Urso de Prata de Melhor Diretor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O prêmio Urso de Prata de Melhor Diretor é concedido anualmente para o melhor trabalho de direção dentre os filmes de longa metragem selecionados para a mostra competitiva do Festival de Berlim. O prêmio foi atribuído pela primeira vez na sexta edição do festival, em 1956[1]. O vencedor é escolhido por um júri composto em sua maioria por importantes personalidades do cinema internacional.

Vencedores[editar | editar código-fonte]

A nação mais vezes premiada com a honraria foi os Estados Unidos (nove vezes), seguidos de França e Itália (seis vezes cada). O cineasta que mais vezes conquistou o prêmio foi o italiano Mario Monicelli (em 1957, 1976 e 1982). O indiano Satyajit Ray (em 1964 e 1965), o espanhol Carlos Saura (em 1966 e 1968) e o estadunidense Richard Linklater (em 1995 e 2014) receberam a estatueta duas vezes cada. Até hoje apenas duas diretoras receberem o prêmio: a dinamarquesa Astrid Henning-Jensen (em 1979) e a polonesa Małgorzata Szumowska (em 2015). A honraria jamais foi concedida a um cineasta proveniente de uma nação de língua portuguesa.

Ano Vencedor Título original Título no Brasil Título em Portugal
1956 Estados Unidos Robert Aldrich Autumn Leaves Folhas Mortas Folhas de Outono
1957 Itália Mario Monicelli Padri e figli Pais e Filhos Pais e Filhos
1958 Japão Tadashi Imai 純愛物語 (Jun'ai monogatari)
1959 Japão Akira Kurosawa 隠し砦の三悪人 (Kakushi-toride no san-akunin) A Fortaleza Escondida
1960 França Jean-Luc Godard À bout de souffle Acossado O Acossado
1961 Áustria Bernhard Wicki Das Wunder des Malachias O Milagre de Malaquias
1962 Itália Francesco Rosi Salvatore Giuliano O Bandido Giuliano Salvatore Giuliano
1963 Reino da Grécia Nikos Koundouros Μικρές Αφροδίτες (Mikres Afrodites)
1964 Índia Satyajit Ray মহানগর (Mahanagar) A Grande Cidade A Grande Cidade
1965 Índia Satyajit Ray চারুলতা (Charulata) A Esposa Solitária Charulata
1966 Espanha Carlos Saura La caza A Caça A Caça
1967 Jugoslávia Zivojin Pavlovic Budjenje pacova
1968 Espanha Carlos Saura Peppermint Frappé Ideia Fixa
1969–
1971
Prêmio não concedido
1972 França Jean-Pierre Blanc La Vieille fille A Solteirona
1973–
1974
Prêmio não concedido
1975 União Soviética Sergei Solowjow Сто дней после детства (Sto dnej poste detstwa)
1976 Itália Mario Monicelli Caro Michele
1977 Espanha Manuel Gutiérrez Aragón Camada negra
1978 Bulgária Georgi Djulgerow Avantash
1979 Dinamarca Astrid Henning-Jensen Vinterbørn
1980 Hungria István Szabó Bizalom Confiança
1981
Prêmio não concedido
1982 Itália Mario Monicelli Il Marchese del Grillo
1983 França Éric Rohmer Pauline à la plage Pauline na Praia Pauline na Praia
1984 Itália Ettore Scola Le bal O Baile O Baile
1985 Estados Unidos Robert Benton Places in the Heart Um Lugar no Coração Um Lugar no Coração
1986 União Soviética Georgi Schengelaja ახალგაზრდა კომპოზიტორის მოგზაურობა (Achalgasrda komposotoris mogsautoba)
1987 Estados Unidos Oliver Stone Platoon Platoon Platoon - Os Bravos do Pelotão
1988 Canadá Norman Jewison Moonstruck Feitiço da Lua O Feitiço da Lua
1989 Tchecoslováquia Dusan Hanák Ja milujem, ty milujes
1990 Alemanha Michael Verhoeven Das schreckliche Mädchen Uma Cidade Sem Passado A Rapariga Indiscreta
1991 Estados Unidos Jonathan Demme Silence of the Lambs O Silêncio dos Inocentes O Silêncio dos Inocentes
Itália Ricky Tognazzi Ultrà
1992 Suécia Jan Troell Il Capitano
1993 Inglaterra Andrew Birkin The Cement Garden
1994 Polónia Krzysztof Kieślowski Trzy kolory: Biały A Igualdade é Branca Três Cores: Branco
1995 Estados Unidos Richard Linklater Before Sunrise Antes do Amanhecer Antes do Amanhecer
1996 Inglaterra Richard Loncraine Richard III Ricardo III
Hong Kong (1959-1997) Ho Yim 太陽有耳 (Taiyang you er)
1997 França Eric Heumann Port Djema
1998 República da Irlanda Neil Jordan The Butcher Boy Nó na Garganta O Rapaz do Talho
1999 Inglaterra Stephen Frears The Hi-Lo Country Terra de Paixões Terra Perdida
2000 Estados Unidos/República Checa Miloš Forman Man on the Moon O Mundo de Andy O Homem na Lua
2001 República da China Lin Cheng-sheng 爱你爱我 (Ai ni ai wo)
2002 Geórgia Otar Iosseliani Lundi matin Segunda de Manhã
2003 França Patrice Chéreau Son frère Seu Irmão O Seu Irmão
2004 Coreia do Sul Kim Ki-duk 사마리아 (Hangeul) Samaritana Samaritana
2005 Alemanha Marc Rothemund Sophie Scholl – Die letzten Tage Uma Mulher Contra Hitler Sophie Scholl - Os Últimos Dias
2006 Inglaterra Michael Winterbottom
Inglaterra Mat Whitecross
The Road to Guantanamo O Caminho para Guantánamo O Caminho para Guantánamo
2007 Israel Joseph Cedar בופור (Beaufort)
2008 Estados Unidos Paul Thomas Anderson There Will Be Blood Sangue Negro Haverá Sangue
2009 Irão Asghar Farhadi درباره الی‎‎, (Darbareye Elly) À Procura de Elly
2010 Polónia/França Roman Polański The Ghostwriter O Escritor Fantasma O Escritor Fantasma
2011 Alemanha Ulrich Köhler Schlafkrankheit A Doença do Sono
2012 Alemanha Christian Petzold Barbara Barbara Barbara
2013 Estados Unidos David Gordon Green Prince Avalance
2014 Estados Unidos Richard Linklater Boyhood Boyhood: Da Infância à Juventude Boyhood: Momentos de Uma Vida
2015 Roménia Radu Jude Aferim!
Polónia Małgorzata Szumowska Body Body
2016 França Mia Hansen-Løve L'Avenir O Que Está Por Vir O Que Está Por Vir
2017 Finlândia Aki Kaurismäki Toivon tuolla puolen

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]