Resultados da fase final da Copa Sul-Americana de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo atualmente em curso. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 16 de agosto de 2019) Sports current event.svg

A fase final da Copa Sul-Americana de 2019 será disputada entre 9 de julho a 9 de novembro dividida em quatro fases: oitavas de final, quartas de final, semifinal e final.[1]

As equipes vão disputar jogos eliminatórios de ida e volta até a semifinal, classificando-se a que somar o maior número de pontos. Em caso de igualdade em pontos, a regra do gol marcado como visitante será utilizada para o desempate. Persistindo o empate, a vaga será definida em disputa por pênaltis.[2]

A final será realizada pela primeira vez em jogo único, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção.[3] Em caso de igualdade após os 90 minutos, será disputada uma prorrogação. Se ainda assim não houver definição do campeão, haverá disputa por pênaltis.[2]

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
A Royal Pari Bolívia 2–4 Colômbia La Equidad 1–2 1–2
B Caracas Venezuela 0–2 Equador Independiente del Valle 0–0 0–2
C Peñarol Uruguai 2–5 Brasil Fluminense 1–2 1–3
D Zulia Venezuela 3–3 (gf) Peru Sporting Cristal 1–0 2–3
E Colón Argentina 1–1 (4–3 p) Argentina Argentinos Juniors 0–1 1–0
F Corinthians Brasil 4–1 Uruguai Montevideo Wanderers 2–0 2–1
G Independiente Argentina 3–3 (gf) Equador Universidad Católica 1–0 2–3
H Botafogo Brasil 0–3 Brasil Atlético Mineiro 0–1 0–2

Chave A[editar | editar código-fonte]

9 de julho Royal Pari Bolívia 1 – 2 Colômbia La Equidad Estádio Ramón Tahuichi Aguilera, Santa Cruz
20:30 (UTC−4)
Vargas Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Relatório González Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79', Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Árbitro: ParaguaiPAR Arnaldo Samaniego

16 de julho La Equidad Colômbia 2 – 1 Bolívia Royal Pari Estádio El Campín, Bogotá
19:30 (UTC−5)
Riquett Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76'
González Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Relatório Mosquera Gol marcado aos 15 minutos de jogo 15' Árbitro: VenezuelaVEN Alexis Herrera

La Equidad venceu por 4–2 no placar agregado.

Chave B[editar | editar código-fonte]

10 de julho Caracas Venezuela 0 – 0 Equador Independiente del Valle Estádio Olímpico da UCV, Caracas
16:00 (UTC−4)
Relatório Árbitro: BolíviaBOL Ivo Méndez

17 de julho Independiente del Valle Equador 2 – 0 Venezuela Caracas Estádio Olímpico Atahualpa, Quito
19:30 (UTC−5)
Franco Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61'
Dájome Gol marcado aos 75 minutos de jogo 75'
Árbitro: UruguaiURU Leodán González

Independiente del Valle venceu por 2–0 no placar agregado.

Chave C[editar | editar código-fonte]

23 de julho Peñarol Uruguai 1 – 2 Brasil Fluminense Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu
21:30 (UTC−3)
G. Rodríguez Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Relatório González Gol marcado aos 15 minutos de jogo 15', Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70' Árbitro: ParaguaiPAR Arnaldo Samaniego

30 de julho Fluminense Brasil 3 – 1 Uruguai Peñarol Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:30 (UTC−3)
Marcos Paulo Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1', Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47'
González Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25'
Relatório Viatri Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69' Público: 35 071[4]
Árbitro: ArgentinaARG Patricio Loustau

Fluminense venceu por 5–2 no placar agregado.

Chave D[editar | editar código-fonte]

23 de julho Zulia Venezuela 1 – 0 Peru Sporting Cristal Estádio El Pachencho, Maracaibo
16:00 (UTC−4)
Feltscher Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59' Relatório Árbitro: ParaguaiPAR Éber Aquino

30 de julho Sporting Cristal Peru 3 – 2 Venezuela Zulia Estádio Alejandro Villanueva, Lima
17:15 (UTC−5)
Sandoval Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69', Gol marcado aos 90+5 minutos de jogo 90+5'
Gonzáles Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Relatório Maldonado Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12'
Moya Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco

3–3 no placar agregado, Zulia avançou pela regra do gol fora de casa.

Chave E[editar | editar código-fonte]

11 de julho Colón Argentina 0 – 1 Argentina Argentinos Juniors Estádio Cementerio de Elefantes, Santa Fe
21:30 (UTC−3)
Relatório Romero Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38' Árbitro: UruguaiURU Esteban Ostojich

18 de julho Argentinos Juniors Argentina 0 – 1 Argentina Colón Estádio Diego Armando Maradona, Buenos Aires
21:30 (UTC−3)
Relatório Bernardi Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69' Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco
    Penalidades  
Silva Erro (trave)
Batallini Erro (fora)
Montero Convertido
Hauche Convertido
Torrén Convertido
Mac Allister Erro (defesa)
Ybañez Erro (defesa)
3 – 4 Erro (defesa) Ortiz
Erro (defesa) Fritzler
Convertido Chancalay
Convertido Aliendro
Convertido Rodríguez
Erro (trave) Bernardi
Convertido Olivera
 

1–1 no placar agregado, Colón venceu por 4–3 na disputa de pênaltis.

