Troféu HQ Mix - Roteirista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Troféu HQ Mix - Roteirista
Local São Paulo
País  Brasil
Primeira cerimónia 1989
Detentor ACB e IMAG
Sítio oficial

Roteirista é uma das premiações do Troféu HQ Mix, prêmio brasileiro dedicado aos quadrinhos que é realizado desde 1989. São duas as categorias relacionadas: "Roteirista estrangeiro" e "Roteirista nacional".

História[editar | editar código-fonte]

As categorias "Roteirista estrangeiro" e "Roteirista nacional" fazem parte do Troféu HQ Mix desde sua primeira edição, em 1989. São destinadas a premiar roteiristas brasileiros e estrangeiros com base na produção nacional do ano anterior ao da realização da cerimônia. No caso dos estrangeiros, a eleição é baseada na data de lançamento das edições nacionais de seus trabalhos. Ambas as categorias são escolhidas por votação entre profissionais da área (desenhistas, roteiristas, jornalistas, editores, pesquisadores etc.) a partir de uma lista de sete indicados elaborada pela comissão organizadora do evento.[1]

Na categoria "Roteirista estrangeiro", o país premiado mais vezes é o Reino Unido, com 13 troféus (sete para Alan Moore - maior premiado da categoria -, cinco para Neil Gaiman e um para Garth Ennis). Em seguida, vêm os Estados Unidos (nove troféus), Japão (dois) e Suécia, Itália e Malta (um vencedor cada). Na categoria "Roteirista nacional", os maiores ganhadores são Laerte Coutinho e Lourenço Mutarelli, com quatro troféus cada. O troféu foi dividido entre dois roteiristas duas vezes: Em 2009 venceram Adriana Brunstein e Samuel Casal, que escreveram juntos a graphic novel Prontuário 666, e, em 2014, os irmãos Vitor e Lu Cafaggi venceram por seu trabalho em Turma da Mônica - Laços.[2][3]

Após uma reformulação do Troféu HQ Mix em 2016, a categoria "Roteirista estrangeiro" foi extinta.[4]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Roteirista estrangeiro[editar | editar código-fonte]

O britânico Alan Moore venceu sete vezes a categoria (1989, 1991, 2001, 2003, 2004, 2008 e 2009).
O britânico Neil Gaiman venceu cinco vezes a categoria (1990, 1992, 1993, 1994 e 1995).
O estadunidense Frank Miller venceu em 1997 e 1999.
O italiano Giancarlo Berardi venceu em 2002.
O japonês Osamu Tezuka venceu em 2006, in memoriam.
O estadunidense Robert Kirkman venceu em 2013 e 2014.
Ano Roteirista Nacionalidade Obra(s) Outros indicados Nota(s)
1989 Alan Moore  Reino Unido [5]
1990 Neil Gaiman [5]
1991 Alan Moore [5]
1992 Neil Gaiman [5]
1993 [5]
1994 [5]
1995 [5]
1996 Art Spiegelman  Suécia [5]
1997 Frank Miller  Estados Unidos [5]
1998 Garth Ennis  Reino Unido [5]
1999 Frank Miller  Estados Unidos [5]
2000 David Lapham  Estados Unidos Balas Perdidas [6]
2001 Alan Moore  Reino Unido Do Inferno [7]
2002 Giancarlo Berardi  Itália Ken Parker [8]
2003 Alan Moore  Reino Unido Tom Strong e Top Ten [9]
2004 Alan Moore A Liga Extraordinária [10]
2005 Will Eisner  Estados Unidos Avenida Dropsie [11]
2006 Osamu Tezuka  Japão Buda
  • Alexandro Jodorowski (Bórgia)
  • Giancarlo Berardi (Julia - Aventuras de uma Criminóloga)
  • Gianfranco Manfredi (Mágico Vento)
  • J.M. Straczynski (Rising Star; Esquadrão Supremo)
  • Kazuo Koike (Lobo Solitário)
  • Brian Michael Bendis (Powers; Demolidor)

