Campeonato Sul-Americano Junior de Atletismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Campeonato Sul-Americano Júnior de Atletismo é uma competição sul-americana que é aberta exclusivamente para atletas Junior (abaixo de 19 anos). Este é organizado pela Confederação Sul-Americana de Atletismo (CONSUDATLE).

A competição foi realizada pela primeira vez em 1959, em Buenos Aires. Era um evento anual que foi mantido até 1962, quando passou a ser disputada bienalmente. O campeonato se tornou um evento anual de novo ao longo do período entre 1983 e 2003, mas voltou para um formato de bienal a partir de então.[1] [2]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Medalhas são concedidas para os indivíduos e membros da equipe de revezamento para os três primeiros lugares em cada evento.

Troféus são atribuídos às equipes em cada categoria (masculino e feminino) com o maior número total de pontos acumulados em toda a competição. Além disso, um troféu será dado ao país para o título geral.

Um troféu também é apresentado para ambos os sexos masculino e uma atleta do sexo feminino para o desempenho mais destacado.[3]

Edições[editar | editar código-fonte]

Ano Cidade País Data Local
1 1959 Buenos Aires  Argentina Abril 18-19
2 1960 Santiago  Chile Abril 30-Maio 1
3 1961 Santa Fé  Argentina Outubro 15-16
4 1962 Lima  Peru Setembro 21-24
5 1964 Santiago  Chile Setembro 24-27
6 1966 Montevideo Uruguai Outubro 9-14
7 1968 São Paulo  Brasil Setembro 8-14 Estadio Atlético de São Bernardo do Campo
8 1970 Cali  Colômbia Outubro 9-12 Estádio Olímpico Pascual Guerrero
9 1972 Asunción Paraguai Outubro 21-25
10 1974 Lima  Peru Outubro 9-13 Estadio Nacional
11 1976 Maracaibo  Venezuela Outubro 13-17
12 1978 São Paulo  Brasil Dezembro 15-17
13 1980 Santiago  Chile Outubro 23-26
14 1981 Rio de Janeiro  Brasil Outubro 15-18
15 1983 Medellín  Colômbia Junho 9–12
16 1984 Caracas  Venezuela Outubro 4-7
17 1985 Santa Fé  Argentina Novembro 21-24
18 1986 Quito Equador Setembro 13-16 Estadio Los Chasquis
19 1987 Santiago  Chile Setembro 24-27
20 1988 Cubatão  Brasil Junho 30-Julho 3
21 1989 Montevideo Uruguai Junho 16-19
22 1990 Bogotá  Colômbia Julho 13-15 Estadio El Campín
23 1991 Asunción Paraguai Junho 21-23
24 1992 Lima  Peru Agosto 21-23
25 1993 Puerto La Cruz  Venezuela Junho 18-20
26 1994 Santa Fé  Argentina Setembro 1-4
27 1995 Santiago  Chile Setembro 5-7
28 1996 Bucaramanga  Colômbia Junho 8-10
29 1997 San Carlos Uruguai Junho 20-21
30 1998 Córdoba  Argentina Maio 16-17
31 1999 Concepción  Chile Outubro 22-23
32 2000 São Leopoldo  Brasil Outubro 7-8 University of Unisinos Track club
33 2001 Santa Fé  Argentina Outubro 11-20 Centro de Alto Rendimiento Deportivo Pedro Candioti
34 2002 Belém  Brasil Agosto 1-3 Estádio Olímpico do Pará
35 2003 Guayaquil Equador Junho 7-8 Estádio Modelo Alberto Spencer
36 2005 Rosario  Argentina Outubro 1-2 Estádio Municipal Jorge Newbery
37 2007 São Paulo*  Brasil Junho 30-Julho 1
Julho 6-8
Estádio Ícaro de Castro Melo
38 2009 São Paulo
Port of Spain**
 Brasil
Trinidad e Tobago
Julho 25-26
Julho 31-Agosto 2
Estádio Ícaro de Castro Melo
Hasely Crawford Stadium
39 2011 Medellín  Colômbia Setembro 23–25 Estádio Alfonso Galvis Duque
40 2013 Resistência  Argentina Setembro 28–29 Polideportivo Jaime Zapata

* Os campeões masculinos dos 10.000 metros, tanto Marcha Atlética e Provas Combinadas foram extraídos a partir da classificação do Pan-Americano Junior de Atletismo de 2007.[4]

** Os campeões masculinos dos 10.000 metros, tanto Marcha Atlética e Provas Combinadas foram extraídos a partir da classificação do Pan-Americano Junior de Atletismo de 2009.[5] [6]

Tabela de Medalhas[editar | editar código-fonte]

 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Brasil 652 496 404 1552
2  Argentina 239 232 269 740
3  Chile 155 192 246 593
4  Colômbia 121 160 138 419
5  Venezuela 104 162 127 393
6 Equador 57 50 68 225
7  Peru 46 73 79 195
8 Uruguai 16 25 41 82
9 Paraguai 9 12 16 37
10  Panamá 7 3 7 17
11 Guiana 3 1 4 8
12  Bolívia 2 5 7 14
Total 1411 1411 1406 4228


Referências