67P/Churyumov-Gerasimenko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
67P/Churyumov-Gerasimenko
Crop from the 4 August processed image of comet 67P Churyumov Gerasimenko.png
Descoberta
Descoberto por
Data 11 de setembro de 1969
Outros nomes
Informações orbitais
Excentricidade (e)
Semi-eixo maior (a)
Periélio (q) 1.2429 AU
Afélio (Q) 5.6839 AU
Período orbital (P)
Inclinação (i)
Último periélio
Próximo periélio 13 de agosto de 2015

67P/Churyumov-Gerasimenko é um cometa com um período orbital atual de 6,45 anos.[1] Seu próximo periélio está previsto para o dia 13 de agosto de 2015.[2] Ele é o destino da sonda espacial Rosetta, que foi lançada pela Agência Espacial Europeia em 2 de março de 2004,[3] e que "acordou" de uma hibernação no dia 20 de janeiro de 2014[4] para monitorar o cometa e procurar um local adequado para o pouso previsto para novembro de 2014. Em 6 de agosto de 2014 a sonda entrou em órbita do 67P, tornando-se o primeiro objeto construído pelo homem a realizar tal façanha.[5]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

O cometa foi descoberto no ano de 1969, quando diversos astrônomos de Kiev foram visitar a Alma-Ata Astrophysical Institute para efetuar pesquisa sobre cometas. Em 20 de Setembro Klim Churyumov estava examinando fotos do cometa 2P/Comas Solá feitos por Svetlana Gerasimenko, quando encontrou um objeto do tipo cometa em um canto de uma fotografia.

Ele imaginou que o fraco objeto detectado fosse o cometa procurado, mas ao retornar a Kiev ele constatou após cuidadosos estudos que um novo cometa teria sido encontrado a menos de dois graus do cometa Comas Solá.

Este cometa apresenta alguns fatos pouco comuns. Antes de 1840 o periélio deste cometa era de 4,0 UA (quatro vezes a distancia entre a Terra e o Sol que é de 600 milhões de km), então não seria possível observar o cometa da Terra.

Neste ano este cometa acabou se movendo para o interior do Sistema Solar, após um encontro com o planeta Júpiter, fazendo seu periélio cair para 3,0 UA (450 milhões de km), Durante um século, o periélio foi gradualmente diminuindo até atingir a 2,77 UA. Então em 1959, novamente este cometa reencontrou com Júpiter diminuindo seu periélio em apenas 1,29 UA. Atualmente este cometa completa a sua translação em torno do Sol em 6,57 anos.

O cometa foi observado da Terra em seis aproximações do Sol, que foram em: 1969 (descoberta), 1976, 1982, 1989, 1996 e em 2002. Ele é um objeto incomum bastante ativo por um curto período e apresenta frequentemente, cauda no seu periélio.

Durante a sua aparição em 2002/2003, sua cauda tinha o comprimento acima de 10 arco minuto de comprimento, com um núcleo brilhante que excedia o brilho da cauda. Mesmo após 7 meses de seu periélio, o cometa continuava a apresentar uma cauda bem desenvolvida, mas pouco depois ela rapidamente desapareceu.

Referências

  1. 67P/Churyumov-Gerasimenko (em inglês) NASA. Visitado em 24 de janeiro de 2014.
  2. Returns and Appearances (em inglês) Aerith. Visitado em 24 de janeiro de 2014.
  3. Rosetta: To Chase a Comet (em inglês) NASA. Visitado em 24 de janeiro de 2014.
  4. Scientists hope comet-chaser spacecraft wakes up (em inglês) Excite. Visitado em 24 de janeiro de 2014.
  5. 'We're in orbit!' Rosetta becomes first spacecraft to orbit comet CNN. Visitado em 06/08/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]