Yellow Submarine (trilha sonora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme, veja Yellow Submarine (filme).
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde novembro de 2012). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Yellow Submarine
Álbum de estúdio de The Beatles
Lançamento Reino Unido 17 de janeiro de 1969
Gravação 1966 - 1968
Estúdio(s) Abbey Road Studios, Londres
Gênero(s) rock psicodélico
clássico
soundtrack
art rock
Idioma(s) Reino Unido Inglês
Formato(s) LP, CD(à partir de 1987)
Gravadora(s) Reino Unido Apple
Estados Unidos Capitol
Produção George Martin
Cronologia de The Beatles
The Beatles
(1968)
Abbey Road
(1969)
Singles de Yellow Submarine
  1. "All Together Now"
    Lançamento: Fevereiro de 1972
  2. "Hey Bulldog"
    Lançamento: Fevereiro de 1972

Yellow Submarine é o álbum trilha-sonora lançado pelos The Beatles, que corresponde ao filme de mesmo título.

Em contraste com a recepção do filme pela crítica, este é considerado o disco mais fraco dos Beatles e o único disco a não alcançar o 1° lugar nas paradas nos EUA e no Reino Unido (a melhor posição foi o 2° lugar, curiosamente com o "Álbum Branco", lançado 2 meses antes, em 1° lugar). É um álbum que destoa do resto da discografia da banda, já que somente as seis músicas do lado A são do grupo e apenas quatro delas são inéditas e ainda assim foram gravadas entre 1967 e 1968.

Concepção[editar | editar código-fonte]

A história do filme se passa na cidade de Pepperland,[1] quando os "Maldosos Azuis" (Blue Meanies)[2] atacam a cidade para acabar com o amor, a música e as cores. É quando os Beatles entram em ação a bordo do submarino amarelo para acabar com eles.[3] O filme é recheado de músicas e cores psicodélicas e é considerado um marco na animação, porém na época os Beatles não levaram como um projeto primário.[4]

Quando a King Features fizeram alguns curtas animados baseado nos Beatles (isso no auge da Beatlemania) eles tiveram carta branca de Brian Epstein para fazer um longa metragem sobre os Beatles com base em "Fantasia", obra de Walt Disney. Porém com o trabalho sempre adiado e após a morte de Brian, a empresa cobrou que fosse cumprido o trato. Os Beatles abriram a “Apple Films” subdivisão da Apple e decidiram resolver esse problema dando 6 músicas para a trilha sonora, mais todo seu catálogo de músicas para ser usado no filme e George Martin se prontificou a fazer a trilha musical. Os Beatles não gravaram as vozes para o desenho e nem sequer acompanharam o roteiro e produção. Segundo George Harrison: “Tivemos um ou dois encontro com eles, não estávamos a par da produção, quase não nos envolvemos.” George Martin disse que eles agiram mais ou menos assim: “Esta bem, vamos dar a esses caras a maldita trilha, mas sem nos estafarmos. Vamos colocar o que nos der na telha.” [5]

Canções[editar | editar código-fonte]

  • Todas as canções do Lado A são de autoria de Lennon/McCartney e todas as músicas do Lado B são de autoria de George Martin, exceto quando houver indicação.

Lado A

N.º Título Duração
1. "Yellow Submarine"   2:40
2. "Only a Northern Song" (Harrison) 3:24
3. "All Together Now"   2:11
4. "Hey Bulldog"   3:11
5. "It's All Too Much" (Harrison) 6:25
6. "All You Need Is Love"   3:51

Lado B

N.º Título Duração
1. "Pepperland"   2:21
2. "Sea of Time"   3:00
3. "Sea of Holes"   2:17
4. "Sea of Monsters"   3:37
5. "March of the Meanies"   2:22
6. "Pepperland Laid Waste"   2:19
7. "Yellow Submarine in Pepperland" (Lennon/McCartney, arr. por Martin) 2:13

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions (em inglês). Nova Iorque: Harmony Books. ISBN 0-517-57066-1 
  • Lewisohn, Mark (1996). The Complete Beatles Chronicle (em inglês). [S.l.]: Chancellor Press. ISBN 0-7607-0327-2 
  • MacDonald, Ian (1994). Revolution in the Head: The Beatles' Records and the Sixties. Nova Iorque: Henry Holt and Company. ISBN 0-8050-2780-7 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de The Beatles é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.