Post Malone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Post Malone
Post no American Music Awards de 2019
Nome completo Austin Richard Post
Nascimento 4 de julho de 1995 (25 anos)
Syracuse; Nova Iorque
Nacionalidade norte-americano
Fortuna US$ 14 milhões
Ocupação
Período de atividade 2013-presente
Prêmios Lista
Carreira musical
Gênero(s)
Instrumento(s)
Gravadora(s) Republic
Afiliações
Assinatura
Post Malone's signature.svg
Página oficial
postmalone.com

Austin Richard Post, mais conhecido como Post Malone (Syracuse, 4 de julho de 1995)[1] é um rapper, cantor, compositor, produtor musical e empresário norte-americano. Em apenas cinco anos de carreira tornou-se uma das personalidades de maior destaque no meio musical, obtendo tremendo sucesso em muitos países e vendendo milhões de singles em todo o mundo. Entre suas canções de maior sucesso, quatro alcançaram o topo da Billboard Hot 100 - Rockstar (que chegou a marca de 2 bilhões de acessos no Spotify, sendo a segunda música no mundo a ter esse marco, logo após de Shape of You de Ed Sheeran), Psycho, Sunflower e Circles, senda esta última a sua 1º canção solo a alcançar o topo do ranking. Além disso, dos três álbuns que lançou, os dois últimos debutaram em 1º lugar na Billboard 200 e se tornaram grandes sucessos comerciais.

O seu nome se tornou do conhecimento do grande público em fevereiro de 2015, quando lançou seu single de estréia, "White Iverson" que alcançou a 14# posição no ranking da Billboard Hot 100. Congratulations, outro grande sucesso de Post, alcançou a 8# posição na Billboard Hot 100 e foi certificado como disco de diamante por vender mais de 10 milhões de cópias nos Estados Unidos. Em 2017, Malone se destacou ainda mais com seu hit global "Rockstar", que chegou ao 1# em vários países, incluindo os EUA - vendendo mais de 8 milhões de cópias apenas nesse país. Em 2018, Malone conseguiu seu segundo 1# nos EUA, com o single "Psycho", e em 2019 alcançou o topo da Billboard Hot 100 pela terceira vez, com "Sunflower", tema que faz parte da trilha sonora do filme Spider-Man: Into the Spider-Verse e que conta com a participação do cantor Swae Lee.[2]

Em 3 de dezembro de 2019, o Spotify divulgou um ranking que apresentava Post Malone como o cantor mais ouvido da plataforma naquele ano.[3] Em setembro de 2020, Malone possui oito canções com mais de um bilhão de streams no Spotify - “Psycho”, “Congratulations”, “Rockstar”, "I Fall Apart", “Better Now”, “Sunflower”, "Wow" e "Circles" - tornando-se o artista com mais músicas com mais de 1 bilhão de streams da plataforma. Em setembro de 2020, a música rockstar já possui mais de 2 bilhões de streams, tornando-se a 2º música a alcançar tal feito, atrás apenas de Shape of You de Ed Sheeran.

Em novembro de 2019, Post Malone conseguiu em "Circles" a sua 4º canção a alcançar a 1# posição na Billboard Hot 100. Circles se tornou mais tarde a música que mais permaneceu no top 10 do ranking, quebrando o recorde de 33 semanas que era compartilhado por "Sunflower", "Girls Like You" de Maroon 5 com Cardi B e "Shape of You" de Ed Sheeran.[4] Além disso, conseguiu em 30 de agosto de 2020, o feito inédito de passar 1 ano completo (52 semanas) no Top 20# da Biilboard Hot 100. [5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e Vida Antes da Fama[editar | editar código-fonte]

Post Malone nasceu em Syracuse, no estado de Nova Iorque, EUA, em 4 de julho de 1995.[6][7] Quando tinha 10 anos de idade se mudou junto com seus pais para Grapevine, Texas. Ele gostava de jogar basquetebol e adorava esportes. Seu pai era assistente do diretor do time Dallas Mavericks, então Post Malone conseguia bilhetes grátis para os jogos da equipe.

Post Malone começou a se envolver na música depois que começou a tocar violão entrou para a banda Crown The Empire em 2010, mas depois de ter uma falha durante uma audição da banda ele foi dispensado - uma das cordas de sua guitarra quebrou no meio da apresentação. Sua paixão pela guitarra apareceu após um amigo o convidar para jogar Guitar Hero. Ele alcançou o nível de especialista em todas as músicas que o jogo oferecia e se filmava "detonando" os botões - como ele mesmo disse em uma entrevista. Sua mãe então deu de presente a ele uma guitarra e ele chegou a conclusão de que não era tão fácil como pensava, mas com tutoriais e vídeos no youtube conseguiu aprender a tocar.

