Templo de Jano (Fórum Holitório)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Templo de Jano
Igreja de San Nicola in Carcere, construída provavelmente aproveitando a estrutura do templo (veja Fórum Holitório).
Tipo Templo romano
Construção século III a.C.
Promotor / construtor Caio Duílio
Geografia
País Itália
Cidade Roma
Coordenadas 41° 53' 28.6" N 12° 28' 48" E
Templo de Jano está localizado em: Roma
Templo de Jano
Templo de Jano

Templo de Jano (em latim: Aedes Jani)[nota 1] é um templo ao antigo deus Jano no Fórum Holitório de Roma. Sua estrutura provavelmente está incorporada à igreja de San Nicola in Carcere (veja Fórum Holitório).

História[editar | editar código-fonte]

Construção[editar | editar código-fonte]

O templo foi construído por Caio Duílio depois da vitória romana na Batalha de Milas[2] (260 a.C.) e ficava num local definido como "ad theatrum Marcelli"[3] iuxta theatrum Marcelli[nota 2] e "extra portam Carmentalem"[5]. A data de dedicação foi a Portunália (17 de agosto)[6].

Augusto[editar | editar código-fonte]

Augusto deu início à restauração do templo, um projeto completado por seu herdeiro, Tibério, em 17 d.C.[2]. O templo foi re-dedicado em 18 de outubro. De acordo com Plínio, o Velho[7], Augusto trouxe uma estátua de Jano, obra ou de Escopas ou Praxíteles[nota 3] para ser dedicada no templo.

Localização[editar | editar código-fonte]

Planimetria do Campo de Marte meridional


Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Fest. 285 afirma que o senado estava proibido de se encontrar neste templo por causa de seu decreto de que os Fabii deveriam prosseguir com o cerco a Veios foi feito "in aede Jani. Contudo, é provável que esta história seja apócrifa, pois não há evidências de um templo de Jano mais antigo Roma no qual uma reunião do Senado possa ter ocorrido. A estrutura de Duílio, porém, pode ter sido o local de um templo mais antigo[1].
  2. Serv. Aen. VII.607, que é uma interpolação, na opinião de Jordanes, embora esta opinião não seja corroborada pela crítica de Thilo. É muito mais provável que ele tenha confundido este templo com o outro, no Argileto, e, por isso, escreveu "sacrarium hoc, id est belli portas, Numa Pompilius fecit circa imum Argiletum iuxta theatrum Marcelli"[4].
  3. Provavelmente "Hermes Dicéfalo" de Escopas (Έρμης δικέφαλος), uma imagem apropriada para Jano[8].

Referências

  1. HJ 508; Rosch. II.26; Gilb. I.260‑265; iii.380; Jord. I.2.347).
  2. a b Tac. Ann. II.49.
  3. Fast. Allif. et Vall. ad XVI Kal. Sept., CIL I2 p217, 240; Fast. Amit. ad XV Kal. Nov., CIL I2 p245, 325, 332
  4. Cf. Liv. I.19.2. Esta é a segunda das alternativas sugeridas por Wissowa in Gött. Gel. Anz. 1904, 562.
  5. Fest. 285.
  6. Veja Fast. Allif. et Vallens.; e, para a importância da festa, Fasti Triumphales Capitolini, ii.474‑478.
  7. Plínio, o Velho, NH xxxvi.28
  8. WR 106; Jahr. d. Inst. 1890, 148‑149.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Templo de Jano (Fórum Holitório)