Pterodáctilo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaPterodactylus
Ocorrência: Kimmeridgiano
Pterodactylus-kochi NYC.jpg
Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Subclasse: Archosauria
Infraclasse: Ornithodira
Ordem: Pterosauria
Subordem: Pterodactyloidea
Família: Pterodactylidae
Gênero: Pterodactylus
Espécie tipo
Pterodactylus antiquus

O pterodáctilo (Pterodactylus antiquus) foi um réptil voador da ordem Pterosauria, que viveu na atual África e Europa durante o Jurássico Superior (há cerca de 150 milhões de anos). Era um réptil voador carnívoro que provavelmente se alimentava de peixes e pequenos animais. O pterodáctilo tinha uma envergadura reduzida (em comparação aos outros pterossauros), situada entre 50 a 75cm, e uma estrutura corporal leve e delicada, pesando menos de 2kg .

Descoberta[editar | editar código-fonte]

O primeiro fóssil foi descoberto na Alemanha em 1784, pelo naturalista italiano Cosmo Alessandro Collini. Porém, só foi nomeado Pterodactylus e descrito como sendo um réptil voador em 1801, pelo naturalista e zoologista francês George Cuvier. Trata-se do primeiro gênero de réptil voador a ser descrito, tornando-se muito conhecido, tanto nos meios especializados quando nos populares.

Fóssil exposto em museu.

Este pequeno pterossauro de cauda curta, foi encontrado em calcários litográficos de Solnhofen, no Sul da Alemanha. A preservação do fóssil é excepcional, contendo até a impressão dos tecidos moles. É ainda perceptível que o pescoço do pterodáctilo estava coberto por uma penugem parecida com pelos, que as suas asas eram constituídas por uma membrana que possibilitava o voo e que os adultos teriam uma crista na cabeça. A maioria dos espécimes encontrados, eram juvenis, apresentando uma crista pouco desenvolvida ou totalmente ausente.

Fósseis do gênero também foram encontrados na França, Inglaterra e Tanzânia.

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Uma curiosidade é o fato de que, na cultura popular, praticamente qualquer pterossauro é denominado de "pterodáctilo", mesmo que o animal não pertença verdadeiramente a este gênero. Um desses casos é o filme Pterodactyl - A Ameaça Jurássica de 2005, em que, apesar do nome, as criaturas pré-históricas apresentadas assemelhavam-se mais a outro gênero de pterossauros: o Pteranodon. O principal motivo para esta "confusão taxonômica" é o fato de que o nome pterodáctilo é muito mais popular que o nome pteranodonte, compreendendo que o Pterodactylus antiquus seria muito pequeno para ameaçar a vida dos personagens do filme, enquanto o Pteranodon atingiria tamanho suficiente para ser apresentado como um "assassino de homens". O mesmo erro de apresentar qualquer pterossauro como sendo pterodáctilo também ocorre em séries de TV .


Ícone de esboço Este artigo sobre Animal pré-histórico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre pterossauro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre répteis, integrado ao Projeto Herpetológico, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.