Callithrix penicillata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaSagüi-de-tufos-pretos[1] [2]
Black-tufted marmoset (sagui-de-tufos-pretos).jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [3]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Família: Cebidae
Subfamília: Callitrichinae
Género: Callithrix
Espécie: C. penicillata
Nome binomial
Callithrix penicillata
(É. Geoffroy, 1812)
Distribuição geográfica
Callithrix penicillata distribution.svg
Sinónimos
  • jordani Thomas, 1904
  • melanotis Lesson, 1840
  • trigonifer Reichenbach, 1862

O sagui-de-tufos-pretos, mico-estrela ou simplesmente sagui (nome científico: Callithrix penicillata) é uma espécie de macaco do Novo Mundo e gênero Callithrix, da família Callitrichidae. É endêmico do Brasil.

Taxonomia e Evolução[editar | editar código-fonte]

Faz parte do grupo dos "saguis do leste Brasileiro", que são as espécies de calitriquídeos típicos da Mata Atlântica, mas que ocorrem frequentemente no cerrado e caatinga (Grupo "Jacchus").[2] Outrora considerado como subespécie de Callithrix jacchus, hoje é uma espécie separada.[4] [5] [2] Não há um consenso quanto a existência de subespécies, e Callithrix kuhlii já foi considerada como uma subespécie.[5] [6]

Filogenias baseadas em morfometria de crânios colocaram essa espécie como mais aparentada com Callithrix geoffroyi, sendo que essas duas espécies, mais Callithrix kuhlii formam um grupo monofilético.[4]

Distribuição geográfica e Hábitat[editar | editar código-fonte]

Essa espécie possui uma distribuição geográfica muito ampla, ocorrendo em áreas de cerrado do Brasil central, sendo encontrado nos estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí, Maranhão e norte de São Paulo, ao norte dos rios Tietê e Piracicaba.[6] As florestas de galeria constituem seu principal habitat, por conta de possuir cursos d'água em seu interior, mas podem ser encontrados em outras formações vegetais, como o cerradão[7] . Assim como muitas outras espécies do gênero Callithrix, é altamente adaptável, e habitat áreas de floresta secundária ou altamente perturbadas pelo homem.[7] Atualmente, existem inúmeras populações em regiões fora de sua distribuição geográfica nativa, devido a introduções feitas pelo homem.[8]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Callithrix penicillata

Referências

  1. Groves, C.P.. Order Primates. In: Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.). Mammal Species of the World. 3 ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 2005. 132 pp. ISBN 978-0-8018-8221-0 OCLC 62265494
  2. a b c Rylands AB e Mittermeier RA. In: Garber PA, Estrada A, Bicca-Marques JC, Heymann EW, Strier KB (eds). South American Primates: Comparative Perspectives in the Study of Behavior, Ecology, and Conservation. Nova Iorque: Springer, 2009. Capítulo: The Diversity of the New World Primates (Platyrrhini): An Annotated Taxonomy. , 23–54 pp. ISBN 978-0-387-78704-6
  3. Rylands, A. B. & Mendes, S. L. (2008). Callithrix penicillata (em Inglês). IUCN 2012. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2012 Versão 2. Página visitada em 27 de dezembro de 2012.
  4. a b Marroig,G.; Cropp, S.; Cheverud, J.M.. (2004). "Systematics and Evolution of the Jacchus Group of Marmosets (Platyrrhini)". American Journal of Physical Anthropology 123: 11-22. DOI:10.1002/ajpa.10146.
  5. a b Coimbra-Filho, A. F.; Mittermeier, R.A.; Rylands, A. B.; Mendes, S. L.; Kierulff, M.C.M.; Pinto, L.P.S.. (2006). "The Taxonomic Status of Wied’s Black-tufted-ear Marmoset, Callithrix kuhlii (Callitrichidae, Primates)". Primate Conservation 21: 1-24.
  6. a b Rylands, A.B.; Coimbra-Filho, A.F. e Mittermeier, R.A.. In: Ford, S.M.; Porter, L.M. e Davis, L.L.C. (eds). The Smallest Anthropoids: The Marmoset/callimico Radiation. Nova Iorque: Springer, 2009. Capítulo: The Sistematics and Distribution of the Marmosets (Callithrix, Calibella, Cebuella, and Mico) and Callimico (Callimico) (Callitrichidae, Primates). , 25-63 pp. ISBN 978-1-4419-0292-4
  7. a b MIRANDA, G.H.B.; FARIA, D.S. de. (2001). "Ecological aspects of the black-pincelled marmoset (Callithrix penicillata) in the Cerradão and dense cerrado of the Brazilian Central Plateau". Brazilian Journal of Biology 61 (3): 397-404. DOI:10.1590/S1519-69842001000300008.
  8. Morais Jr, M.M.; et al. In: de Oliveira, P.P.; Grativol, A.D.; Miranda, C. R.R. (eds). Conservação do Mico-leão-dourado: Enfrentando os desafios de uma paisagem fragmentada. Campos de Goytacazes: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, 2008. Capítulo: Os sagüis, Callithrix Jacchus e penicillata, como espécies invasoras na região de ocorrência do mico-leão dourado. , 87-117 pp. ISBN 978-85-89479-11-0
Ícone de esboço Este artigo sobre Macacos do Novo Mundo, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.