Malone começou a trabalhar com a música quando tinha 16 anos, usando o programa FL Studio. Ele gravou algumas músicas usando o programa e mostrou a alguns amigos da escola onde estudava, fazendo com que ganhasse reconhecimento na escola.[8] Algo interessante sobre o seu nome artístico é o fato de que a ideia veio de um site - "Rap Name Generator". Em uma entrevista, Post disse que estava sem ideias sobre um nome, apesar de já ter muitas músicas prontas, e então foi ao site e encontrou "Post Malone".

Carreira[editar | editar código-fonte]

Posty se apresentando em Stavernfestivalen em 2018

Post Malone chegou a começar os estudos na Tarrant County College, porém ao longo dos dois meses que passou ali faltava as aulas escondido e passava mais tempo compondo canções, por isso acabou abandonando os estudos. Nesse contexto surgiu a proposta de um amigo - Jason Strokes - que estava indo para Los Angeles com um grupo de youtubers que estavam fazendo sucesso com vídeos de jogos como Minecraft. Post contou em uma entrevista que nessa época não tinha dinheiro, e também não tinha nada para oferecer como garantia para o seu amigo, mas decidiu ir junto com os garotos para Los Angeles, com a promessa de que os pagaria depois. Assim, aos 18 anos, Post foi para a Califórnia com esse grupo de gamers e passou a morar com eles ali. Sem dinheiro, ele recolhia trocados que ficavam nos quartos dos amigos a fim de comprar cigarros e bebida, pois já nessa época afirmou que já estava viciado. Durante aproximadamente 1 ano que passou ali nada aconteceu que desencadeasse sua entrada na indústria musical. Porém, alguns amigos apresentaram ele à um produtor musical - "Fki 1st". Fki 1st ficou entusiasmado ao ver o talento de Post, e o ajudou na produção da faixa "White Iverson". Na produção dessa faixa, Post começou a criar a sua imagem se inspirando no astro da NBA - Allen Iverson - o mesmo jogador de basquete que é referenciado na canção White Iverson. Com tranças no cabelo, correntes de ouro, camisas de times de basquete... Post fez sua imagem artística para o lançamento de sua música.

Em fevereiro de 2015, Post Malone lançou a música "White Iverson" na sua conta do SoundCloud. A música ficou pronta cedo, porém os produtores disseram para que Post esperasse um pouco mais para lançá-la, porém ele disse: "Não tenho dinheiro, não tenho nada a perder...", e foi então que lançou a música na sua conta na SoundCloud. Ele mesmo produziu a arte da capa do single. Em uma entrevista à Noisey, ele disse que, ao lançar a música na SoundCloud, foi dormir logo em seguida bem ansioso, porém ao acordar no dia seguinte observou que sua música contava com muitos views e que muitos rappers - como Wiz Khalifa e Mac Miller - e jogadores de basquete haviam gostado e comentando sobre a canção. A música "explodiu" e deu bastante reconhecimento para o artista. Tamanho sucesso atraiu a gravadora Republic Records, gravadora que acompanharia a carreira de Post de ali pra frente.

Em 19 de julho de 2015, ele lançou um videoclipe para a música. Nessa época ele contava com apenas 5 mil dólares, o que o fez pedir dinheiro emprestado para gravar o vídeo, bem como pediu emprestado de seu amigo o Rolls Royce - o carro branco usado no clipe. O videoclipe foi um sucesso e à data de junho de 2020, já possui mais de 823 milhões de visualizações em sua conta do Youtube.

Após o sucesso de "White Iverson", Malone postou outras músicas que também fizeram sucesso, tanto na sua conta do SoundCloud quanto na sua conta do Youtube, como por exemplo "Congratulations" (o seu primeiro tema a chegar ao top 10 da Hot 100, da Billboard), "What's Up", "Go Flex" e "Tears". Em dezembro de 2016, lançou seu álbum de estreia, Stoney. Este álbum alcançou a 4º posição na Billboard 200 entre os álbuns mais vendidos dos EUA, e também registrou sua 77ª semana no Top 10 da lista de álbuns Top R&B / Hip-Hop da Billboard de 11 de agosto, superando o álbum de 1982 de Michael Jackson - Thriller.

