Digital Comic Museum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Digital Comic Museum
As revistas da editora americana Nedor Publications, são alguns dos títulos disponível no site.
Gênero biblioteca digital de revistas em quadrinhos.
Cadastro sim
País de origem Estados Unidos
Idiomas inglês
Lançamento 28 de março de 2010
Posição no Alexa 137,311 [1]
Página oficial digitalcomicmuseum.com

Digital Comic Museum é um biblioteca digital de revistas em quadrinhos em domínio público, lançada em 2010[2] .

Descrição[editar | editar código-fonte]

O site hospeda revistas em quadrinhos em domínio público digitalizadas nos formatos .cbr e .cbz[3] (formatos lidos pelo programa CDisplay)[4] e requer registro, para esclarecer os usuários, possui uma FAQ[2] e um fórum de discussão[5] .

Questões de direitos autorais[editar | editar código-fonte]

O site hospeda revistas que não possuem mais direitos autorais nos seguintes países de língua inglesa: Estados Unidos, Canadá e Austrália. A maior parte das revistas são das décadas de 1930 e 1950, período conhecido como Era de Ouro das histórias em quadrinhos[2] , no site também podem ser encontradas as tiras de jornal de Little Nemo[6] , criação de Winsor McCay, as tiras entraram domínio público em 2005, 70 anos, após sua primeira publicação, como prevê a lei dos Estados Unidos[7] , entretanto empresas como a Walt Disney Company, conseguiram que o Congresso americano aprovasse uma lei que permitiu a renovação de mais dos direitos do Mickey Mouse, que entraria em domínio público em 1998[8] , outro caso foi o de Tarzan, criação de Edgar Rice Burroughs publicado pela primeira vez em 1914, embora, o personagem tenha se tornado de domínio público, os herdeiros Burroughs, ainda detêm direitos sobre a marcas registradas relacionadas com o personagem[9] [10] .

O Daredevil da Era de Ouro

O marco zero da Era de Ouro foi o lançamento da revista Action Comics #1 publicada em 1938 pela National Publications (atual DC Comics), a revista trazia primeira aparição do Superman, criação de Jerry Siegel e Joe Shuster[11] , com o sucesso do personagem, surgem várias editoras de histórias em quadrinhos, por elas foram lançadas não apenas histórias de super-heróis, como também de detetives, caubóis e outros gêneros[12] . Em 1954, o psicólogo alemão, naturalizado americano, Fredric Wertham lança o livro Seduction of the Innocent, no livro, Wertham culpas as revistas em quadrinhos pela delinquência juvenil, pressionadas as editoras americanas criaram o Comics Code Authority, um código de auto-censura, afim de afastar a perseguição aos quadrinhos[13] , com isso das revista caíram e muitas editoras acabaram sendo encerradas[14] . Com isso, as revistas não tiveram seus direitos renovados, muitos dos personagens criados nesse período estão sendo reutilizados em minisséries[15] ou mesmo tendo suas edições compiladas no formato de livros[16] . Alguns personagens mesmo estando em domínio público não podem usar seus nomes originais, como é caso do Daredevil criado por Jack Binder e Jack Cole para Lev Gleason, como o personagem entrou em domínio público, a Marvel Comics lançou em 1964, um novo herói chamado Daredevil (Demolidor no Brasil)[17] , além disso, a editora pode explorar o nome e a marca registrada Daredevil[18] . Há casos, onde apesar da revista está em domínio público, as histórias dos personagens podem não estar, foi o que aconteceu com a revista "Green Hornet Comics" da Harvey Comics, o personagem The Green Hornet (conhecido no Brasil como O Besouro Verde), ainda possui copyright e é administrado pela The Green Hornet Inc.[19] , suas histórias publicadas pela Harvey estão sendo relançadas em formato de livro pela Dynamite Entertainment[20] , por isso nas edições digitalizadas da revista, o herói e seu ajudante Kato, só aparecem nas capas[21] .

Alguns das editoras com revistas hospedadas na Biblioteca[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Página do site Alexa contendo as estatísticas de visitas do Digital Comic Museum. Alexa.com. Página visitada em 17 de abril de 2012.
  2. a b c Ricardo Lombardi. Um novo site: The Digital Comic Museum. O Estado de São Paulo.
  3. Oliver Bünte. Die Welt der iPad Apps: Die besten Apps, Webapplikationen und Webdienste. [S.l.]: Hüthig Jehle Rehm, 2011. 210 pp. 9783826691690
  4. Willian Fonseca. CDisplay 1.8. Baixaki.
  5. The Digital Comic Museum Forum. Digital Comic Museum.
  6. Little Nemo. Digitlal Comic Museum.
  7. Delfin. Little Nemo 1905-1914. Universo HQ.
  8. Lawrence Lessig, Copyright's First Amendment, 48 UCLA L. Rev. 1057, 1065 (2001)
  9. Leandro Damasceno (22/09/2011). Dynamite lança novo título do senhor das selvas. HQManiacs.
  10. Marcus Ramone e Sérgio Codespoti (06/05/2008). Super-Homem na Marvel: sonho ou realidade?. Universo HQ.
  11. Leandro Luigi Del Manto (14 de setembro de 2010). Esbarrando na Era de Bronze. Devir Livraria.
  12. Site Digital Comic Museum disponibiliza download gratuito de mais de 10 mil títulos de quadrinhos. Jornal Extra (28/06/11).
  13. Gonçalo Junior Companhia das Letras, A guerra dos gibis: a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933-1964, 2004. ISBN 8535905820
  14. Leandro Luigi Del Manto. Esbarrando na Era de Bronze. Devir Livraria.
  15. Sérgio Codespoti (28/11/07). Projeto Next Issue, da Image, mostrará outras versões de heróis da Era de Ouro. Universo HQ.
  16. Dandara Palankof e Cruz (12/03/2007). Fantagraphics lança coletânea de artista obscuro. HQManiacs.
  17. Sérgio Codespoti (Sérgio Codespoti). De 1964 a 2003: a trajetória do Demolidor, o Homem sem Medo. Universo HQ.
  18. Andréa Pereira (19/07/2007). Alex Ross e Jim Krueger anunciam Superpowers. HQManiacs.
  19. Junior Sagster (Julho de 2012). "O Besouro Verde". Neo Tokyo #78. Editora Escala
  20. Green Hornet: Golden Age Re-Mastered. Dynamite Entertainment.
  21. Green Hornet 010 minus Green Hornet. Digital Comic Museum.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.