João Neiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de João Neiva
Bandeira de João Neiva
Brasão de João Neiva
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 11 de maio
Fundação 11 de maio de 1988
Gentílico joão-neivense
Prefeito(a) Romero Gobbo (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de João Neiva
Localização de João Neiva no Espírito Santo
João Neiva está localizado em: Brasil
João Neiva
Localização de João Neiva no Brasil
19° 45' 28" S 40° 23' 09" O19° 45' 28" S 40° 23' 09" O
Unidade federativa  Espírito Santo
Mesorregião Litoral Norte Espírito-santense IBGE/2008 [1]
Microrregião Linhares IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ibiraçu (S), Aracruz (L), Linhares (NE), Colatina (N), Santa Teresa e São Roque do Canaã (O).
Distância até a capital 81 km
Características geográficas
Área 272,865 km² [2]
População 15 808 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 57,93 hab./km²
Altitude 80 m
Clima Tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,753 alto PNUD/2010 [4]
PIB R$ 178 766,952 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 163,50 IBGE/2008[5]
Página oficial

João Neiva é um município brasileiro do estado do Espírito Santo. Sua população segundo o Censo demográfico do IBGE em 2010 é de 15.808 habitantes[6] .

Encontra-se em meio a uma paisagem de densas matas sobre um relevo acidentado, com muitos "pães-de-açúcar". Próximo à cidade, há duas reservas biológicas que têm o objetivo de preservar o que ainda existe de Mata Atlântica, a reserva da Rancho Alto - Reserva Florestal da Vale do Rio Doce, criadas e mantidas pela Companhia Vale do Rio Doce. A influência da cultura italiana é uma característica marcante de João Neiva, cidade que recebeu muitas famílias vindas da Itália no período das grandes imigrações no Brasil.[7]

História[editar | editar código-fonte]

Imigração italiana[editar | editar código-fonte]

No ano de 1874 deu-se a imigração para o Brasil. Os italianos distribuíram por várias regiões, mas somente no ano de 1877 chegam nessa região, as primeiras famílias imigraram para lá como, a família Reali, Sarcinelli, Negri, e em 1888 família Girelli proveniente de Vigasio VR , 1889 família Faustini proveniente de belluno e entre outras. Com a chegada da primeira família surgem os povoados de Acioli (1887) e Demétrio Ribeiro (1890), hoje distritos de João Neiva.[8]

Instalação da ferrovia[editar | editar código-fonte]

No início do século XX, um deputado federal baiano e engenheiro João Augusto Neiva, muito lutou na câmara federal para a instalação do Estrada de Ferro Diamantina, pertencentes a Companhia Estrada de Ferro Vitória a Minas.

Com a instalação da estrada de ferro, em 1906 surge a estação ferroviária. O terreno para a realização da obra foi doado por Negri Orestes. O idealizador, Pedro Nolasco, da construção da Estrada de Ferro Diamantina, para homenagear o deputado baiano João Augusto Neiva, deu à estação o nome de João Neiva. É em torno da estação que surge o povoado "João Neiva".

Em 30 de dezembro de 1921, João Neiva, através da lei nº 1305 é elevada a distrito.

No dia 15 de novembro de 1988, realizou-se a primeira eleição no município. Tendo sido eleito para prefeito, Aluyzio Morellato, para vice-prefeito, José Anízio Ivo Secomandi.[9]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Situada na Microrregião Metropolitana Expandida Norte, João Neiva, limita-se ao norte pelo município de Colatina; ao sul Ibiraçu; a nordeste Linhares, a leste Aracruz; a oeste São Roque do Canaã e Santa Teresa. Possui uma distância de 81 km da capital do estado – Vitória.

Relevo[editar | editar código-fonte]

Com altitude mínima de 60m e máxima de 1090m, o município possui um relevo modelado com rochas cristalinas, classificando-se como ondulado a fortemente ondulado, com cotas variando de 100 a 600 metros, possuindo boa parte de sua área com declividade maior que 30%.

