Instituto Karolinska

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto Karolinska
Karolinska institutet
Biblioteca da Universidade e Laboratório Berzelius
Lema 'Att genom forskning, utbildning och information bidra till människors hälsa.
Fundação 1810
Tipo de instituição Pública
Localização Solna,  Suécia
Reitor(a) Harriet Wallberg-Henriksson
Total de Estudantes 6 000
Página oficial www.ki.se

O Instituto Karolinska (em sueco, Karolinska Institutet ou KI) é uma das maiores universidades médicas da Europa.

Com o Hospital Universitário Karolinska, associado à universidade, o KI constitui um dos maiores centros de treinamento e pesquisa da Suécia, responsável por 30% do treinamento médico e 40% da pesquisa médica acadêmica do país.

História[editar | editar código-fonte]

O Karolinska Institutet foi criado entre 1810 e 1811, como centro de treinamento para cirurgiões do exército, na comuna sueca de Solna, perto de Estocolmo. Originalmente chamava-se Medico-Chirurgiska Institutet. Em 1817, a palavra 'Karolinska' foi adicionada, como referência aos Karoliner, os soldados do soberano sueco Carlos XIII e o nome completo da instituição passou a ser 'Kongl. Carolinska Medico Chirurgiska Institutet'. Em 1968, passou a chamar-se simplesmente 'Karolinska Institutet'.

Entre os seus fundadores, salienta-se Jöns Jacob Berzelius, professor de química e farmácia, e um dos fundadores da química moderna.

Em 1861, graças ao crescente reconhecimento, este instituto recebeu o estatuto de universidade. Actualmente, é a única universidade sueca de medicina e de outras ciências deste ramo, como a medicina dentária, a toxicologia e a fisioterapia.

Desde 1901, uma comissão do instituto indica os laureados com o Nobel de Fisiologia ou Medicina.

Professores e ex-alunos notáveis[editar | editar código-fonte]

Departamentos (segundo a localização)[editar | editar código-fonte]

Campus Solna
KI Norte - Hospital Karolinska e Hospital Danderyd
Campus Huddinge e Hospital Söder

Pesquisa no Karolinska[editar | editar código-fonte]

Os pesquisadores do Karolinska se dedicam amplamente à pesquisa médica, com ênfase sobre reprodução humana, imunologia e onco-genômica.

No ranking mundial da investigação médica de 2013 - Academic Ranking of World Universities in Clinical Medicine and Pharmacy 2013, o Instituto Karolinska ficou em 11.o lugar. [1]

Referências

  1. Academic Ranking of World Universities in Clinical Medicine and Pharmacy - 2013 (em inglês) Academic Ranking of World Universities. Visitado em 8 de dezembro de 2013.
  • A Grande História do Nobel, Ed. Quidnovi - Edição e Conteúdos,S.A., 2004

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]