Simona Amânar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Simona Amânar
Informações pessoais
Nome completo Simona Amânar
Apelido Simi [1]
Modalidade Ginástica artística feminina
Especialidade salto
Representante Romênia
Nascimento 7 de outubro de 1979 (38 anos)
Constança, Dobruja
Nacionalidade Roménia romena
Compleição Peso: 44 kg [1] Altura: 1,58 m [1]
Nível sênior
Clube National Training Center
Período em atividade 19922000

Simona Amânar (Constança, 7 de outubro de 1979) é uma ex-ginasta romena, que competiu em provas da ginástica artística.

Amânar disputou dois Jogos Olímpicos, em Atlanta 1996 e Sydney 2000, conquistando sete medalhas, três delas de ouro. Em 2007 entrou para o International Gymnastics Hall of Fame.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Simona é filha de Vasile – um trabalhador industrial - e Sofia – uma dona de casa -, além de irmã mais velha de Andrei.[3]

A carreira da jovem começou quando seus pais assistiram a uma competição na televisão e decidiram levar a filha para um clube de ginástica, quando a criança tinha seis anos. Simona experimentou e gostou. Desde o dia em que iniciou as práticas, seu sonho era ser uma estrela da modalidade.[1][4] Em 1994, em seu primeiro ano como sênior na equipe romena, contribuiu para a conquista da medalha de ouro por equipes no Campeonato Mundial em Dortmund, Alemanha.

Na Copa Europeia do ano seguinte, Simona consquistou o segundo lugar no individual geral, superada apenas pela russa Svetlana Khorkina. Em seguida, ainda consquistou a medalha de ouro nas provas do solo e do salto. Continuando a boa campanha do ano, Amanâr, no Campeonato Mundial em Sabae, Japão, ajudou a equipe romena a conquistar a medalha de ouro na prova por equipes e conquistou a primeira colocação na prova do salto com a nota 9,781. Sob o score 39,049, fechou o individual geral na quarta posição, atrás da ucraniana Lilia Podkopayeva (ouro), da russa Svetlana Khorkina (prata) e da romena Lavinia Milosovici (bronze). Em sua última final, no solo, terminou na sexta posição. Em janeiro de 1996, no Campeonato Europeu, a ginasta conquistou três medalhas de ouro: por equipes, no salto e nas barras assimétricas. No Campeonato Mundial do mesmo ano, em San Juan, Simona ficou com a prata na prova do solo, com a nota 9,787, atrás da também romena Gina Gogean. Com os resultados dos últimos campeonatos mundiais, Amânar foi aos Jogos Olímpicos em Atlanta, Estados Unidos, como uma das favoritas a conquistar a medalha de ouro no individual geral na ginástica artística feminina. Lá, conquistou quatro medalhas - uma de ouro, uma de prata e duas de bronze. Na prova por equipes ajudou as romenas a conquistarem a medalha de bronze; no individual geral, ficou novamente com a terceira colocação - com a nota 39,067 -, encerrando o evento atrás da ucraniana Lilia Podkopayeva (ouro), e da romena Gina Gogean (prata); no salto conquistou sua primeira medalha de ouro olímpica - com a nota 9,825; Amânar ainda chegou à final do solo, no qual conquistou a medalha de prata com o somatório de 9,850; por fim, em seu último evento, as barras assimétricas, Simona ficou na quinta posição, com a nota 9,787.

No Campeonato Mundial de 1997, disputado em Lausana, Suíça, a ginasta conquistou a medalha de ouro no solo - com a nota 9,712 - e também na prova por equipes; no individual geral ficou com a medalha de prata, com a nota 38,587, superada novamente pela russa Svetlana Khorkina, que conquistou a medalha de ouro. No Campeonato Europeu disputado em São Petersburgo, a ginasta conqusitou uma medalha de ouro na competição por equipes, duas de prata - no all around e no salto – e duas de bronze - no solo e na trave. Na Final da Copa do Mundo, disputado em Sabae, Amânar conquistou duas medalhas de ouro. A primeira delas, na prova do solo, e a segunda, no salto. Em 1999, Amânar continuou a liderar a equipe romena nas competições. No Campeonato Mundial em Tianjin, República Popular da China, mais uma vez junto a equipe romena, conquistou a medalha de ouro por equipes, porém desapontou mais uma vez no concurso geral, onde ficou apenas com a 14ª posição; também conquistou duas medalhas de prata nas provas do solo e do salto.

