Ricardo Rodríguez de la Vega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo lutador estadunidense, veja Ricardo Rodríguez (lutador).
Ricardo Rodríguez de la Vega
Informações pessoais
Nacionalidade México Mexicano
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1961 - 1962
Equipes 1 (Ferrari)
GPs disputados 6 (5 largadas)
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 4
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 0
Primeiro GP Grande Prêmio da Itália de 1961 (Fórmula 1)
Último GP Grande Prêmio da Itália de 1962 (Fórmula 1)
Rodríguez at 1962 Dutch Grand Prix.jpg

Ricardo Rodríguez de la Vega (Cidade do México, 14 de fevereiro de 1942Cidade do México, 1 de novembro de 1962) foi um piloto mexicano de Fórmula 1. Era irmão menor do também piloto de Fórmula 1 Pedro Rodríguez, que obteve mais sucesso em sua carreira.

Aos 19 anos, que ele foi convidado para dirigir para a Ferrari no Grande Prêmio da Itália de 1961[1] tornando-se o mais jovem piloto a participar de um Grande Prêmio de Fórmula 1 (19 anos e 208 dias), pela Scuderia Ferrari que se manteve até 26 de julho de 2009, com seu recorde sendo superado por Mike Thackwell, Jaime Alguersuari e Max Verstappen(seu recorde é em 17 anos e 166 dias, no Grande Prêmio da Austrália de 2015).[2] Pilotou uma Ferrari 156 com um motor V6. Ele correu, alternando a ponta com Phil Hill e Richie Ginther, até que ele se retirou devido a uma falha na bomba de combustível. Ele terminou o Mundial de Pilotos na 12ª posição em 1961. Em 1962, pela Ferrari obteve o segundo lugar no Grande Prêmio de Pau, terminou em sexto lugar no Grande Prêmio da Alemanha de 1962, quarto lugar na Grande Prêmio da Bélgica - em Spa-Francorchamps - onde se tornaria o mais jovem piloto a pontuar na Fórmula 1 em sua época.

Em seu segundo ano de carreira, após apenas seis corridas, faleceu aos 20 anos de idade após uma falha nos freios de sua Lotus. O motivo da falha até hoje não explicada, e a morte de Ricardo causou luto nacional no México.

Ricardo Rodríguez também foi o piloto mais jovem a morrer na Formula 1.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Ano Entrada Chassi Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Pos. Pontos
1961 Scuderia Ferrari Ferrari 156 Ferrari V6 MON NED BEL FRA GBR GER ITA
Ret
USA NC 0
1962 Scuderia Ferrari Ferrari 156 Ferrari V6 NED
Ret
MON
DNS
BEL
4
FRA GBR ALE
6
ITA
Ret
EUA AFS 13º 4

24 Horas de Le Mans[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Veículo Co-piloto Colocação Nota
1959 Itália Automobili Osca Osca Sport 750TN México Pedro Rodríguez DNF Bomba de água
1960 Estados Unidos North American Racing Team Ferrari 250TR59 Bélgica André Pilette Vitória na Classe S 2.0
1961 Estados Unidos North American Racing Team Ferrari 250TRI/61 México Pedro Rodríguez DNF Motor
1962 Itália SpA Ferrari SEFAC Ferrari Dino 246SP México Pedro Rodríguez DNF Caixa de engrenagem

12 Horas de Sebring[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Veículo Co-piloto(1) Co-piloto(2) Co-piloto(3) Posição Nota
1959 Argentina Alejandro de Tomaso Osca S750 Estados Unidos Isabelle Haskell Argentina Alejandro de Tomaso Estados Unidos Denise McCluggage 18º
1960 Estados Unidos North American Racing Team Ferrari Dino 196S México Pedro Rodríguez DNF Kupplungsschaden
1961 Estados Unidos NART Ferrari 250TR60 México Pedro Rodríguez
1962 Estados Unidos North American Racing Team Ferrari Dino 246SP México Pedro Rodríguez DNF Motor

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.