The Wedding Planner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Wedding Planner
Resistir-lhe é Impossível[1] (PRT)
O Casamento dos Meus Sonhos[2] (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2001 •  cor •  103 min 
Direção Adam Shankman
Produção Peter Abrams
Deborah Del Prete
Jennifer Gibgot
Robert L. Levy
Gigi Pritzker
Produção executiva Meg Ryan (não creditada)
Roteiro Michael Ellis
Pamela Falk
Elenco Jennifer Lopez
Matthew McConaughey
Bridgette Wilson-Sampras
Justin Chambers
Judy Greer
Alex Rocco
Joanna Gleason
Charles Kimbrough
Fred Willard
Lou Myers
Frances Bay
Gênero comédia romântica
Música Mervyn Warren
Cinematografia Julio Macat
Edição Lisa Zeno Churgin
Companhia(s) produtora(s) Intermedia
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 26 de janeiro de 2001
Brasil 30 de março de 2001
Idioma inglês
Orçamento US$35 milhões
Receita US$94,728,529[3]

The Wedding Planner (no Brasil: O Casamento dos Meus Sonhos; em Portugal: Resistir-lhe é Impossível) é um filme estadunidense de 2001, uma comédia romântica dirigida por Adam Shankman, escrito por Michael Ellis e Pamela Falk, e estrelado por Jennifer Lopez, Matthew McConaughey, Bridgette Wilson-Sampras, Justin Chambers, e Judy Greer. Meg Ryan foi produtora executive do filme, não creditada.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mary é uma conceituada organizadora de casamentos, que consegue transformar qualquer casamento em um evento romântico inesquecível para os noivos e seus familiares. Mas quando ela se apaixona pelo noivo de um dos casamentos que está organizando, começa a perceber que falta amor em sua vida e, por causa disso, se envolve em uma série de confusões.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Os atores originais criados para interpretarem Mary e Steve foram Jennifer Love Hewitt e Brendan Fraser, respectivamente. Eles foram substituídos por Sarah Michelle Gellar e Freddie Prinze Jr. Os dois casais, eventualmente, desistiram devido a conflitos de agenda, deixando Lopez e McConaughey sendo os eventuais protagonistas.[5]

Localizações[editar | editar código-fonte]

Muitas das cenas foram filmadas em Golden Gate Park, especificamente no Music Concourse (entre o velho De Young Museum e o velho California Academy of Sciences), o Japanese Tea Garden e a Biblioteca Huntington. A primeira cerimônia de casamento é filmada dentro da capela da Universidade Stanford.[6]

Recepção[editar | editar código-fonte]

The Wedding Planner foi lançado em 26 de janeiro de 2001 nos Estados Unidos,[3] e 30 de março de 2001 no Brasil.[7]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

The Wedding Planner foi exibido em 2,785 cinemas e arrecadou US$13,510,293 em sua semana de estreia (no fim de semana do Super Bowl), abrindo na posição número um nas bilheterias. O filme arrecadou US$60,400,856 no mercado nacional e ganhou um registro mundial de US$94,728,529.[3]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

The Wedding Planner tem recepção desfavorável por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 17% em base de 104 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: “Em vez de ser leve e charmosa, esta comédia romântica é pesada e artificial em sua execução. Além disso, é muito banal”. Tem 59% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[8] Metacritic deu ao filme uma pontuação média de 33 em 100, com base em 29 críticas dos principais críticos.[9]

Lisa Schwarzbaum, da Entertainment Weekly, comparou criticamente o filme ao O Casamento do Meu Melhor Amigo, escrevendo que: "Onde Julia Roberts transformou o mundo com sua capacidade de abraçar, a vibração de Lopez é a de alguém com medo de se deixar enganar. E onde Rupert Everett era divino como um companheiro, McConaughey é mortalmente comum como prato principal, que passa a maior parte do tempo sorrindo como um convidado da festa."[10] Kimberly Jones, do The Austin Chronicle, observou que os dois principais personagens sendo maltratados foram a maior decepção de The Wedding Planner, sentindo que enquanto Lopez e McConaughey têm "enorme carisma" (referindo-se ao trabalho de Lopez em Out of Sight como exemplo) a "suavidade de The Wedding Planner - anula seu apelo em um passeio totalmente desagradável para duas estrelas que merecem tramas muito mais sofisticadas".[11] Um escritor do The New York Times escreveu que o carisma das estrelas do filme, juntamente com suas atuações, tornam "The Wedding Planner mais indolor do que o direito de ser".[12] Robert Koehler, da Variety, descreveu The Wedding Planner como: "uma dama de honra atraente, mas dificilmente uma noiva linda entre as comédias românticas".[13] Michael Thomson, da BBC escreveu o seguinte: "Infelizmente, depois que os dois protagonistas se tornam menos conectados na presença um do outro, e a tensão sexual começa a cair, todos parecem estar lendo um teleprompter".[14] O filme foi indicado para o prêmio Framboesa de Ouro de Pior Atriz para Jennifer Lopez, que também concorreu na mesma categoria por Angel Eyes, ela perdeu em ambos para Mariah Carey em Glitter.

Referências

  1. Resistir-lhe é Impossível RTP
  2. «O Casamento dos Meus Sonhos». no AdoroCinema 
  3. a b c The Wedding Planner (2001). Box Office Mojo. Retrieved 2011-01-03.
  4. http://www.imdb.com/title/tt0209475/fullcredits/
  5. World, Republic. «Jennifer Lopez starrer 'The Wedding Planner': Interesting facts that you might not know». Republic World. Consultado em 8 de maio de 2020 
  6. «Story Notes for The Wedding Planner». AMC (em inglês). Consultado em 8 de maio de 2020 
  7. «Comentário: "O Casamento dos Meus Sonhos" é comédia bonitinha». Reuters. Folha de S.Paulo. 30 de março de 2001. Consultado em 28 de abril de 2014 
  8. «The Wedding Planner» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 24 de abril de 2014 
  9. «The Wedding Planner». Metacritic (CBS Interactive). Consultado em 23 de julho de 2012 
  10. Lisa Schwarzbaum (31 de janeiro de 2001). «The Wedding Planner Review | Movie Reviews and News». Entertainment Weekly. Consultado em 3 de novembro de 2012 
  11. «The Wedding Planner - Film Calendar». The Austin Chronicle. Consultado em 3 de novembro de 2012 
  12. Scott, A. O. (26 de janeiro de 2001). «FILM REVIEW; Some Things Just Can't Be Planned». The New York Times 
  13. Koehler, Robert (18 de janeiro de 2001). «The Wedding Planner - Film Reviews». Variety. Consultado em 3 de novembro de 2012 
  14. Michael Thomson Updated 22 March 2001 (22 de março de 2001). «Films - review - The Wedding Planner». BBC. Consultado em 3 de novembro de 2012 

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]