John Payne (ator)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Payne
Nome completo John Howard Payne
Nascimento 28 de Maio de 1912
Roanoke
 Estados Unidos
Morte 6 de dezembro de 1989 (77 anos)
Malibu
 Estados Unidos
Ocupação ator e cantor
IMDb: (inglês)

John Howard Payne (Roanoke, 28 de maio de 1912 - Malibu, 6 de dezembro de 1989)[1] foi um ator de cinema americano. É mais lembrado pelos seus filmes musicais da 20th Century Fox e mais tarde como Vint Bonner na série de televisão The Restless Gun (1957-1959) da rede NBC.

John Payne estrelou filmes com as principais estrelas de Hollywood de seu tempo, como Alice Faye, Betty Grable e Carmen Miranda.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância[editar | editar código-fonte]

John Payne nasceu na cidade de Roanoke, no Estado da Virginia, filho de uma família abastada. A mãe de Payne havia sido cantora de ópera e acreditando que o filho tivesse também pendor musical o colocou ainda pequeno numa escola de canto. O jovem John tinha mesmo vocação para ser artista, o que fez com que ingressasse na Columbia University para estudar Arte Dramática enquanto paralelamente continuva com as aulas de canto na Julliard School.

O inicio da carreira[editar | editar código-fonte]

O primeiro contrato que assinou foi com Samuel Goldwyn, estreando em 1936 como coadjuvante no memorável "Fogo de Outono", estrelado por Walter Huston e com direção de William Wyler. Estranhamente Goldwyn liberou o promissor John Payne que foi contratado pelo diretor-produtor Boris Petroff para o principal papel em um musical escrito por um jovem jornalista chamado Samuel Fuller que, por sinal, era da mesma idade de Payne. O musical se chamou "Hats Off" e Payne teve a oportunidade de cantar a clássica canção de ninar "Twinkle, twinkle, little star". "Love on Toast", de 1937, foi o filme seguinte de John Payne que contracenou com uma atriz estreante no cinema chamada Stella Adler.[2]

O estrelato[editar | editar código-fonte]

John Payne em 1943.

Em 1940, John Payne assinou contrato com a 20th Century-Fox e seus primeiros trabalhos nesse estúdio foram como coadjuvante em "Maryland", estrelado por Walter Brennan e em "O Eterno Dom Juan", com John Barrymore.

Seguiram-se outros musicais: "A Vida é Uma Canção", em que Payne atuou com Alice Faye e Betty Grable; "Alô, América!", com Alice Faye; "Quero Casar-me Contigo", com a medalhista olímpica de patinação Sonja Henie e com a Orquestra de Glenn Miller; "Rapsódia da Ribalta", com Betty Grable e Victor Mature; outra vez com Sonja Henie em "Bodas do Gelo"; "Aquilo Sim Era Vida", novamente com Betty e Alice.

Em 1941, John atuou ao lado de Carmen Miranda no filme "Aconteceu em Havana" e em 1942 na comédia musical "Minha Secretária Brasileira". Em meio a tantos musicais, Payne estrelou dois dramas de guerra: "Lembra-te Daquele Dia", com Claudette Colbert e "Defensores da Bandeira", com Maureen O'Hara e Randolph Scott. Este filme marcou o primeiro dos quatro encontros de John Payne com Maureen nas telas.

A eclosão da Segunda Guerra Mundial alterou bastante a vida de John Payne que já havia mudado com o fim de seu primeiro casamento em 1943. Ao final da Guerra John Payne retornou à Fox que o escalou para "As Irmãs Dolly" mais um musical e mais uma vez ao lado de Betty Grable.[3]

Em 1946 veio o segundo encontro de John Payne com Maureen O’Hara no drama "Conflito Sentimental", ainda em 1946 Payne atuou em "Acorda e Sonha", com June Haver, estrela lembrada por ter abandonado a carreira artística para se tornar freira. Em seguida Payne estrelaria o maior sucesso de sua carreira: De Ilusão Também se Vive.

"De Ilusão Também se Vive" disputa com "A Felicidade Não se Compra" o título de filme mais exibido na televisão norte-americana por ocasião do Natal. John Payne foi mais visto que nunca pelo público, mesmo porque este foi seu último filme para a Fox que não renovou o contrato com o galã.

