São José Correia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
São José Correia
Nascimento 13 de setembro de 1974 (44 anos)
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Atriz
Atividade 1992 - presente
Outros prémios
Prémio de Atores de Cinema/Fundação GDA (2010) - Melhor Atriz Secundária
Nomeações
Prémios Sophia (2015) Melhor Atriz Secundária
Prémios Áquila (2016): Melhor Actriz Principal (TV)
IMDb: (inglês)

São José Correia (13 de setembro de 1974), é uma atriz e dobradora portuguesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

São José Correia nasceu em 13 de setembro 1974.[1] É descendente de madeirenses tendo vivido dois anos na ilha.[2]

Iniciou a sua carreira na Companhia de Teatro de Almada, onde tirou o curso de Formação de Actores.[2]

Na televisão São José Correia destacou-se na série televisiva Equador (2009) e na minissérie Até Amanhã, Camaradas (2005) e tendo integrado os elencos de telenovelas como Ninguém Como Tu (2005), Paixões Proibidas (2006) Olhos nos Olhos (2008), Sedução (2010) ou Doce Tentação (2012).[3]

No cinema destacam-se as participações em O Inimigo sem Rosto (2010), longa-metragem de José Farinha, que valeu a São José Correia o prémio de "Melhor Atriz Secundária" na IV edição do Prémio de Atores de Cinema/Fundação GDA (Cooperativa de Gestão dos Direitos dos Artistas) 2010[4] ou na película O Grande Kilapy (2011) em que foi nomeada na categoria de Melhor Atriz Secundária nos Prémios Sophia, da Academia Portuguesa das Artes e Ciências Cinematográficas, na edição de 2015.[5][6]

Em 2014 São José Correia estreia-se como realizadora de cinema com a curta-metragem Noite na Praia, voltando a filmar em 2018 O Coração Revelador, outra curta.[7]

