An Inconvenient Truth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
An Inconvenient Truth
Uma Verdade Inconveniente (PT/BR)
Pôster promocional.
 Estados Unidos
2006 • cor • 94 min 
Direção Davis Guggenheim
Produção Lawrence Bender
Scott Z. Burns
Laurie David
Roteiro Al Gore
Elenco Al Gore
Gênero Documentário
Idioma Inglês
Música Michael Brook
Cinematografia Davis Guggenheim
Robert Richman
Edição Jay Cassidy
Dan Swietlik
Estúdio Lawrence Bender Productions
Participant Productions
Distribuição Paramount Vantage
Lançamento 24 de maio de 2006
Orçamento US$ +1 milhão[1]
Receita US$ 49.756.507[2]
Página no IMDb (em inglês)

An Inconvenient Truth é um documentário norte-americano de 2006 dirigido por Davis Guggenheim sobre a campanha do ex-Vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore para educar os cidadãos do mundo acerca do aquecimento global através de uma apresentação de slides que, segundo o próprio, ele já realizou mais de mil vezes.

Exibido pela primeira vez no Festival Sundance de Cinema de 2006 e estreando em Los Angeles e Nova Iorque em 24 de maio de 2006, An Inconvenient Truth foi um sucesso de crítica e bilheteria, vencendo dois Oscars nas categorias de Melhor Documentário e Melhor Canção Original. O filme arrecadou mais de US$ 49 milhões nas bilheterias, se tornando o sexto documentário de maior arrecadação na história dos Estados Unidos.

A ideia do documentário veio de Laurie David, que viu a apresentação de Gore em um encontro sobre aquecimento global que coincidiu com a estreia de The Day After Tomorrow. David ficou tão inspirado pela apresentação que ela, junto com Lawrence Bender, se encontraram com Guggenheim para adaptar a apresentação em um filme.

Desde seu lançamento, An Inconvenient Truth foi creditado para sensibilizar a opinião pública internacional sobre as mudanças climáticas e por dar vida nova aos movimentos ambientalistas. O documentário também passou a ser exibido regularmente em escolas ao redor do mundo, o que gerou certa controvérsia.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Uma Verdade Inconveniente é hoje um filme que as escolas utilizam para sensibilizar os alunos, de que é necessário tomar algumas decisões que podem mudar o futuro.

Este documentário é um dos mais controversos por todo o Mundo, tendo críticas massivamente positivas, pelo empenho e motivação, e algumas críticas menos positivas, pelos descrentes no Aquecimento Global e suas consequências, e também por opositores de Al Gore afirmando que este usa-se do documentário (e, por conseguinte, da causa nobre) para a própria propaganda política. No entanto, defensores de Gore afirmam que já ele faz isso desde a sua eleição para a Câmara de Deputados nos anos 70 e não supostamente devida à sua derrota para Bush.

Em 2007, o britânico Channel 4 exibiu o documentário The Great Global Warming Swindle,[3] [4] que contraria a tese de que o aquecimento global é causado pelo homem.

Resumo[editar | editar código-fonte]

O filme abre com Gore falando para um auditório apoiado por projeções, slides e vídeos. Utiliza um pequeno curta de Matt Groening, criador dos Simpsons. O documentário mostra que ele tem viajado por todo o mundo levando sua mensagem. Surpreende ver como Gore mostra-se inteligente, entendido e passional sobre o assunto, diferente da forma como aparecia em sua campanha presidencial. Gore explica o problema de forma clara e simples, usando citações de Mark Twain e Upton Sinclair. Por meio de gráficos e estatísticas atmosféricas sobre milhões de anos lado a lado com fotografias da Patagônia, do Kilimanjaro, dos Alpes e da Antártida, entre outros locais, mostra o impacto produzido pelo homem durante anos no meio ambiente. Mostra como os meios de comunicação podem ser influenciados pelo lobby de certos grupos poderosos citando o exemplo furacão Katrina.

Gore conta como se interessou pelo assunto quando ainda era universitário, durante uma palestra de Roger Revelle, um professor de Harvard, o primeiro a medir o dióxido de carbono na atmosfera. Conta ainda que o falecimento de sua irmã por câncer de pulmão provocou uma mudança na utilização do solo das fazendas da família onde plantavam o tabaco. O documentário nos leva a refletir sobre como parte do problema poderia ser evitado, se aplicássemos uma série de mudanças em nossos hábitos diários.

Um detalhe interessante é que Gore não queria fazer o filme e precisou ser persuadido a participar do projeto, deixou-se calado pela importância da mensagem, até porque somos os vilões e vítimas nessa história.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Academy Awards:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A chat with Inconvenient Truth co-producer and Hollywood bigwig Lawrence Bender Grist. (7 de março de 2007). Página visitada em 20 de fevereiro de 2012.
  2. An Inconvenient Truth (2006) Box Office Mojo.. Página visitada em 20 de fevereiro de 2012.
  3. (em inglês) IMDB - Página acessada em 25 de Maio de 2011.
  4. (em inglês) The Great Global Warming Swindle - Página acessada em 25 de Maio de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.