Alina Kabaeva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde agosto de 2009). Ajude e colabore com a tradução.
Alina Kabaeva
Informações pessoais
Nome completo Alina Kabaeva
Modalidade Ginástica rítmica
Nascimento 12 de maio de 1983 (31 anos)
Tashkent, Uzbequistão
Nacionalidade  Rússia
Compleição Peso: 48kg Altura: 1,63 m
Nível Senior

Alina Maratovna Kabaeva, em russo: Али́на Мара́товна Каба́ева; em tártaro: Älinä Marat qızı Qabayeva, conhecida mundialmente como Alina Kabaeva (Tashkent, Uzbequistão, 12 de maio de 1983) é uma política e ex-ginasta rítmica da Rússia. Kabaeva foi uma das mais bem sucedidas da história da Rússia nessa modalidade.[1]

Alina é bicampeã mundial do individual geral, bicampeã mundial da bola, das fita e medalhista nos demais aparelhos. Em Jogos Olímpicos, é bimedalhista olímpica, sendo uma dessas medalhas de ouro. Kabaeva detém um total de duas medalhas olímpicas, dezoito mundiais e vinte e cinco europeias.[2]

Carreira como atleta[editar | editar código-fonte]

Kabaeva, filha de pai tártaro e mãe russa, nasceu em Tashkent, Uzbequistão, na União Soviética.[1] Alina começou a praticar ginástica rítmica em 1987, com 4 anos de idade. Sua primeira técnica foi A. Malkina. Seu pai era um jogador profissional de futebol e a família vivia seguindo ele para diferentes lugares como Uzbequistão, Cazaquistão e Rússia. No começo, muitas técnicas rejeitaram Alina porque elas a consideraram como "muito pesada" e "feia" para ser uma ginasta, nenhuma delas parecia considerar Alina como uma ginasta por nenhum motivo particular. Em seus anos jovens, Kabaeva se mudou para a Rússia, onde sua mãe levou à técnica principal russa, Irina Viner, que gostou dela desde o princípio:

"I could not believe my eyes, when I first saw her. The girl has the rare combination of two qualities crucial in Rhythmic Gymnastics - flexibility and agility."
Irina Viner[3]

Ela ficou com Viner e a partir daí, passou a ganhar títulos após títulos. Ela fez seu “estrelado” internacional em 1996. Em 1998 a Kabaeva de 15 anos ganhou o European Champioship em Portugal, onde sua vitória foi considerada por muitos por ser muito "fora do comum". Nesse tempo, ela era a ginasta mais jovem do time, competindo internacionalmente com outras ginastas, como Amina Zaripova. Em 1999 Kabaeva ganhou o campeonato europeu pela segunda vez consecutiva e ganhou o título do mundo em Osaka, Japão. Alina ganhou, no total, 5 medalhas de Individual Geral no campeonato europeu e ganhou outro título mundial em 2003 em Budapeste. Nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000, Kabaeva era esperada por muitos para ganhar ouro, mas, com base em alguns erros – perdeu o arco e correu para fora do tapete para o pegar – levou para casa uma medalha de bronze com a pontuação final de 39.466 (corda 9.925, arco 9.641, bola 9.950, fita 9.950). Em 2001, no Jogos da Boa Vontade em Brisbane, Austrália, ela ganhou ouro nos aparelhos Bola, Maças e Corda, e prata na Individual Geral e Arco. Todavia, Kabaeva e sua amiga Irina Tchachina deram positivo no teste antidoping por usarem diuréticos e tiveram suas medalhas retiradas. Irina Viner, a técnica russa principal, disse que suas ginastas estavam tomando um suplemento alimentar chamado "Hyper" que contém diuréticos, os quais, de acordo com Viner, as ginastas estavam tomando para tensão pré-menstrual. Quando o estoque acabou antes do Goodwill Games, o time reabasteceu em uma farmácia local. De acordo com Viner, o suplemento vendido era falso e continha furosemide. A comissão avisou o Goodwill Games e a FIG e anularam a pontuação Kabaeva e Tchachina. A FIG também anulou seus resultados do Campeonato Mundial em Madrid. No fim, a ucraniana Tamara Yerofeeva foi declarada a campeã mundial de 2001. Nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004, Kabaeva levou para casa a medalha de ouro no individual geral de Ginástica Rítmica com a pontuação de 108.400 (Arco 26.800, Bola 27.350, Maças 27.150, Fita 27.100), enquanto a medalha de prata foi para Irina Tchachina.[4] Em outubro de 2004 Kabaeva anunciou sua retirada do esporte.[5] Todavia, em Junho de 2005, a técnica principal Irina Viner anunciou um possível retorno.[6] Kabaeva retornou à sua carreira esportiva numa amigável competição Ítalo-Russa em Gênova, no dia 10 de Setembro de 2005.[7] No dia 5 de Março de 2006, ela ganhou o campeonato do Gazprom, com suas amigas russas Vera Sessina e Olga Kapranova pegando o segundo e o terceiro lugar.[8]

