Imbecilidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Oligofrenia. Por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e não se esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.
Editor, considere adicionar mês e ano na marcação. Isso pode ser feito automaticamente, com {{Fusão|1=Oligofrenia|{{subst:DATA}}}}.

Imbecilidade é, na psiquiatria, o grau intermediário da tríade oligofrênica, e os indivíduos portadores de imbecilidade são acompanhados de um certo grau de desenvolvimento intelectual que apenas lhes permite um mínimo de aprendizagem.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Existem diferenças em grau e categoria que muitas vezes dificultam diferenciar o indivíduo imbecil do normal, já que alguns conseguem a articulação oral, mas o déficit de inteligência só lhe permite a aprendizagem mediante muito esforços, enquanto outros que possuem boa memória são capazes de desempenhar tarefas simples porém incapazes de aprender a leitura ou escrita. Desse modo, a nível mundial, não se conhece nenhum estudo que permita afirmar o grau de interação dessa anomalia (ou contrário) no convívio social.

Vida e interação[editar | editar código-fonte]

O imbecil é caracterizado por sujeitar-se facilmente às sugestões, podendo constituir-se em perigo para outrem, por conta disso: se sugestionado para o mal, não têm os freios morais para questionar.

Em geral, não se afeiçoam à vida familiar, mas em contrapartida gostam de animais.

Não possuem condições para a própria subsistência.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.