Catarina de Portugal, duquesa de Bragança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Catarina
Duquesa de Bragança
Cônjuge João I, Duque de Bragança
Casa Dinastia de Avis
Pai Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães
Mãe Isabel de Bragança
Nascimento 18 de janeiro de 1540
Lisboa, Portugal
Morte 15 de novembro de 1614 (74 anos)
Vila Viçosa, Portugal

D. Catarina, Infanta de Portugal, (18 de janeiro de 1540 - 15 de novembro de 1614), foi a segunda filha do Infante D. Duarte, Duque de Guimarães, filho do Rei de Portugal, D. Manuel I e da Infanta D. Isabel de Bragança, filha do 4º Duque de Bragança, D. Jaime I. Em 1543 casou com o 6º Duque de Bragança, o seu primo D. João I.

Depois da morte na Batalha de Alcácer-Quibir do Rei de Portugal, D. Sebastião e da impossibilidade do Cardeal-Rei D. Henrique gerar herdeiros, D. Catarina torna-se numa das candidatas ao trono de Portugal, em virtude de ser neta por varonia do Rei D. Manuel I. Os outros candidatos eram D. António, Prior do Crato e Filipe II de Espanha, acabando por ser este último a obter o trono por força militar, invadindo Portugal. No entanto, com base nas legitimidade das pretensões da Infanta D. Catarina, o seu neto D. João II, Duque de Bragança tornar-se-á Rei de Portugal, em 1640 como D. João IV.

Do casamento de D. Catarina com D. João I de Bragança, nasceram:

Realeza Portuguesa
Casa de Avis
Descendência
Ordem Avis.svg
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catarina de Portugal, duquesa de Bragança
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.