Engenharia eletrônica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2009).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
HitachiJ100A.jpg

A engenharia eletrônica (português brasileiro) ou engenharia eletrónica (português europeu) é uma área de Engenharia que lida com grandezas elétricas de pequena amplitude e de elevadas frequências, os chamados sinais elétricos ou eletrônicos. A engenharia eletrônica cuida da energia elétrica sob os micro-aspectos de controle, automação e telecomunicação. O estudo da engenharia eletrônica fornece meios para o desenvolvimento de componentes, dispositivos, sistemas e equipamentos como: transistores, circuitos integrados e placas de circuito impresso. Nos Estados Unidos, assim como no Brasil, os cursos de engenharia eletrônica são tradicionalmente dados como conteúdo da engenharia elétrica, tal como definido pelo MEC e CREA no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Chip FTDI num Arduino

A engenharia eletrônica a partir do desenvolvimento tecnológico nas indústrias do telégrafo, no final do século 19; e do rádio e telefone no início do século 20. A maior parte do desenvolvimento dessa disciplina ocorreu durante o período da segunda guerra mundial, com o advento do radar, do sonar, dos sistemas de comunicação e de outros sistemas com fins de aplicação bélica. Durante os anos que precederam a segunda guerra o assunto era conhecido como "engenharia de rádio" e apenas no final dos anos 50 o termo engenharia eletrônica começou a surgir.[1]

Em 1948 surgiu o transistor e em 1960 o circuito integrado (CI) viria a revolucionar a indústria eletrônica. [2] [3]

Historicamente considerada mera subdivisão da engenharia elétrica, especialmente durante a "era da válvula", ganhou autonomia plena com o advento da "era do semicondutor", rapidamente sucedida pela era da miniaturização em larga escala.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A engenharia eletrônica, constitui-se atualmente de várias subdivisões e ramos, cada vez mais numerosos. Algumas das especialidades e áreas de estudos incluem:

Referências

  1. Radio Engineering Principles
  2. Daniel Todd The World Electronics Industry, p. 55, Taylor & Francis, 1990 ISBN 978-0415024976
  3. Silicon Destiny

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias
Wikiversidade Cursos na Wikiversidade


Portal A Wikipédia possui o
Portal de engenharia
Ícone de esboço Este artigo sobre Engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.