[12][13]
2007 Kazuo Koike  Japão Lobo Solitário
  • Alejandro Jodorowsky (Incal)
  • Hugo Pratt (Corto Maltese; El Gaucho)
  • Joan Sfarr (O Gato do Rabino)
  • Michael Bendis (Demolidor)
  • Osamu Tezuka (Adolf)
  • Robert Kirkman (Mortos-Vivos; Invencível)

[14][15]
2008 Alan Moore  Reino Unido Lost Girls
  • Alison Bechdel (Fun Home)
  • David B. (Epiléptico 1)
  • Ed Brubaker (Demolidor)
  • Guy Delisle (Pyongyang)
  • Kazuo Koike (Samurai Executor; Lobo Solitário)
  • Warren Ellis (Planetary)

[16][17]
2009 Promethea
  • Ai Yazawa (Nana)
  • Brian Wood (DMZ; Local)
  • Charles Burns (Black Hole)
  • David B. (Epiléptico)
  • Geoff Johns (Lanterna Verde; JSA)
  • Grant Morrison (Grandes Astros Superman)

[2][18]
2010 Chris Ware  Estados Unidos Jimmy Corrigan
  • Alejandro Jodorowsky (A Casta dos Metabarões)
  • Alex Robinson (Fracasso de Público)
  • Guy Delisle (Crônicas Birmanesas; Shenzen)
  • Hayao Miyazaki (Nausicaä)
  • Hiromu Arakawa (FullMetal Alchemist)
  • Rich Koslowski (Três Dedos: Um Escândalo Animado)

[19][20]
2011 Joe Sacco  Malta Notas sobre Gaza
  • Alan Moore (A Liga Extraordinária - Século: 1910)
  • Alejandro Jodorowsky (Bórgia)
  • Brian K. Vaughan (Os Escapistas; Y - O Último Homem; Ex-Machina)
  • José-Louis Bocquet (Kiki de Montparnasse)
  • Paul Jenkins (Guerra Civil Especial)
  • Warren Ellis (Red; Transmetropolitan)

[21][22]
2012 David Mazucchelli  Estados Unidos Asterios Polyp
  • Brian Wood (ZDM e Vikings)
  • Giancarlo Berardi (J. Kendall; Ken Parker)
  • Jacques Tardi (Era A Guerra de Trincheiras)
  • Pierre Paquet (Quando eu Cresci)
  • Robert Kirkman (Os Mortos-Vivos)
  • Shaun Tan (A Chegada)

[23][24]
2013 Robert Kirkman The Walking Dead
  • Alex Robinson (Fracasso de Público: Adeus)
  • Bastien Vivés (O gosto do cloro)
  • Brian K. Vaughan (Y - O último homem)
  • Craig Thompson (Habibi)
  • Daniel Clowes (Wilson)
  • Naoki Urasawa (20th Century Boys #1 e #2)

[25][26]
2014
  • Alison Bechdel (Você é Minha Mãe?)
  • Naoki Urasawa (20th Century Boys)
  • Guy Delisle (Crônicas de Jerusalém)
  • Jason Aaron (Escalpo)
  • Mark Waid (Demolidor)
  • Reinhard Kleist (O Boxeador)

[3][27]
2015 Mark Waid Demolidor
  • Alan Moore (Juiz Dredd Magazine; Fashion Beast)
  • Brian K. Vaughan (Saga vol. 1)
  • Étienne Davodeau (Os Ignorantes)
  • José-Louis Bocquet (Olympe de Gouges)
  • Matt Fraction (Gavião Arqueiro)
  • Naoki Urasawa (20th Century Boys)

[28][29]

Roteirista nacional[editar | editar código-fonte]

