Templo de Portuno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Templo de Portuno.
Gravura de Piranesi (século XVIII) mostrando a antiga igreja de Santa Maria Egyziaca, que ajudou a preservar o templo da destruição e foi desconsagrada em 1832.

Templo de Portuno (em italiano: Tempio di Portuno) é um antigo templo romano localizado no rione Ripa, na cidade de Roma, Itália, o principal dedicado ao deus Portuno na cidade[1]. Todo construído na ordem jônica, ele ainda é mais conhecido pelo seu nome incorreto, Templo da Fortuna Viril, dado a ele por antiquários no passado. Localizado no Fórum Boário perto da margem do rio Tibre, o local, durante a Antiguidade, vigiava o Porto Tiberino numa curva acentuada do rio; dali, Portuno guardava as barcaças de gado que chegavam à cidade vindas de Óstia, o porto marítimo de Roma[2].

História[editar | editar código-fonte]

Construído no século I a.C.[3], o edifício é constituido por um pórtico tetrastilo e uma cela, elevados num pódio alto acedido por um lance de escadas, ainda presente[4]. Assim como a Maison Carrée, em Nîmes, o pórtico pronaos tem duas fileiras de quatro colunas jônicas, todas livres. Já as demais cinco colunas nas laterais e as quatro no fundo estão embutidas nas paredes da cela. Este formato é chamado de pseudoperípteral para diferi-lo do verdeiro templo perípteral (como o Partenon), inteiramente rodeado por colunas livres. O templo foi construído em tufo e travertino recobertos em estuque, que desapareceu completamente ao longo dos séculos.

O templo deve seu admirável estado de conservação ao fato de ter sido convertido em igreja, dedicada a Santa Maria Egyziaca (Santa Maria do Egito)[5], desconsagrada em 1832.

O Templo de Portuno vem sendo admirado, desenhado, posto em gravuras e copiado desde o século XVI[6].

O Templo de Hércules Victor está localizado a poucos metros para o sudeste.

Referências

  1. L. Richardson, jr (1 de outubro de 1992). A New Topographical Dictionary of Ancient Rome. [S.l.]: JHU Press. pp. 320–. ISBN 978-0-8018-4300-6 
  2. John W. Stamper (16 de fevereiro de 2005). The Architecture of Roman Temples: The Republic to the Middle Empire. [S.l.]: Cambridge University Press. pp. 62–. ISBN 978-0-521-81068-5 
  3. «Temple of Portunus.»  World Monuments Fund, 2013. Archived here.
  4. Fred Kleiner (4 de fevereiro de 2010). A History of Roman Art, Enhanced Edition. [S.l.]: Cengage Learning. pp. 7–. ISBN 0-495-90987-4 
  5. Amanda Claridge (5 de agosto de 2010). Rome. [S.l.]: Oxford University Press. pp. 334–. ISBN 978-0-19-150138-8 
  6. Irma B. Jaffe (1 de janeiro de 1989). The Italian Presence in American Art, 1760-1860. [S.l.]: Fordham Univ Press. pp. 242–. ISBN 978-0-8232-1249-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Templo de Portuno