67P/Churyumov-Gerasimenko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
67P/Churyumov-Gerasimenko
Crop from the 4 August processed image of comet 67P Churyumov Gerasimenko.png
Descoberta
Descoberto por
Data 11 de setembro de 1969
Outros nomes
Informações orbitais
Excentricidade (e)
Semi-eixo maior (a)
Periélio (q) 1.2429 AU
Afélio (Q) 5.6839 AU
Período orbital (P)
Inclinação (i)
Último periélio
Próximo periélio 13 de agosto de 2015

67P/Churyumov-Gerasimenko é um cometa com um período orbital atual de 6,45 anos.[1] Seu próximo periélio está previsto para o dia 13 de agosto de 2015.[2] Ele é o destino da sonda espacial Rosetta, que foi lançada pela Agência Espacial Europeia em 2 de março de 2004,[3] e que "acordou" de uma hibernação no dia 20 de janeiro de 2014[4] para monitorar o cometa e procurar um local adequado para o pouso previsto para novembro de 2014. Em 6 de agosto de 2014 a sonda entrou em órbita do 67P, tornando-se o primeiro objeto construído pelo homem a realizar tal façanha.[5]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

O cometa foi descoberto no ano de 1969, quando diversos astrônomos de Kiev foram visitar a Alma-Ata Astrophysical Institute para efetuar pesquisa sobre cometas. Em 20 de Setembro Klim Churyumov estava examinando fotos do cometa 2P/Comas Solá feitos por Svetlana Gerasimenko, quando encontrou um objeto do tipo cometa em um canto de uma fotografia.

Ele imaginou que o fraco objeto detectado fosse o cometa procurado, mas ao retornar a Kiev ele constatou após cuidadosos estudos que um novo cometa teria sido encontrado a menos de dois graus do cometa Comas Solá.

Este cometa apresenta alguns fatos pouco comuns. Antes de 1840 o periélio deste cometa era de 4,0 UA (quatro vezes a distancia entre a Terra e o Sol que é de 600 milhões de km), então não seria possível observar o cometa da Terra.

Neste ano este cometa acabou se movendo para o interior do Sistema Solar, após um encontro com o planeta Júpiter, fazendo seu periélio cair para 3,0 UA (450 milhões de km), Durante um século, o periélio foi gradualmente diminuindo até atingir a 2,77 UA. Então em 1959, novamente este cometa reencontrou com Júpiter diminuindo seu periélio em apenas 1,29 UA. Atualmente este cometa completa a sua translação em torno do Sol em 6,57 anos.

O cometa foi observado da Terra em seis aproximações do Sol, que foram em: 1969 (descoberta), 1976, 1982, 1989, 1996 e em 2002. Ele é um objeto incomum bastante ativo por um curto período e apresenta frequentemente, cauda no seu periélio.

Durante a sua aparição em 2002/2003, sua cauda tinha o comprimento acima de 10 arco minuto de comprimento, com um núcleo brilhante que excedia o brilho da cauda. Mesmo após 7 meses de seu periélio, o cometa continuava a apresentar uma cauda bem desenvolvida, mas pouco depois ela rapidamente desapareceu.

Referências

  1. 67P/Churyumov-Gerasimenko (em inglês). NASA. Página visitada em 24 de janeiro de 2014.
  2. Returns and Appearances (em inglês). Aerith. Página visitada em 24 de janeiro de 2014.
  3. Rosetta: To Chase a Comet (em inglês). NASA. Página visitada em 24 de janeiro de 2014.
  4. Scientists hope comet-chaser spacecraft wakes up (em inglês). Excite. Página visitada em 24 de janeiro de 2014.
  5. 'We're in orbit!' Rosetta becomes first spacecraft to orbit comet. CNN. Página visitada em 06/08/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]