Laerte Coutinho venceu quatro vezes a categoria (1989, 1990, 1991 e 1997).
Lourenço Mutarelli venceu quatro vezes a categoria (1999, 2003, 2005 e 2007).
André Diniz venceu três vezes a categoria (2004, 2010 e 2012).
Laudo Ferreira Jr. venceu em 2017 e 2019.
Spacca venceu em 2006.
Danilo Beyruth venceu em 2011.
Gustavo Duarte venceu em 2013.
Vitor Cafaggi venceu, ao lado de sua irmã, em 2014.
Lu Cafaggi venceu, ao lado de seu irmão, em 2014.
Marcello Quintanilha venceu em 2015.
Ano Roteirista Obra(s) Outros indicados Nota(s)
1989 Laerte [5]
1990 [5]
1991 [5]
1992 Guilherme de Almeida Prado [5]
1993 André Toral [5]
1994 Patati [5]
1995 Ota [5]
1996 Newton Foot [5]
1997 Laerte [5]
1998 Paulo Garfunkel [5]
1999 Lourenço Mutarelli [5]
2000 André Toral [6]
2001 André Toral [7]
2002 Wellington Srbek [8]
2003 Lourenço Mutarelli [9]
2004 André Diniz Subversivos e outras histórias [10]
2005 Lourenço Mutarelli [11]
2006 Spacca Santô e os pais da aviação
  • André Diniz (Chalaça; O Amigo do Imperador)
  • Caco Galhardo (Dom Quixote)
  • Gonçalo Junior (Claustrofobia)
  • Marcatti (Mariposa)
  • Osmarco Valadão (The Long Yesterday)
  • Wellington Srbek (Muiraquitã Especial; Monstros)

[12][13]
2007 Lourenço Mutarelli Caixa de areia
  • André Kitagawa (Chapa Quente)
  • Gonçalo Junior (O Messias)
  • Leo (Aldebaran)
  • Osmarco Magalhães (O Instituto)
  • Volney Nazareno (Encantarias)
  • Wellington Srbek (Muiraquitã)

[14][15]
2008 Wander Antunes O corno que sabia demais e A boa sorte de Solano Dominguez
  • Daniel Esteves (Nanquim Descartável)
  • Fábio Moon (O Alienista)
  • Guazzelli (O Primeiro Dia; O Relógio Insano)
  • Laerte (Laertevisão)
  • Marcatti (A Relíquia)
  • Spacca (D. João Carioca)

[16][17]
2009 Adriana Brunstein e Samuel Casal Prontuário 666
  • André Diniz (Coleção História e Filosofia em Quadrinhos)
  • Daniel Esteves (Nanquim Descartável; Front)
  • Cadu Simões (Nova Hélade; Garagem Hermética)
  • Fábio Lyra (Menina Infinito - Desiderata)
  • Fábio Moon e Gabriel Bá (Descobrindo São Paulo)
  • José Aguiar (Quadrinhofilia)

[2][18]
2010 André Diniz 7 vidas, A revolta de Canudos e Ato 5
  • Daniel Esteves (Café Espacial; Garagem Hermética; Nanquim Descartável; Quadrinhópole)
  • Laudo (Yeshuah)
  • Guazzelli (Graffiti 76% Quadrinhos; Pagador de Promessas; Ragu)
  • Marcello Quintanilha (Sábado dos Meus Amores)
  • Sandro Lobo (Copacabana)
  • Spacca (Jubiabá)

[19][20]
2011 Danilo Beyruth Bando de dois
  • André Diniz (O Quilombo Orum Aiê)
  • Alex Mir (O Mistério da Mula-sem-Cabeça)
  • Laudo Ferreira Jr. (Yeshuah)
  • Luiz Antonio Aguiar (Triste Fim de Policarpo Quaresma)
  • Roger Cruz (Xampu - Lovely Losers)
  • Wellington Srbek (Memórias Póstumas de Brás Cubas)

[21][22]
2012 André Diniz Morro da Favela
  • Carlos Ferreira (Kardec)
  • Daniel Esteves (O Louco, a Caixa e o Homem; Nanquim Descartável)
  • Lourenço Mutarelli (Quando meu Pai se Encontrou com o ET Fazia Um Dia Quente)
  • Marcelo Cassaro (Dbride: A Noiva do Dragão)
  • Vitor Cafaggi (Duo.tone; Valente para Sempre)
  • Wellington Srbek (Ciranda Coraci; O Senhor das Histórias)