Ainda no pequeno ecrã, após Jardins Proibidos (2014) São José Correia foi protagonista, a grande vilã, em Santa Bárbara (2015), um trabalho que lhe valeu a nomeação na categoria de "Melhor Actriz Principal" dos "Prémios de Televisão" nos Prémios Áquila (2016).[8][9][10][11]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Dobragens[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Ref.
2001 2.º Direito (curta-metragem) [13]
2001 Um Homem Não É um Gato (telefilme) [6][13]
2002 A Curiosidade Matou o Gato (curta-metragem) [13]
2003 A Mulher que Acreditava Ser Presidente dos Estados Unidos da América [13][14]
2003 I'll See You in My Dreams (curta-metragem) [6][13]
2003 Os Imortais [3][6][13]
2007 Má Fila (curta-metragem) [3][13]
2008 Dora [3]
2010 O Inimigo sem Rosto [6][13]
2010 Mistérios de Lisboa [15][16]
2011 Aristides de Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus [3][6][17]
2011 O Grande Kilapy [5][6]
2012 A Moral Conjugal [6][18]
2012 Até que a Vida nos Separe [2]
2014 Mau Mau Maria [19]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Ref.
1995 Os Trapalhões em Portugal [20]
2002 O Último Beijo Rita Montez [13][21]
2003 Queridas Feras Liliana Caroço [13][22]
2004 Inspector Max [13]
2005 Amores e Desamores [13]
2005 Ninguém como Tu Leonor [3][13][23]
2005 Até Amanhã, Camaradas Conceição [3][13]
2006 Fala-me de Amor Margarida Simões [13][24]
2006 Paixões Proibidas Elisa [3][13]
2007 Deixa-me Amar Isabel [13][23]
2008 Casos da Vida [13]
2008 Olhos nos Olhos Susana [3][13]
2009 Equador Pilar [3][13]
2009 Ele É Ela Maria Emília [13]
2009 Sentimentos Isabel [13][25]
2010 Sedução Flor Pires [3][13]
2011 Tempo Final [26]
2012 Doce Tentação Dora [3]
2013 Sinais de Vida Simone [27][28]
2013 Mundo ao Contrário [29]
2014 Jardins Proibidos Vanda [8]
2015 Santa Bárbara Antónia Vidal [8][9]
2017 O Sábio [30]
2017 Sim, Chef! (2.ª temporada) [31]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Companhia/Grupo Ref.
1992 Sopa de Pedras - Histórias de Fantoches CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1993 Cacau Mágico CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1996 Razões e Corações CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1997 O Tambor de Seda CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1997 O Carteiro de Neruda CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1998 Amor de Dom Perlimplim com Belisa em seu Jardim CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1999 A Verdadeira História de Andreia Belchior CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1999 Memorial do Convento CTA - Companhia de Teatro de Almada
CTS - Companhia de Teatro de Sintra
[1]
1999 Viagens na Minha Terra CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
1999 O Noivado no Dafundo + Corcunda por Amor CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2000 O Príncipe Constante CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2000 Mãe Coragem e os Seus Filhos CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2001 Sobre os Rios da Babilónia CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2001 Esse Tal Alguém CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2001 Hamlet - A Lesson Attis Theatre [Grécia] [1]
2004 O Jogador CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2005 Marcas de Sangue Escola de Mulheres - Oficina de Teatro [1]
2005 Luz na Cidade Novo Grupo / Teatro Aberto [1]
2006 Memória da Água Prati [1]
2007 Dentadas Escola de Mulheres - Oficina de Teatro [1]
2008 A Senhora de Sade [1]
2009 Monólogos da Vagina UAU - Produção de Ideias [1]
2010 Agora a Sério Novo Grupo/ Teatro Aberto [1]
2010 O Luto Vai Bem com Electra CTA - Companhia de Teatro de Almada [1]
2012 Vânia Escola de Mulheres - Oficina de Teatro [1]
2013 O Preço Novo Grupo / Teatro Aberto [1]
2013 Worms [1]
2014 S. Examina a Almofada Escola de Mulheres - Oficina de Teatro [1]
2014 Buffalo [1]
2016 Huis Clos - No Exit LoboMau Produções [1]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae «Ficha de Pessoa : São José Correia». Centro de Estudos de Teatro & Tiago Certal. 15 de Junho de 2016. Consultado em 14 de outubro de 2017 
  2. a b c «A Escolha de... São José Correia». Caras. Consultado em 5 de abril de 2018 
  3. a b c d e f g h i j k l «"Não consigo fazer amigos nas novelas. É raro acontecer"». Correio da Manhã. 3 de agosto de 2012. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  4. Redação (23 de Dezembro de 2011). «Fotos: Leonor Baldaque e São José Correia vencem Prémios Fundação GDA 2010». Lux. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  5. a b «Prémios Sophia». RTP. 2015. Consultado em 14 de outubro de 2017 
  6. a b c d e f g h «Pessoa : São José Correia». CinePT - Cinema Português (Universidade da Beira Interior). Consultado em 25 de novembro de 2018 
  7. Edilson Coutinho (13 de junho de 2018). «Curta. Um coração pelos caminhos do terror». Sol. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  8. a b c Eugénia Ribeiro (8 de maio de 2015). «São José Correia: "'Jardins' foi um projeto falhado"». Correio da Manhã. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  9. a b António Henriques (13 de julho de 2016). «São José Correia nega tumor e garante que está "de boa saúde"». PT Jornal. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  10. Redação (11 de Janeiro de 2017). «Fotos: Vencedores dos Prémios Áquila». Lux. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  11. Agência Lusa (11 de dezembro de 2016). «'Cinzento e Negro' nomeado para todas as categorias dos Prémios Áquila de Cinema Prémios serão entregues este domingo». Correio da Manhã. Consultado em 21 de novembro de 2018 
  12. «O Castelo Andante - Personagens». Júnior TE (Texto Editores). Consultado em 25 de novembro de 2018. Arquivado do original em 6 de março de 2006 
  13. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w «São José Correia». Online24. 13 de novembro de 2012. Consultado em 4 de maio de 2012 
  14. «A Mulher que Acreditava ser Presidente dos E.U.A.». RTP. 24 de Janeiro de 2013. Consultado em 10 de outubro de 2017 
  15. Ana Lúcia Sousa; Notícias TV (7 de novembro de 2009). «Ela vai entrar em Mistérios de Lisboa». Diário de Notícias. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  16. Redacção (4 de agosto de 2011). «"Mistérios de Lisboa" em estreia esta semana nos Estados Unidos». Público. Consultado em 4 de agosto de 2011. Arquivado do original em 7 de setembro de 2012 
  17. Agência Lusa (8 de novembro de 2012). «Filme sobre Aristides de Sousa Mendes estreia quinta-feira». Diário de Notícias. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  18. João Lopes (5 de novembro de 2012). «As atribulações do amor e da conjugalidade». Diário de Notícias. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  19. «Comédia portuguesa "Mau mau Maria" estreia-se quinta-feira nos cinemas». Jornal de Notícias. 27 de outubro de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2017 
  20. «Arquivo-SIC : Os Trapalhões em Portugal (1995-2000)». SIC. 3 de julho de 2012. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  21. «São José Correia volta ao palco de Almada». Correio da Manhã. 11 de novembro de 2003. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  22. «O leitor pergunta a... São José Correia». Correio da Manhã. 3 de fevereiro de 2004. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  23. a b «Actriz recusa ser apenas a sensual». Correio da Manhã. 4 de outubro de 2007. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  24. «Actriz deixa novela». Correio da Manhã. 30 de junho de 2006. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  25. «São José Correia: "O primeiro beijo dei-o atrás de uma igreja"». Vidas (Correio da Manhã). 11 de setembro de 2009. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  26. Carla Bernardino (28 de setembro de 2011). «Elenco de 'Tempo Final' reunido para celebrar série». Diário de Notícias. Consultado em 22 de abril de 2016 
  27. «"O ritmo desta série é só para duros"». Correio da Manhã. 28 de dezembro de 2012. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  28. Raquel Costa (5 de julho de 2016). «Série portuguesa 'Sinais de Vida' vai ser exibida na Ásia». Diário de Notícias. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  29. Márcia Gurgel; Tiago Henriques (9 de abril de 2013). «Sexo e drogas são o prato forte de 'Mundo ao Contrário'». Diário de Notícias. Consultado em 11 de maio de 2013. Arquivado do original em 5 de julho de 2013 
  30. «São José Correia volta à RTP após polémica». Telenovelas. 10 de abril de 2017. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  31. Raquel Farinha (5 de julho de 2017). «"Sim, Chef!" regressa à RTP1 esta quarta-feira». NiT. Consultado em 25 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.