Adoniram Judson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adoniram judson.jpg

Adoniram Judson (9 de agosto, 1788 - 12 de abril, 1850) foi um missionário estado-unidense, que atuou na Birmânia, atual Myanmar, por quase 40 anos, onde ficou evangelizando os nativos. Também ajudou na organização da língua birmanesa.

Vida[editar | editar código-fonte]

Judson nasceu no dia 9 de agosto de 1788, na cidade de Malden, Massachusetts, filho de um pastor congregacional. Foi ateu por um certo período de sua vida. Após fazer estudos na atual Universidade Brown, ingressou no Seminário Teológico de Andover para estudos e, em 1812, foi designado como missionário pela Igreja Congregacional. Casou-se com Ann Hasseltine no dia 5 de fevereiro daquele ano, em Bradford.Quatorze dias mais tarde, os recém-casados seguiram viagem para a Índia.Seu filho faleceu ainda antes de nascer. Após uma estadia em Calcutá, decidiu ingressar na Igreja Batista.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Adoniram Judson chegou à Birmânia em 1813. As leis birmanesas proibiam a conversão, mas mesmo assim Judson batizou seu primeiro convertido. Durante a guerra entre a Inglaterra e a Birmânia, Judson ficou aprisionado por 21 meses. Sua esposa faleceu durante este tempo, e posteriormente sua filha também.

Após isso, casou-se com Sarah Hall Boardman, viúva de seu amigo missionário George Boardman. Após falecimento dela, casou uma terceira vez com a escritora Emily Chubbuck, a quem pediu para escrever uma biografia de sua segunda esposa.

Adoniram Judson faleceu em 12 de abril de 1850, durante uma viagem pela Baía de Bengala e foi sepultado no mar.

Legado[editar | editar código-fonte]

Na Universidade de Yangon, há uma capela chamada de Judson Church (Igreja de Judson) que é nomeada em homenagem a ele.

Judson também compilou o primeiro dicionário Birmanês-Inglês. Para fazer esta obra, ele estudou a literatura birmanesa por três anos, então compilou um dicionário Pali-Birmanês e uma gramática da língua birmanesa, que ajudou bastante durante a tradução da Bíblia para o birmanês, feita em grande parte durante a sua prisão. Após a sua morte, o trabalho de compilação do dicionário foi finalizado pelo seu colega E. A. Stevens.

A igreja pastoreada por Judson chegou a ter 18 membros, porém até a época de sua morte ficaram apenas 4. Com o tempo o número de birmaneses alcançados direta ou indiretamente com a sua pregação foi crescendo e hoje Myanmar tem uma população razoável de cristãos

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Heróis da Fé Pág 44-55:Adoniram e Ann Judson, Editora CPAD, Dave e Neta Jackson
  • Prisioneiros na Cidade Dourada Adoniram Judson; Editora CPAD, Dave e Neta Jackson

Ligações externas[editar | editar código-fonte]