Ian Hart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde julho de 2013)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde julho de 2013).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

Ian Hart (Liverpool, 8 de Outubro de 1964) é um actor britânico nascido na Inglaterra.

Foi escolhido como o melhor ator coadjuvante no Festival de Veneza de 1995, pela atuação em Nothing Personal (1995).

Interpretou o fotógrafo esquizofrênico Don Konkey na série dramática Dirt, produzida pela famosa atriz Courteney Cox.

Em 2004 foi indicado ao BAFTA na categoria de melhor ator inglês por Blind Flight (2003). No mesmo ano interpretou Sir Arthur Conan Doyle no filme Finding Neverland. Outra celebridade real interpretada por ele foi John Lennon, em Backbeat.

Em 2001 interpretou o professor Quirinus Quirrell em Harry Potter and the Sorcerer's Stone, apesar de ter feito teste também para interpretar Sirius Black, papel que foi para Gary Oldman.

Outros filmes em que participou foram Land and Freedom (1995), Michael Collins (1996) e The End of the Affair (1999).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.