Hipotermia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A hipotermia ocorre quando a temperatura corporal do organismo cai abaixo do normal (35°C), de modo não intencional, sendo seu metabolismo prejudicado. Se a temperatura ficar abaixo de 32°C, a condição pode ficar crítica ou até fatal. Temperaturas quase sempre fatais, são aquelas abaixo de 27°C. No entanto, há relatos de sobreviventes com temperaturas inferiores a 14°C[carece de fontes?].

No naufrágio do Titanic, a maioria dos passageiros morreram de hipotermia devido à temperatura da água no Atlântico Norte. Na Alemanha Nazista, experiências sobre hipotermia foram feitas, usando seres humanos como cobaias.[1]

Tipos[editar | editar código-fonte]

A hipotermia pode ser classificada em três tipos: a aguda, subaguda e crônica.

  • A aguda é a mais perigosa, onde há uma brusca queda da temperatura corporal (em segundos ou minutos), por exemplo quando a pessoa cai em um lago com gelo.
  • A subaguda já acontece em escala de horas, comumente por permanecer em ambientes frios por longos períodos de tempo.

Os sintomas dos três tipos de Hipotermia;

  • Moderada (33 a 30°C); Os tremores começam a desaparecer, a pessoa tende a ficar muito sonolenta, prostrada, quase inconsciente, rigidez muscular, alterações na memória e na fala, entre outros.
  • Grave (menos de 30°C); A pessoa fica imóvel e inconsciente, as pupilas se dilatam e a freqüência cardíaca diminui, se tornando quase imperceptível. Se o paciente não for devidamente tratado, a morte é inevitável.

Etapas[editar | editar código-fonte]

Primeira etapa
A temperatura corporal cai de 1 a 2 graus Celsius abaixo da temperatura normal. A pessoa tem arrepios, a respiração se torna rápida, as mãos ficam adormecidas com dificuldade de utilizá-las para efetuar tarefas.
Segunda etapa
A temperatura corporal cai de 2 a 4 graus Celsius abaixo da temperatura normal. Os arrepios são mais intensos, os movimentos são lentos. As extremidades ficam azuladas, há um pouco de confusão. Apesar disto a vítima está consciente.
Terceira etapa
Em geral os arrepios cessam, surgem sinais de amnésia, impossibilidade de usar as mãos, diminuição do pulso e respiração. Diminuição da atividade celular. Falha dos órgãos vitais. Morte clínica

Primeiros socorros[editar | editar código-fonte]

Esta enfermidade, não possui tratamento específico, devendo-se aumentar a temperatura corporal da vítima.

  • De início, não massageie ou esfregue a vítima, não deixe a pessoa em pé e nem dê álcool, pois estas ações desviarão a circulação (que já está comprometida) dos órgãos internos, podendo agravar a situação.
  • Se a hipotermia for perceptivelmente severa e a pessoa se demonstrar incoerente ou inconsciente, o reaquecimento deve ser feito sob circunstâncias estritamente controladas em um hospital.
  • Leigos devem apenas remover a vítima do ambiente gelado, dar bebida quente (não muito quente porque poderia ocasionar choque térmico) e encaminhar a pessoa para o cuidado médico o mais rápido possível.

Notas

  1. (em português) USHMM - Enciclopédia do Holocausto. As Experiências Médicas Nazistas. Página acessada em 6 de Julho de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]