[23][24]
2013 Gustavo Duarte Monstros!
  • André Diniz (Negrinho do Pastoreio)
  • Daniel Esteves (Km Blues; Petisco Apresenta, vol. 1)
  • Danilo Beyruth (Astronauta - Magnetar)
  • Ferréz (Desterro)
  • Marcela Godoy (Shakespeare em Quadrinhos; vol. 5 - Macbeth; A Dama do Martinelli)
  • Rogério Vilela (Acordes)

[25][26]
2014 Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi Turma da Mônica - Laços
  • André Diniz (Z de Zelito)
  • Daniel Esteves (São Paulo dos Mortos)
  • Estevão Ribeiro (Futuros Heróis)
  • José Aguiar (Folheteen - Direto ao Ponto)
  • Shiko (Piteco - Ingá)
  • Wellington Srbek (Hamlet)

[3][27]
2015 Marcello Quintanilha Tungstênio
  • André Diniz (Duas Luas)
  • Eloar Guazzelli (Kaputt)
  • Laudo Ferreira Jr. (Yeshuah vol. 3 – Onde Tudo Está)
  • Magno Costa (A Vida de Jonas)
  • Marcelo D'Salete (Cumbe)
  • Marcelo Saravá (Aos Cuidados de Rafaela)

[28][29]
2016 Lillo Parra Descobrindo um Novo Mundo e La Dansarina
  • Ana Luiza Koehler (Beco do Rosário Vol 1)
  • André Diniz (Café Espacial nº.15; Que Deus te abandone; Quando a noite fecha os olhos)
  • Bianca Pinheiro (Bear – Volume 2)
  • Eduardo Damasceno (Quiral)
  • Fábio Moon e Gabriel Bá (Dois Irmãos)
  • Marcello Quintanilha (Talco de vidro)
  • Pablo Casado (Mayara & Annabelle – Volume 2)
  • Rogério Coelho (Louco – Fuga; O Barco dos Sonhos)
  • Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi (Turma da Mônica – Lições)

[4][30]
2017 Laudo Ferreira Cadernos de Viagem, Yeshuah Absoluto, Zé do Caixão
  • Alexandre S. Lourenço (Você é um Babaca, Bernardo)
  • Bianca Pinheiro (Mônica - Força)
  • Danilo Beyruth (Astronauta – Assimetria)
  • Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho (Bidu - Juntos)
  • Gabriel Mourão (Paraíba)
  • José Aguiar (Coisas de Adornar Paredes, A Infância do Brasil)
  • David Calil (Uma Noite em L’enfer)
  • Milena Azevedo (Visualizando Citações 2; Haole)
  • Rafael Albuquerque, Rafael Scavone e Thedy Corrêa (O Segredo da Floresta)

[31][32]
2018 Marcelo D'Salete
  • Alexandre S Lourenço
  • André Diniz
  • André Toral
  • Bianca Pinheiro
  • José Aguiar
  • Lu Cafaggi e Vitor Cafaggi
  • Magno Costa
  • Rafael Coutinho
  • Wagner Willian

[33][34]
2019 Laudo Ferreira O Santo Sangue

[35][36]

