Síndrome complexa de dor regional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A síndrome complexa de dor regional (SCDR) é uma síndrome de dor em forma de queimação, que persiste após lesão nervosa traumática, principalmente periférica, associada com disfunção vasomotora, sudomotora e alterações tróficas tardias. Ela também é conhecida pelos termos síndrome da dor regional complexa (SDRC) e síndrome dolorosa complexa regional (SDCR).

Em 1994, a Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) propôs a subdivisão por tipos da SCDR, de acordo com a presença ou não de lesão nervosa:1

  • Tipo I, anteriormente conhecida como distrofia simpático-reflexa, atrofia de Sudeck, distrofia neurovascular reflexa, ou algoneurodistrofia, não apresenta lesão nervosa.
  • Tipo II: anteriormente conhecida como causalgia, apresenta evidência patente de lesão nervosa.

A causa desta síndrome ainda é desconhecida. Fatores que a desencadeiam incluem ferimentos e cirurgia, embora haja casos documentados que não apresentavam nenhum ferimento no local.

Referências

PORTO, Celmo celeno. Semiologia Médica. 5ª edição Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005: 69-71

Ícone de esboço Este artigo sobre Patologia (doença) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.