Junto a equipe da Rússia, a equipe romena - liderada por Amânar - entrou como a favorita na ginástica artística feminina nos Jogos Olímpicos em Sydney. Junto a Andreea Raducan, Maria Olaru, Loredana Boboc, Andreea Isarescu e Claudia Presacan, Simona ajudou a equipe romena vencer a equipe russa por 0,205 ponto de diferença, e conquistar a medalha de ouro. No concurso geral, conquistou originalmente a medalha de prata com a nota 38,642. Porém, com a desclassificação da campeã Andreea Răducan, que no teste antidoping deu positivo para o uso de pseudoefedrina, considerada dopante,[5] acabou herdando a medalha de ouro. Também conquistou a medalha de bronze no solo com a nota 9,712, e ficou na sexta posição na prova do salto, na qual tinha conquistado a medalha de ouro em Atlanta. Ainda em 2000, diputou o Campeonato Europeu em Paris, onde conquistou uma medalha de ouro (salto), uma de prata (trave) e uma de bronze (equipes), chegou também a final do solo, onde ficou na quinta posição, e do all around, onde ficou na oitava posição. Sua última competição de grande porte foi na super-final da Copa do Mundo, em Glasgow, onde conquistou duas medalhas de prata e uma de bronze.

Ao final de 2000, Amânar anunciou sua aposentadoria.[6] No ano seguinte, deu-se sua cerimônia de retiramento, na qual recebeu um troféu e flores por suas contribuições ao esporte romeno. Pouco depois, a já ex-ginasta, casou-se com o advogado Cosmin. Em 2002, nasceu seu filho, Alexandru Ioan. Até o ano de 2009, a ex-ginasta era técnica da modalidade em seu país.[7] Amanar é ainda a autora do salto que leva seu nome, Amanar. Quando executado pela primeira vez, o mesmo valia 10,0. Ao que o código de pontos fora modificado, este recebeu o chamado valor de dificuldade 6,5. Cheng Fei e Jade Barbosa são exemplos de ginastas que já o executaram.[carece de fontes?]

Principais resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Evento AA Equipe Salto sobre o cavalo Trave Barras assimétricas Solo
1994 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de ouro
1995 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de ouro
1996 Jogos Olímpicos Medalha de bronze Medalha de bronze Medalha de ouro Medalha de prata
Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de prata
1997 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de prata Medalha de ouro Medalha de ouro
1998 Final da Copa do Mundo Medalha de ouro Medalha de ouro
1999 Campeonato Mundial de Ginástica Artística 13º Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de prata
2000 Campeonato Europeu Medalha de bronze Medalha de ouro Medalha de prata
Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de prata Medalha de prata Medalha de bronze
Jogos Olímpicos Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de bronze

Obs: Espaços não preenchidos significam provas nas quais a ginasta não participou ou não conquistou medalha.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Perfil de AMANAR Simona». FIG. Exel.fig-gymnastics.com. Consultado em 2 de dezembro de 2008 
  2. «Honored Inductees». International Gymnastics Hall of Fame. Ighof.com. Consultado em 2 de Dezembro de 2008 
  3. «Simona AMANAR» (em inglês). Romanian Gymn. Consultado em 3 de março de 2009 
  4. «Simona Amanar». Fortunecity. Consultado em 2 de março de 2009 
  5. «Ucranianas perdem bronze no remo olímpico por "doping"». Podium.pt. Consultado em 1 de Dezembro de 2008 
  6. Gymbox. «Simona Amanar». Gymbox.net. Consultado em 2 de Dezembro de 2008 
  7. «Simona Amanar». Ginasticaromena.kit.net. Consultado em 5 de março de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]