Chave F[editar | editar código-fonte]

25 de julho Corinthians Brasil 2 – 0 Uruguai Montevideo Wanderers Arena Corinthians, São Paulo
21:30 (UTC−3)
Clayson Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Pedrinho Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Relatório Árbitro: VenezuelaVEN José Argote

1 de agosto Montevideo Wanderers Uruguai 1 – 2 Brasil Corinthians Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
21:30 (UTC−3)
Bravo Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49' Relatório Vágner Love Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46', Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' Árbitro: ParaguaiPAR Éber Aquino

Corinthians venceu por 4–1 no placar agregado.

Chave G[editar | editar código-fonte]

25 de julho Independiente Argentina 1 – 0 Equador Universidad Católica Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Hernández Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55' Relatório Árbitro: VenezuelaVEN Jesús Valenzuela

1 de agosto Universidad Católica Equador 3 – 2 Argentina Independiente Estádio Olímpico Atahualpa, Quito
19:30 (UTC−5)
Vides Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' (pen)
W. Chalá Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78'
Amarilla Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Relatório Benítez Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Hernández Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71'
Árbitro: ChileCHI Piero Maza

3–3 no placar agregado, Independiente avançou pela regra do gol fora de casa.

Chave H[editar | editar código-fonte]

24 de julho Botafogo Brasil 0 – 1 Brasil Atlético Mineiro Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
21:30 (UTC−3)
Relatório Vinícius Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35' Árbitro: BrasilBRA Raphael Claus

31 de julho Atlético Mineiro Brasil 2 – 0 Brasil Botafogo Estádio Independência, Belo Horizonte
21:30 (UTC−3)
Fábio Santos Gol marcado aos 75 minutos de jogo 75' (pen)
Vinícius Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Relatório Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio

Atlético Mineiro venceu por 3–0 no placar agregado.

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
S1 Atlético Mineiro Brasil Colômbia La Equidad
S2 Independiente Argentina 2–2 (gf) Equador Independiente del Valle 2–1 0–1
S3 Corinthians Brasil Brasil Fluminense
S4 Zulia Venezuela 1–4 Argentina Colón 1–0 0–4

Chave S1[editar | editar código-fonte]

20 de agosto Atlético Mineiro Brasil Colômbia La Equidad Estádio Independência, Belo Horizonte
21:30 (UTC−3)

27 de agosto La Equidad Colômbia Brasil Atlético Mineiro Estádio El Campín, Bogotá
19:30 (UTC−5)

Chave S2[editar | editar código-fonte]

6 de agosto Independiente Argentina 2 – 1 Equador Independiente del Valle Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Romero Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73' (pen), Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Relatório Sánchez Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59' Árbitro: PeruPER Diego Haro

13 de agosto Independiente del Valle Equador 1 – 0 Argentina Independiente Estádio Olímpico Atahualpa, Quito
19:30 (UTC−5)
Nieto Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77' Relatório Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar

2–2 no placar agregado, Independiente del Valle avançou pela regra do gol fora de casa.

Chave S3[editar | editar código-fonte]

22 de agosto Corinthians Brasil Brasil Fluminense Arena Corinthians, São Paulo
21:30 (UTC−3)

29 de agosto Fluminense Brasil Brasil Corinthians Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:30 (UTC−3)

Chave S4[editar | editar código-fonte]

8 de agosto Zulia Venezuela 1 – 0 Argentina Colón Estádio El Pachencho, Maracaibo
16:00 (UTC−4)
Casquete Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87' Relatório Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha

15 de agosto Colón Argentina 4 – 0 Venezuela Zulia Estádio Cementerio de Elefantes, Santa Fe
21:30 (UTC−3)
Morelo Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Rodríguez Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Chancalay Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Lértora Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Relatório Árbitro: ParaguaiPAR Éber Aquino

Colón venceu por 4–1 no placar agregado.

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
F1 Colón Argentina Vencedor S1 Flag of None.svg
F2 Vencedor S3 Brasil Equador Independiente del Valle

Chave F1[editar | editar código-fonte]

Colón Argentina Flag of None.svg Vencedor S1 Estádio Cementerio de Elefantes, Santa Fe


Vencedor S1 Flag of None.svg Argentina Colón

Chave F2[editar | editar código-fonte]

Vencedor S3 Brasil Equador Independiente del Valle


Independiente del Valle Equador Brasil Vencedor S3 Estádio Olímpico Atahualpa, Quito

Final[editar | editar código-fonte]

O campeão terá o direito de participar da Copa Libertadores da América de 2020, além de disputar a Recopa Sul-Americana e a J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final do ano seguinte.[2]

9 de novembro Vencedor F1 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor F2 Estádio Defensores del Chaco, Assunção

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Calendario 2019» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 9 de maio de 2019 
  2. a b c «REGLAMENTO CONMEBOL SUDAMERICANA» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 31 de maio de 2019 
  3. «Asunción será sede de la final única de la CONMEBOL Sudamericana 2019» (em espanhol). CONMEBOL. 9 de maio de 2019. Consultado em 31 de maio de 2019 
  4. «Flu domina Peñarol, avança na Sula e deixa Maracanã sob aplausos». Lance!. 30 de julho de 2019. Consultado em 31 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]