Imperatriz Gensho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imperatriz Gensho
Imperatriz Gensho
Imperador de Flag of Japan.svg Japão
Mandato 715 até 724
Antecessor(a) Imperatriz Gemmei
Sucessor(a) Imperador Shōmu
Vida
Nascimento 680
Morte 748 (68 anos)
linkWP:PPO#Japão

Imperatriz Gensho (元正天皇, Gensho-tennō?, 680—748) [1] foi a 44º Imperatriz do Japão, na lista tradicional de sucessão [2] .

Vida[editar | editar código-fonte]

Reinou de 715 a 724. Ela foi a quinta mulher a ascender ao Trono do Crisântemo [3]

Gensho foi a irmã mais velha do Imperador Mommu e filha do Príncipe Kusakabe e da Imperatriz Gemmei. Portanto, era neta do Imperador Temmu com a Imperatriz Jitō por parte de pai e neta do Imperador Tenji por parte de mãe [4] . Antes da sua ascensão ao trono, seu nome era Hidaka-hime [4] .

A sucessão da Imperatriz Gensho ao trono foi concebido como uma regência até Príncipe Obito, filho de seu irmão Mommu, se tornar maduro o suficiente para ascender ao trono. Obito se tornaria mais tarde o Imperador Shōmu. Obito foi nomeado príncipe herdeiro em 714 pela Imperatriz Gemmei. No ano seguinte, 715, a Imperatriz Gemmei, então na casa dos cinquenta anos, abdicou em favor de sua filha Gensho. Obito tinha naquela época 14 anos.

Obito permaneceu sendo o príncipe herdeiro da nova imperatriz. Fujiwara no Fuhito , o homem da Corte mais poderoso, permaneceu como Udaijin até sua morte em 720. Depois de sua morte, o Príncipe Nagaya , neto de Temmu e primo da Imperatriz Gensho, passa a ser o novo Udaijin. Esta mudança de poder foi um pano de fundo para os conflitos posteriores entre Nagaya e os quatro filhos de Fuhito durante o reinado do Imperador Shōmu.

A Imperatriz Gensho é tradicionalmente venerado em um memorial no Santuário Xintoísta em Nara. A Agência da Casa Imperial designa este local como Mausoléu de Gensho. E é oficialmente chamado de Nahoyama no nishi no misasagi [1] .

Daijō-kan[editar | editar código-fonte]





Precedido por
Gemmei
Japanese Imperial Seal.svg -- 44º Imperatriz do Japão
715 - 724
Sucedido por
Shōmu




Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Agência da Casa Imperial: Gensho-tennō (44) (em japonês)
  2. a b Isaac Titsingh, "Gensho" em Annales des empereurs du japon, (em francês) Paris: Royal Asiatic Society, Oriental Translation Fund of Great Britain and Ireland p. 65-66 OCLC 5850691.
  3. As imperatrizes que reinaram antes Gensho foram: (1) Suiko, (2) Kogyoku (Saimei), (3) Jito (4) Gemmei; as que reinaram após Gensho foram (a) Koken (Shotoku), (b) Meisho, e (c) Go-Sakuramachi . No período Meiji, Jingo foi excluída da lista tradicional de sucessão.
  4. a b c d e Jien, The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō, an Interpretative History of Japan Written in 1219 (em inglês), University of California Press, 1979 pp. 271 ISBN 9780520034600.
  5. José Yamashiro. (1986). História da cultura japonesa São Paulo: Instituição Brasileira de Difusão Cultura. p. 57 OCLC 17507513
  6. Iwao, Seiichi, Teizō Iyanaga, Susumu Ishii, Shōichirō Yoshida, (2002). "Nihon-shoki" em Dictionnaire historique du Japon, p. 2032. (em francês) Paris: Maisonneuve & Larose. ISBN 9782706816321; OCLC 51096469
  7. Kan'ichi Asakawa (1903). The Early Institutional Life of Japan: A Study in the Reform of 645 (em inglês) Tokyo: Shueisha p. 297. OCLC 4427686
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.