Templo de Portuno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Templo de Portuno
Gravura de Piranesi (século XVIII) mostrando a antiga igreja de Santa Maria Egyziaca, que ajudou a preservar o templo da destruição e foi desconsagrada em 1832

Templo de Portuno (em italiano: Tempio di Portuno ) é um antigo templo romano localizado no rione Ripa, na cidade de Roma, Itália, o principal dedicado ao deus Portuno na cidade[1]. Todo construído na ordem jônica, ele ainda é mais conhecido pelo seu nome incorreto, Templo da Fortuna Viril, dado a ele por antiquários no passado. Localizado no Fórum Boário perto da margem do rio Tibre, o local, durante a Antiguidade, vigiava o Porto Tiberino numa curva acentuada do rio; dali, Portuno guardava as barcaças de gado que chegavam à cidade vindas de Óstia, o porto marítimo de Roma[2].

História[editar | editar código-fonte]

Construído no século I[3], o edifício é constituído por um pórtico tetrastilo e uma cela, elevados num pódio alto acedido por um lance de escadas, ainda presente[4]. Assim como a Maison Carrée, em Nîmes, o pórtico pronau tem duas fileiras de quatro colunas jônicas, todas livres. Já as demais cinco colunas nas laterais e as quatro no fundo estão embutidas nas paredes da cela. Este formato é chamado de pseudoperíptero para diferi-lo do verdadeiro templo períptero (como o Partenon), inteiramente rodeado por colunas livres. O templo foi construído em tufo e travertino recobertos em estuque, que desapareceu completamente ao longo dos séculos.

O templo deve seu admirável estado de conservação ao fato de ter sido convertido em igreja, dedicada a Santa Maria Egyziaca (Santa Maria do Egito)[5], desconsagrada em 1832.

O Templo de Portuno vem sendo admirado, desenhado, posto em gravuras e copiado desde o século XVI[6].

O Templo de Hércules Victor está localizado a poucos metros para o sudeste.

Referências

  1. L. Richardson, jr (1 de outubro de 1992). A New Topographical Dictionary of Ancient Rome. [S.l.]: JHU Press. pp. 320–. ISBN 978-0-8018-4300-6 
  2. John W. Stamper (16 de fevereiro de 2005). The Architecture of Roman Temples: The Republic to the Middle Empire. [S.l.]: Cambridge University Press. pp. 62–. ISBN 978-0-521-81068-5 
  3. «Temple of Portunus.». Consultado em 31 de maio de 2015. Arquivado do original em 30 de abril de 2013 World Monuments Fund, 2013.
  4. Fred Kleiner (4 de fevereiro de 2010). A History of Roman Art, Enhanced Edition. [S.l.]: Cengage Learning. pp. 7–. ISBN 0-495-90987-4 
  5. Amanda Claridge (5 de agosto de 2010). Rome. [S.l.]: Oxford University Press. pp. 334–. ISBN 978-0-19-150138-8 
  6. Irma B. Jaffe (1 de janeiro de 1989). The Italian Presence in American Art, 1760-1860. [S.l.]: Fordham Univ Press. pp. 242–. ISBN 978-0-8232-1249-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Templo de Portuno