Retirada da ginástica[editar | editar código-fonte]

Desde 2005 Kabaeva é membro da Câmara Pública da Rússia. Ela também apareceu rapidamente no filme japonês Red Shadow, fazendo sua coreografia de ginástica rítmica.[9] O grupo russo de rap Igra Slov fez uma música e vídeo nos quais Kabaeva participou em 2005[10] Desde 2007, Kabaeva é membro do Parlamento Russo, o Duma Estatal, representando o partido pró-Kremlin Rússia Unida, de Vladimir Putin.

Controvérsia de casamento[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2008 o jornal russo Moskovsky Korrespondent noticiou que Kabaeva se iria casar com o presidente russo Vladimir Putin em junho desse ano, após ele sair do cargo presidencial. A notícia foi supostamente divulgada por um organizador de casamentos em São Petersburgo que iria organizar a festa do casamento[11] Em 18 de abril de 2008, Putin comentou o artigo numa conferência com Silvio Berlusconi, dizendo: "Não tem uma só palavra de verdade".[12] . Enquanto Putin esteve fora e indisponível para comentários, a representante de Kabaeva já tinha se recusado a discutir "Isto é tolice".[13] No mesmo dia, Artyom Artyomov, diretor general da Companhia Nacional de Mídia que publica o "Moskovsky Korrespondent", mandou um fax dizendo que ele decidiu parar de financiar e publicar o jornal por causa de "alto custo" e "diferenças com a equipe editorial sobre o conceito". O jornal foi encerrado em 29 de Outubro de 2008.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Alina Kabaeva. Entertainment and Sports Programming Network. Página visitada em 17 de abril de 2008.
  2. Alina Kabaeva. MSN She. Página visitada em 5 de maio de 2012.
  3. Pendlebury, Richard (17 de abril de 2008). So, Mr Putin, what do you see in this nubile 24-year-old rhythmic gymnast? (em inglês). Daily Mail. Página visitada em 17 de abril de 2008.
  4. Results (em inglês). BBC Sport (29 de agosto de 2004). Página visitada em 17 de abril de 2008.
  5. [1]. Gymmedia.com.
  6. [2]. Gymmedia.com.
  7. [3] (em italiano). Zampablu.it.
  8. [4]. Gymmedia.com.
  9. Alina Kabaeva (em inglês). Internet Movie Databaseom.
  10. Igra slov - Alina Kabaeva. DaRussia.
  11. Quetteville, Harry de. "Vladimir Putin 'to wed Olympic gymnast half his age'", The Telegraph, 2008-04-17. Página visitada em 2008-04-17.
  12. "Putin denies tabloid report that plans to marry former champion gymnast", International Herald Tribune, 2008-04-18. Página visitada em 2008-04-18.
  13. Shaun Walker, in The Independent, quoting Moskovsky Korrespondent. A president, the gymnast and marriage rumours that won't go away. Página visitada em 2008-04-18.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alina Kabaeva