No último quadrimestre de 2017, o seu single "Rockstar" chegou ao nº 1 de vários países, incluindo os EUA e o Reino Unido. Um fato interessante sobre a música é que a batida dela foi feita por um jovem universitário quando estava em periodo de exames. Thank God, o homem por trás da batida de “Rockstar”, conversou com o site Pigeons & Planes sobre como o som surgiu: tudo começou em dezembro de 2016, com alguns trabalhos feitos para aliviar o estresse durante as provas na Universidade de Hartford, no Connecticut. Não muito depois de fazer os esboços de algumas faixas, ele viajou para Nova Iorque para trabalhar em um projeto de um amigo seu e teve a chance de se encontrar com Post Malone. Post ficou muito impressionado com a produção e imediatamente começou a cantar a linha “I Feel Just Like A Rockstar” em cima da batida, por várias vezes. Durante o dia, ele esboçou o resto da letra e quando a noite chegou ele já tinha o novo hit praticamente pronto. "Rockstar" foi o primeiro avanço do segundo álbum de Post Malone, Beerbongs & Bentleys, lançado em abril de 2018.

Beerbongs & Bentleys teve um estrondoso sucesso em todo o mundo. Bateu o recorde de álbum mais reproduzido no Spotify no dia de lançamento, tanto nos EUA como a nível mundial.[9] Alcançou o 1º lugar entre os álbuns mais vendidos nas maiores paradas mundiais, incluindo EUA, Reino Unido, Dinamarca, Canadá, Austrália, Holanda, Nova Zelândia e Suécia. Em junho de 2018, o 3º single de Beerbongs & Bentleys, "Psycho", se tornou o 2º tema do artista a chegar ao topo da Billboard Hot 100.[10] Além do sucesso de "Rockstar" e "Psycho", o segundo álbum de Malone contém outros singles que tiveram bom desempenho como Candy Paint, Ball of Me e Better Now, sendo que este último alcançou o 3# lugar na Billboard Hot 100. Além disso, todas as 18 faixas de "Beerbongs & Bentleys" entraram no ranking da Billboard.[11] Mesmo faixas que não foram lançadas como singles tiveram bom desempenho como "Paranoid", "Spoil My Night", "Stay", "Rich and Sad" e "Same Bitches" - todas alcançando o top 20. Esse segundo álbum de Post Malone foi o que de fato o estabeleceu como um dos maiores sucessos musicais, e isso em âmbito mundial.

Em 6 de setembro de 2019, Malone lançou o seu terceiro álbum de estúdio intitulado "Hollywood's Bleeding ".[12] O álbum possui 17 faixas, e entre elas 6 singles. Assim como ocorreu com o seu segundo álbum - Beerbongs & Bentleys - todas as faixas de Hollywood´s Bleeding entraram na Billboard Hot 100 - mesmo aquelas que não foram lançadas como singles. "Wow" foi o primeiro single do álbum e teve bom desempenho nas paradas mundiais alcançando a 2º posição entre as músicas mais ouvidas nos EUA, Dinamarca, Austrália e Suécia, e acabou por alcançar o 1# na Nova Zelândia. "Goodbyes", que teve participação de "Young Thug" foi lançado como 3º single e debutou em 3º lugar na Billboard Hot 100. "Allergic", "Enemies" com participação de "DaBaby" e "Take What You Want" com participação de Ozzy Osbourne e Travis Scott também foram lançados como singles, sendo que este último alcançou a 8º posição na Billboard Hot 100. Circles, que foi lançada como 3º single do álbum, debutou em 7º lugar na Billboard Hot 100, porém na semana de 30 de novembro, alcançou o 1º lugar do ranking. Circles ficou na 1# posição durante 3 semanas não consecutivas, porém bateu o recorde de mais semanas no top 10 ao permanecer 34 semanas entre as 10 primeiras músicas do ranking. Ao todo, Circles permaneceu 39 semanas não consecutivas no top 10 da Billboard Hot 100.[13] Hollywood's Bleeding estreou no topo da Billboard 200 dos EUA com 489.000 unidades vendidas, dando a Post Malone seu segundo álbum número um nos EUA. Em 2019, Hollywood's Bleeding recebeu o prêmio de Álbum Favorito Rap/Hip-Hop pelo American Music Awards.

Até o momento, Post já trabalhou com vários outros artistas famosos, como por exemplo 50 Cent, Young Thug e Kanye West, Quavo, Ty Dolla Sign, Nicki Minaj, Big Sean, Halsey, Ozzy Osbourn, Travis Scott, DaBaby, Swae Lee e também com o cantor Justin Bieber, para quem abriu alguns concertos da digressão Purpose World Tour no início de sua carreira.

