Ernst Gombrich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ernst Hans Josef Gombrich (Viena, 30 de março de 1909Londres, 3 de novembro de 2001) foi um dos mais célebres historiadores da arte do século XX, especialmente por seus estudos sobre o renascimento.

É o autor de um dos livros mais populares dentre os adotados pelas instituições de ensino de História da Arte, em vários países: The Story of Art (A História da Arte), publicado pela primeira vez em 1950 em Londres e, desde então, com numerosas reedições e traduções.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Viena, ainda na época do Império Austro-Húngaro, numa família de origem judaica, que fazia parte de um sofisticado meio social e musical. Seu pai era advogado e colega de escola de Hugo von Hofmannsthal; sua mãe era pianista, aluna de Anton Bruckner (ela também conheceu Schoenberg, Mahler e Brahms). Rudolf Serkin era amigo da família.

Gombrich foi educado na Escola Secundária Theresianum em Viena, e Universidade de Viena antes de ir à Grã-Bretanha em 1936 onde tornou-se assistente de pesquisa no Instituto Warburg.

Durante a Segunda Guerra Mundial, trabalhou no serviço mundial da BBC, monitorando emissões de rádio alemãs. Quando em 1945 uma notícia foi antecedida por uma sinfonia de Bruckner escrita em homenagem à morte de Richard Wagner, Gombrich supôs corretamente que Hitler havia morrido, e reportou imediatamente a notícia a Churchill. Retornou ao Instituto Warburg em novembro de 1945, onde foi nomeado Research Fellow Sênior (1946), Lecturer (1948), Reader (1954), e finalmente professor de história da tradição clássica, e diretor do Instituto (de 1959 até 1972). Foi eleito Fellow da British Academy em 1960, feito Membro do Império Britânico em 1966, cavaleiro em 1972, e membro da Ordem do Mérito em 1988. Foi agraciado com muitas outras honrarias.

Família[editar | editar código-fonte]

Gombrich era filho de Karl Gombrich e Leonie Hock. Gombrich casou-se com Ilse Heller, uma prestigiada pianista de concerto, em 1936. Ilse era aluna da mãe de Ernst, ela mesma uma reconhecida pianista. O filho único de Ernst e Ilse, Richard, tornou-se um renomado indologista e especialista em estudos budistas, atuando como Boden Professor de sânscrito na Universidade de Oxford de 1976 a 2004.

Influência[editar | editar código-fonte]

Gombrich era próximo de vários emigrados austríacos, fugitivos do regime nazista que se instalou na Áustria depois da anexação alemã (Anschluss), entre eles Karl Popper (de quem era especialmente próximo) e Friedrich Hayek. Foi responsável pela publicação da magnum opus de Popper na Grã-Bretanha, A Sociedade Aberta e Seus Inimigos. Um tomou conhecimento do outro de forma breve em Viena, porque o pai de Gombrich trabalhou como aprendiz no escritório de advocacia do pai de Popper, Simon Popper. Tornaram-se amigos pelo resto da vida, estabelecendo-se ambos na Grã-Bretanha.

Obra[editar | editar código-fonte]

O primeiro livro de Gombrich foi Eine kurze Weltgeschichte für junge Leser (Uma História do Mundo para jovens leitores), o único livro que não escreveu em inglês, publicado na Alemanha em 1936. Alcançou grande sucesso e foi traduzido em muitas línguas, mas não esteve disponível em inglês até 2005 quando uma tradução de uma edição revisada foi publicada como A Little History of the World.

A História da Arte, publicado pela primeira vez em 1950, já em sua 16.a edição, é considerado como um trabalho indispensável de crítica de arte e uma das mais acessíveis introduções às artes visuais. Originalmente dirigido para leitores adolescentes, vendeu milhões das cópias e foi traduzido em mais de 30 línguas.

Outros livros incluem Arte e Ilusão(1960), considerado por críticos como seu trabalho mais influente e de maior envergadura, e os artigos reunidos em Meditações sobre um cavalinho de pau(1963) e A imagem e o olho (1981). Outros livros importantes são Aby Warburg: Uma biografia intelectual (1970), O sentido da ordem (1979) e A Preferência pelo primitivo (póstumo, 2002). Uma lista completa de suas publicações foi publicada por J.B. Trapp, E.H. Gombrich: Uma bibliografia em 2000.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Ernst Gombrich