dia tendo aulas de desenho e arte, à noite ia ensaiar e quando voltava para casa praticava o que tinha aprendido na faculdade. Conta que em sua primeira turnê, pôde conhecer o Japão, e encontrou certa familiriaridade com o lado paterno da sua família.

Linkin Park[editar | editar código-fonte]

Mike se apresentando com o Linkin park em 2011.

Antes do primeiro álbum de estúdio do Linkin Park, a banda do Mike se chamava Hybrid Theory, mas por causa de um problema jurídico com outra banda, mudaram o nome para Linkin Park. Antes da banda se chamar Hybrid Theory, Chester Bennington entrou na banda, substituindo o vocal Mark Wakefield. Desde o início, Shinoda esteve estreitamente envolvido nos aspectos técnicos das gravações da banda, e sobre os lançamentos subseqüentes desse papel continuou a expandir-se. Shinoda, com os membros da banda, produziram o Hybrid Theory EP, o primeiro álbum demo da banda, depois dos problemas com o nome, mudaram e o nome Hybrid Theory passou a ser o nome do primeiro álbum do Linkin Park. Mike organizou e supervisionou o Reanimation o álbum Remix que foi feito em 2002, contribuindo com a sua própria produção remixes que ele fez em sua home studio para "Crawling" e "Pushing Me Away", nesse álbum teve participações como a do rapper Chali 2na, do vocalista Jonathan Davis e de outros contribuidores.

Em relação ao segundo álbum do Linkin Park Meteora, Shinoda continuou a expandir-se sobre os seus deveres como um músico e técnico de estúdio ou mesmo engenheiro. Além disso, para a espinha dorsal da arte do álbum, Shinoda colaborou com graffiti do artista DELTA, Frank Maddocks e Joe Hahn.

O Collision Course, álbum do Linkin Park com colaboração de Jay-Z lançado em 2004, teve todos os seus mashups montados, produzidos e mixados por Mike. A partir daí sua participação na produção vem crescendo a cada novo álbum do Linkin Park. O álbum foi premiado com um Grammy Award por "melhor rap / com colaboração"[4] pela canção "Numb/Encore".

A banda lançou seu terceiro álbum de estúdio, o Minutes To Midnight, em 15 de maio de 2007. Neste álbum, Shinoda dividiu o crédito de produção com o produtor Rick Rubin, supervisionando a evolução musical do som da banda. Este álbum foi também a primeira vez que Shinoda, além de fazer seu conhecido rap, cantou como voz de destaque em canções como "In Between" e "Hands Held High" além da canção bônus do álbum, "No Roads Left". Apesar de ser considerado por alguns fãs como um "fiasco" cantando faixas, ele esta entre os melhores vocalistas, no número 72 do Top 100 Metal vocalistas de todos os tempos.[5] O quarto álbum de estúdio, A Thousand Suns, foi lançado em 14 de setembro de 2010. O álbum estreou em primeiro na Billboard 200, após vender 241 mil cópias na primeira semana de vendas nos Estados Unidos. Em janeiro de 2011, A Thousand Suns já havia vendido 631 mil cópias nos Estados Unidos e foi certificado como disco de ouro pela RIAA.[6]

Fort Minor[editar | editar código-fonte]

O Fort Minor é um projeto paralelo que Mike criou para mostrar mais seu lado "hip-hop" cantado no Linkin Park. Ele explicou o nome de seu projeto em uma entrevista:[7]

Seu primeiro trabalho foi o álbum The Rising Tied, produzido por Jay-Z, que conta com a participação de vários artistas como Holly Brook ("Where´d You Go"), Styles of Beyond ("Remember the Name"), John Legend e mais outros. Foi lançado no dia 22 de novembro de 2005 e o seu primeiro single foi a música Petrified, seguida por "Believe Me", "Remember The Name" e "Where'd You Go".

Arte e pintura[editar | editar código-fonte]

Mike se formou em Arte da Ilustração na Art Center College Of Design. Seu trabalho na arte é uma miscigenação de culturas, que mistura ancestrais japonês-americanos, guerilla street art e suas experiências na música. Existem muitos músicos que também pintam, mas em contraste, Mike poderia ser um pintor cujo hobby é a música. Seu talento e habilidades sãos os mesmos em ambos, música e arte.

Ele participou da criação de arte para todos os álbuns e materiais promocionais do Linkin Park e do Fort Minor, desenhou para o DC Shoes Remix Series (design do tênis, arte da caixa, palmilha e materiais promocionais), participou do programa Kid Robot em benefício às vítimas do furacão Katrina, além de ter contribuído com várias peças para leilões de celebridades (incluindo guitarras pintadas, desenhos de lápis e caneta, arte na tela).

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

A família de Shinoda (por parte de pai) é de origem japonesa e estão no país faz três gerações.[8] Mike se casou com a escritora Anna Shinoda (née Hillinger) em 2003 e tem três filhos com ela.[9]

Referências

  1. a b c d Apar, Corey. «Mike Shinoda: Biography». allmusic 
  2. «Mike Shinoda Biography». AOL Music. Consultado em 27 de julho de 2007 
  3. Scaggs, Austin (26 de março de 2003). «The Mellower Half of Linkin Park». The Linkin Park Times 
  4. «U2 dominates Grammy night». CBC News. 9 de fevereiro de 2006 
  5. «Hit Parader's Top 100 Metal Vocalists of All Time». HearYa. 4 de dezembro de 2006 
  6. RIAA. «RIAA - Gold & Platinum Certifications». Consultado em 16 de janeiro de 2011 
  7. a b «fort minor interview». fixins. Consultado em 24 de junho de 2007 
  8. Jensen, Todd Aaron (2010). On Gratitude: Sheryl Crow, Jeff Bridges, Alicia Keys, Daryl Hall, Ray Bradbury, Anna Kendrick, B.B. King, Elmore Leonard, Deepak Chopra, and 42 More Celebrities Share What They're Most Thankful For. [S.l.]: F+W Media, Inc. p. 224. ISBN 1440508925. Consultado em 18 de fevereiro de 2017 
  9. Weintraub, Steve (3 de fevereiro de 2012). «Mike Shinoda and Joe Trapanese Talk About Doing the Music for THE RAID at Sundance; Plus a Linkin Park Update». collider.com. Consultado em 23 de outubro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mike Shinoda


Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.