Estilo Musical[editar | editar código-fonte]

É difícil definir o estilo musical de Post Malone. Muitos o consideram um rapper, porém ele mesmo afirma que não se considera assim. Ele afirmou em uma entrevista que entende a si mesmo como um artista e que não se preocupa tanto em produzir "smashs" (músicas de tremendo sucesso), mas se importa em fazer músicas com as quais se identifica. Ele de fato ofereceu em seu repertório faixas que são facilmente denominadas como sendo rap, hip hop e trap, porém muitos de seus trabalhos (principalmente os últimos) contém influências de muitos outros estilos musicais. Sunflower, Circles, Internet e Die For Me (todas de seu último álbum) são faixas, por exemplo, com cunho muito mais ligado ao pop. O seu primeiro álbum - Stoney - de fato é rico em faixas que tem forte influência do rap, hip hop e do trap - como "White Iverson", "Congratulations" e "Too Young" - porém muitas apresentam a complexidade musical que compõe o estilo multiforme de Malone. Em seu 2º álbum, Post apresentou uma leitura parecida com o anterior. Rockstar, seu maior sucesso, é uma típica faixa de trap, assim como Psycho é facilmente definida como uma músic de rap e remete muito ao estilo presente em White Iverson. Já o 3º álbum de Post é muito diferente dos anteriores. Apresenta faixas mais melancólicas e muito mais ligadas ao pop, como "Circles", "Die for Me", "Take What You Want", "I Know", "Myself"... canções que apresentam - além das influências do trap, rap e hip hop - inspirações do pop, pop/rock e rock.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Post Malone

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Obra Categoria Resultado Referência
2018 Billboard Music Award Post Malone Artista Masculino do Ano Indicado [14]
Top Hot 100 Artist Indicado
Artista Song Sales Indicado
Melhor artista de Streaming Indicado
Melhor Rapper Indicado
Melhor Rapper Masculino Indicado
Stoney Top Hot 200 Album Indicado
Melhor Álbum de Rap Indicado
"Rockstar" (feat. 21 Savage) Top Hot 100 Song Indicado
Melhor Colaboração Indicado
Melhor canção de rap Venceu
Melhor canção de streaming Indicado
"Congratulations" (feat. Quavo) Indicado

Coleção de roupas[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2019, Malone se uniu a sua marca de bebida favorita, a Bud Light, para lançar uma coleção de roupas com unidades limitadas e designs exclusivos. Malone tem sido um fã fanático de bebida já a longa data, especificamente Bud Light. Muitas vezes elas fazem uma participação especial em sua música. Seu segundo álbum foi nomeado Beerbongs & Bentleys é um exemplo disso. Post Malone ainda foi nomeado Influencer do Ano da Bud Light.

A coleção em colaboração da Bud Light com o artista, ficou disponível em uma loja pop-up em Nova York (Manhattan) nos dias 4 e 5 de agosto e, em seguida, foi para venda on-line.

Referências

  1. «Rapper Post Malone's father talks Syracuse roots, haters». syracuse (em inglês). 20 de outubro de 2017. Consultado em 23 de janeiro de 2020 
  2. «Post Malone e Swae Lee chegam ao topo do Hot 100 com "Sunflower"». Portal Rap Mais. 15 de janeiro de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2019 
  3. https://rollingstone.uol.com.br/noticia/post-malone-e-o-artista-mais-ouvido-de-2019-e-drake-o-da-decada-no-spotify/
  4. https://www.billboard.com/articles/business/chart-beat/9366792/post-malone-circles-hot-100-top-10-record
  5. https://twitter.com/billboardcharts/status/1300498700163338241
  6. Blackburn, H. Drew (23 de junho de 2015). «Post Malone's Homecoming». Pigeons & Planes. Consultado em 17 de outubro de 2015 
  7. «Post Malone on Twitter: "I've never been anyone except for Austin Richard Post. i ain't never fold/break."». Twitter. Consultado em 29 de maio de 2016 
  8. «Rapper Post Malone's father talks Syracuse roots, musical influences -- and haters». syracuse.com (em inglês). Consultado em 1 de dezembro de 2017 
  9. «Post Malone's New Album Is Breaking Global Spotify Streaming Records» (em inglês). Highsnobiety. 29 de abril de 2018. Consultado em 29 de abril de 2018 
  10. «Post Malone's 'Psycho' Hits No. 1 on Billboard Hot 100, Maroon 5's 'Girls Like You' Leaps to Top Five». Billboard. 11 de junho de 2018. Consultado em 11 de junho de 2018 
  11. https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/post-malone-maior-revelacao-do-pop-em-2018-tem-algo-de-chorao-e-ja-foi-youtuber-de-minecraft.ghtml
  12. http://www.postmalone.com/credits
  13. https://www.billboard.com/articles/business/chart-beat/9366792/post-malone-circles-hot-100-top-10-record
  14. «Billboard Music Awards 2018 Nominations: See the Full List.». Billboard. 17 de abril de 2018. Consultado em 19 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]