Referências

  1. André Forastieri (20 de março de 1989). «HQ Mix». Folha de S.Paulo: 6 (Ilustrada) 
  2. a b c «Confira os ganhadores do 21º HQ Mix». Universo HQ. 17 de agosto de 2009 
  3. a b c «A lista dos vencedores do 26° Troféu HQ Mix». Universo HQ. 8 de setembro de 2014 
  4. a b «Os vencedores do 28º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 15 de agosto de 2016 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v «Portal oficial do Trofeu HQ Mix». Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 20 de janeiro de 2012  «Arquivo no WebCite» 
  6. a b «12º Troféu HQ Mix e os melhores de 99». Omelete. 21 de julho de 2000 
  7. a b «Equipe do Universo HQ ganha dois troféus HQ Mix». Universo HQ. 13 de setembro de 2001. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 28 de março de 2013 
  8. a b «Equipe do Universo HQ é biampeã do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 11 de setembro de 2002. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 27 de março de 2013 
  9. a b «Equipe do Universo HQ conquista tricampeonato do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 10 de junho de 2003. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 28 de março de 2013 
  10. a b «Universo HQ é tetracampeão do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 23 de junho de 2004. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2010 
  11. a b «Universo HQ Pentacampeão: confira os resultados do 17° HQ Mix». Universo HQ. 18 de julho de 2005. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2010 
  12. a b «Universo HQ e Sidney Gusman são hexacampeões do HQ Mix». Universo HQ. 5 de junho de 2006 
  13. a b «Os indicados ao 18º HQ Mix». Sobrecarga. 28 de abril de 2006. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 21 de agosto de 2009 
  14. a b «Pela sétima vez consecutiva, Universo HQ e Sidney Gusman ganham o HQ Mix». Universo HQ. 2 de julho de 2007. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2010 
  15. a b «Confira os indicados ao 19º HQ MIX». HQ Maniacs. 16 de abril de 2007. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 22 de julho de 2012 
  16. a b «Universo HQ é octacampeão do HQ Mix; confira todos os premiados». Universo HQ. 17 de julho de 2008 
  17. a b «Sai lista de indicados ao HQ Mix; UHQ concorre em quatro categorias». Universo HQ. 26 de maio de 2008 
  18. a b «Sai a lista de indicados ao 21º Troféu HQ Mix». Omelete. 9 de maio de 2009 
  19. a b «Conheça os vencedores do 22º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 29 de setembro de 2010. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 27 de outubro de 2011 
  20. a b «Saem os indicados ao 22º Troféu HQMix». Omelete. 6 de julho de 2010 
  21. a b «Divulgados os vencedores do 23º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 9 de setembro de 2011. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 25 de janeiro de 2012 
  22. a b «23º Troféu HQ Mix». Revista Trip. 9 de setembro de 2011 
  23. a b «Divulgados os vencedores do prêmio HQ Mix 2012». Universo HQ. 19 de junho de 2012. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 4 de agosto de 2012 
  24. a b «Divulgada lista final dos indicados ao prêmio HQ Mix deste ano». Universo HQ. 16 de abril de 2012. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 28 de janeiro de 2013 
  25. a b «Os vencedores do 25º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 19 de julho de 2013 
  26. a b [trofeu-hqmix.blogspot.com.br/2013/04/cedula-final.html «Cédula final»] Verifique valor |url= (ajuda). Blog oficial do Troféu HQ Mix. 10 de abril de 2013 
  27. a b [trofeu-hqmix.blogspot.com.br/2014/05/lista-final.html «Lista final»] Verifique valor |url= (ajuda). Blog oficial do Troféu HQ Mix. 19 de maio de 2014 
  28. a b «Os vencedores do 27º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 6 de agosto de 2015 
  29. a b «Divulgados os indicados ao Troféu HQMix». HQ Maniacs. 19 de junho de 2015. Consultado em 1 de abril de 2017. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  30. «Lista dos Indicados para a votação no Segundo Turno do Troféu HQMIX». Site oficial do Troféu HQ Mix 
  31. «Divulgados os vencedores do 29° Troféu HQ Mix». Universo HQ. 1 de setembro de 2017 
  32. «Saiu a lista de Indicados ao 29º Troféu HQMIX». Publish News. 19 de julho de 2017 
  33. «Troféu HQMIX - CCXP vence como Evento do Ano; confira os ganhadores». Omelete. 29 de agosto de 2018 
  34. «Saiu a lista de indicados ao 30.º Troféu HQMIX». O Estado de S. Paulo. 8 de agosto de 2018 
  35. «Vencedores do 31º Troféu HQMix, o 'Oscar dos quadrinhos no Brasil', são divulgados». IGN Brasil. 9 de setembro de 2019 
  36. «Lista de indicados para o 31º Troféu HQMIX». Blog oficial do Troféu HQ Mix. 19 de julho de 2019 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]