Harry Potter: Wizards Unite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Wizards Unite)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Harry Potter: Wizards Unite
Desenvolvedora(s)
Publicadora(s) Niantic
Plataforma(s) iOS
Android
Série Wizarding World
Data(s) de lançamento 21 de junho de 2019
Gênero(s) Realidade aumentada
Jogo baseado em localização
RPG eletrônico
Modos de jogo Um jogador
Multijogador
Página oficial

Harry Potter: Wizards Unite é jogo para celular de realidade aumentada e baseado em localização desenvolvido pela WB Games San Francisco e Niantic, Inc., e publicado pela Niantic, sob licença da Portkey Games.[1] Foi lançado para dispositivos móveis Android e iOS em 21 de junho de 2019. Uma versão beta foi lançada na Nova Zelândia em abril de 2019 e na Austrália em maio de 2019.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

O Wizards Unite foi anunciado em 8 de novembro de 2017, como um jogo para celular de realidade aumentada desenvolvido pela WB Games de São Francisco, pela Portkey Games e pela Niantic. Os jogadores poderão visitar locais do mundo real enquanto lançam feitiços, descobrindo artefatos misteriosos e encontrando personagens icônicos e bestas lendárias do universo de Harry Potter. [2] A Niantic revelou que o jogo irá inspirar-se nos jogos AR anteriores, Pokémon Go e Ingress.

No jogo, um grande desastre ameaça o mundo bruxo. Por algum motivo, artefatos, criaturas, pessoas e até memórias do mundo mágico começaram a aparecer no mundo Trouxa. Agora, bruxos e bruxas do mundo inteiro precisa se unir para resolver este mistério, impedir que a magia continue se espalhando e manter os segredos longe dos Trouxas. [3]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

A jogabilidade do Wizards Unite foi descrita como semelhante à do Pokémon Go, com jogadores capazes de ver o mundo da jogabilidade através do smartphone.[4] O jogo permitirá que os jogadores lutem contra animais míticos da franquia Harry Potter e Animais Fantásticos. Cabe a você preparar a varinha, as poções e os feitiços para evitar que os segredos do mundo bruxo sejam revelados.[5] A jogabilidade é bem parecida com a de Pókemon Go, os ginásios se transformam em fortalezas com itens valiosos. O combate é uma versão simples de um RPG por turnos. Os jogadores podem escolher sua casa bruxo, sua varinha e sua profissão: Professor, Auror ou Magizoologista.[6]

Depois de criar uma conta no jogo, o jogador cria um avatar, cuja localização depende da localização geográfica do dispositivo. O jogador então viaja pelo mundo real para encontrar itens e criaturas. O jogador também pode parar em pousadas (para repor o poder mágico), estufas (para ganhar ingredientes de poções e cultivar novos ingredientes) e fortalezas (para combater mais criaturas). Conforme o jogador se move dentro de seu ambiente real, o avatar se move dentro do mapa do jogo.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Um primeiro vídeo de gameplay do jogo foi lançado em março de 2019, mostrando imagens da jogabilidade ao defender-se de um dementador e ao ser atacado por um lobisomem.[7][8][9] Em 11 de março de 2019, o pré-registro no Google Play foi aberto para o aplicativo, bem como novas imagens no jogo foram lançadas pela Niantic.[10] Em 17 de abril de 2019, o jogo foi lançado na Nova Zelândia.[11] Em 24 de abril de 2019, um e-mail foi enviado com erro afirmando que o jogo seria lançado na Austrália para testes beta.[12] Em 26 de abril de 2019, o jogo foi lançado na Austrália. Mas várias horas depois, a Niantic confirmou que foi outro erro e foi retirado da App Store. O jogo foi relançado na Austrália em 2 de maio de 2019.[13] O jogo foi lançado nos EUA e no Reino Unido em 20 de junho de 2019. Outros países devem ter acesso nos próximos dias.[14]

Referências

  1. «Jogamos Harry Potter: Wizards Unite, o sucessor do fenômeno Pokémon GO». TecMundo - Descubra e aprenda tudo sobre tecnologia. Felipe Gugelmin. 11 de março de 2019. Consultado em 11 de março de 2019 
  2. «NIANTIC, INC. E WARNER BROS. ENTRETENIMENTO INTERATIVO ANUNCIA PARCERIA PARA HARRY POTTER: WIZARDS UNITE, UM JOGO MÓVEL DE REALIDADE AUMENTADA INSPIRADO POR J.K. MUNDO WIZARDING DE ROWLING». Niantic (em inglês). 8 de novembro de 2017. Consultado em 11 de março de 2019 
  3. «Tudo sobre Harry Potter: Wizards Unite até agora». IGN Brasil. Diego Lima. 11 de março de 2019. Consultado em 11 de março de 2019 
  4. GMT, Haydee Bellen-Serrano Wed 21 Feb 2018 8:06 (21 de janeiro de 2018). «'Harry Potter: Wizards Unite' will soon be released by the same developers of 'Pokemon Go'». www.christiantoday.com (em inglês). Haydee Bellen-Serrano. Consultado em 11 de março de 2019 
  5. «NIANTIC, INC. E WARNER BROS. ENTRETENIMENTO INTERATIVO ANUNCIA PARCERIA PARA HARRY POTTER: WIZARDS UNITE, UM JOGO MÓVEL DE REALIDADE AUMENTADA INSPIRADO POR J.K. MUNDO WIZARDING DE ROWLING». Niantic (em inglês). 8 de novembro de 2017. Consultado em 11 de março de 2019 
  6. Citação vazia (ajuda) 
  7. «Harry Potter mobile game details revealed». BBC News 
  8. «Hands-on with Harry Potter: Wizards Unite, the Pokémon Go follow-up Niantic wants to run for "decades"». Eurogamer.net 
  9. «New Harry Potter AR game from the creators of Pokémon Go looks magical». Evening Standard 
  10. «Niantic's Harry Potter: Wizards Unite is available on the Play Store for pre-registration». Android Police (em inglês) 
  11. «Harry Potter: Wizards Unite Has Launched (In New Zealand)». Kotaku Australia (em inglês) 
  12. «Harry Potter Wizards Unite beta will extend to Australia». Stevivor (em inglês) 
  13. «Harry Potter: Wizards Unite beta now live in Australia and New Zealand». Harry Potter Wizards Unite (em inglês) 
  14. «Harry Potter: Wizards Unite Launches: Early Release On iPhone, Android Out Now». GameSpot 
Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]