Localizado na sede, encontra-se o Morro do Monte Negro que faz a divisa com o município de Ibiraçu, o Pico da Serra do Óleo com 800 metros que fica localizado, perto de Lombardia, perto de Barra do Triunfo, e ainda o Morro de Santa clara em Alto Bérgamo e o Pico de Cavalinho que é um dos principais pontos da telecomunicação do Espírito Santo, onde ficam as torres da EMBRATEL, VALE, TV GAZETA, entre outras.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Encontra-se na bacia do Rio Doce, sendo que na região destacam-se os rios Piraqueaçu, rio Pau Gigante, rio Ubás, rio Triunfo, dentre outros.

Os maiores rios do Município são:

• rio Piraqueaçu: nasce em Santa Teresa, atravessa o município e deságua no Oceano Atlântico, em Santa Cruz – município de Aracruz.

• rio Clotário: nasce na cabeceira do Morro do Descanso que fica em Cavalinho e Demétrio Ribeiro e deságua no rio Piraqueaçu, em João Neiva, na ponte próxima ao Centro Comunitário.

• rio Pau Gigante: nasce na cabeceira de Alto Bérgamo, passa por Acioli e no município de Colatina forma a lagoa Pau Gigante que deságua no rio Doce.

As principais cachoeiras do Município são:

• cachoeira do Paraíso: chamada anteriormente de Cachoeira do Inferno – segundo antigos moradores existe nesta cachoeira uma gruta com inscrições de Antigas Civilizações, cujas cópias de letras já foram enviadas até para a Itália, para estudos. Foi encontrada nesta cachoeira, uma pedra esférica com mais ou menos 15 cm de raio, hoje exposta no restaurante Califórnia, em Ibiraçu. Através da Lei n.º 0886/98 fica denominada “Cachoeira do Paraíso” a popular “Cachoeira do Inferno”. Localizada em Mundo Novo, com aproximadamente 80 metros de altitude. Por possuir uma água de boa qualidade e poucas impurezas, foi canalizada pelo SAAE para abastecimento de água da sede de João Neiva e algumas localidades do município como: Santo Afonso, Cristal, Piraqueaçu, Ribeirão de Cima, Monte Negro e Juá.

• no rio Clotário há uma cachoeira localizada dentro da cidade de João Neiva, no final da rua 7 de setembro, antiga fornecedora de energia elétrica para a cidade.

• no rio Ubás há uma cachoeira na propriedade de João Batista, entre a Barra do Triunfo e Acioli.

• Cachoeira Piva: com mais ou menos 10 metros de altura, próxima à Br 101-norte, no Rio Piraqueaçu.[10]

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a estimativa populacional do IBGE para 2009, João Neiva tem 14.621 habitantes, ocupando o posto de 43º município mais populoso do estado.

Evolução demográfica da cidade de João Neiva[6] [11]

Estrutura urbana[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

A rede de transporte de João Neiva é composta pelas modalidades ferroviária e rodoviária. A cidade é cortada pela Estrada de Ferro Vitória - Minas (EFVM), mantida pela VALE.

Além de ser cortada pela BR-101, a BR-259 que liga o Espírito Santo à Minas Gerais inicia-se em João Neiva.

Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Sem dúvida, um dos lugarejos mais bonitos de João Neiva é Demétrio Ribeiro. Fundado no final dos anos de 1800, atraiu vários imigrantes italianos, que dedicaram-se ao plantio do café, ao comércio e à agricultura de subsistência.

O nome Demétrio Ribeiro foi dado devido à influência de Demétrio Nunes Ribeiro, que foi Ministro da Agricultura. Atualmente a comunidade de Demétrio Ribeiro, em parceria com o Sebrae, organiza anualmente um evento para promover a cultura e o agroturismo, proporcionando o desenvolvimento local e conseqüentemente a melhoria da qualidade de vida de seus moradores.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 26 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. a b Recenseamentos demográficos em Coleção digital. Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  7. Prefeitura Munipal de João Neiva. Página visitada em 1º de maio de 2012.
  8. Prefeitura Munipal de João Neiva. Página visitada em 1º de maio de 2012.
  9. Prefeitura Munipal de João Neiva. Página visitada em 1º de maio de 2012.
  10. Prefeitura Munipal de João Neiva. Página visitada em 1º de maio de 2012.
  11. Cidades@ - João Neiva - ES (em português). IBGE. Página visitada em 26 de maio de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]