A partir de 1948 John Payne tornou-se free-lancer passando a atuar em produções bastante inferiores àquelas da 20th Century-Fox. Seu primeiro filme na nova fase foi o policial "Aves de Rapina", com Dan Duryea e Shelley Winters. Em seguida veio "Um Homem irresistível", com Susan Hayward. Depois atuou em "Afrontando a Morte", com Ellen Drew. Seguiu-se a aventura "Capitão China", com Gail Russell. E fechando o ciclo de filmes com Maureen O’Hara, John Payne atuou em "Tripoli", mediana aventura de 1950.

Nos anos seguintes Payne fez algumas participações em série de TV como "Gunsmoke" e "Glenn Ford é a Lei". Em 1968, Payne dirigiu "They Ran for Their Lives", policial que estrelou e que tinha Scott Brady no elenco, filme que foi seu último longa-metragem. A derradeira a atuação do ator foi num episódio da série "Columbo".[4]

Em 8 de fevereiro de 1960, ele foi homenageado com duas estrelas na Calçada da Fama.[5]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1937, John Payne foi casado com a atriz Anne Shirley com quem teve uma filha, Anne chegou a abandonar a carreira de atriz para ser dona-de-casa, porém o casamento chegaria ao fim em 1943. Em 1944, John Payne se casaria com Gloria DeHaven.

Em 1961, Payne foi atropelado por um automóvel em Nova York, passando dois anos em recuperação e tendo ficado com o rosto bastante marcado por cicatrizes que ele se recusou a corrigir com operações plásticas.

Seu terceiro casamento foi com Janet Leigh, Payne não teve filhos com a terceira esposa, com quem viveu até falecer em razão de problemas cardíacos em 6 de dezembro de 1989, aos 77 anos.[6]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Todos os títulos em Português dos filmes estrangeiros referem-se a exibições no Brasil
  • 1936 Fogo de Outono
  • 1937 Fair Warning
  • 1937 Feira de Sensações
  • 1937 Amar não é Sopa
  • 1938 Jazz Academia
  • 1938 No Mundo da Lua
  • 1939 Murros e Solfejos
  • 1939 Asas da Esquadra
  • 1939 Demônios Sobre Rodas
  • 1939 The Royal Rodeo
  • 1940 Estrela Luminosa
  • 1940 Maryland
  • 1940 King of the Lumberjacks
  • 1940 O Eterno Don Juan
  • 1940 Gente Sem Medo
  • 1940 A Vida é uma Canção
  • 1941 Alô, América!
  • 1941 Quero Casar-me Contigo
  • 1941 Aconteceu em Havana
  • 1941 Lembra-te Daquele Dia
  • 1942 Defensores da Bandeira
  • 1942 Rapsódia da Ribalta
  • 1942 Minha Secretária Brasileira
  • 1942 Islândia
  • 1943 Aquilo Sim Era Vida
  • 1945 As irmãs Dolly
  • 1946 Desperte e Sonhe
  • 1946 Conflito Sentimental
  • 1946 O Fio da Navalha
  • 1947 De Ilusão Também Se Vive
  • 1947 Aves de Rapina
  • 1948 Um Homem Irresistível
  • 1949 The Crooked Way
  • 1949 Capitão China
  • 1949 Barreiras de Sangue
  • 1950 Tripoli
  • 1950 A Águia e o Gavião
  • 1951 A Noite de 23 de Maio
  • 1951 Legião dos Desesperados
  • 1951 Ouro dos Piratas
  • 1952 Os Quatro Desconhecidos
  • 1952 Pantera Negra
  • 1952 Labaredas no Céu
  • 1953 Os Vencidos
  • 1953 Corsário dos Sete Mares
  • 1953 A Morte Ronda o Cais
  • 1954 Homens Indomáveis
  • 1954 A Senda do Sangue
  • 1955 Massacre Traiçoeiro
  • 1955 Renegado Impiedoso
  • 1955 A Audácia é a Minha Lei
  • 1955 A Ilha do Inferno
  • 1956 O Poder do Ódio
  • 1956 Noite Sangrenta
  • 1956 Os Poderosos Também Caem
  • 1956 Sede de Matar
  • 1957 Temor Oculto
  • 1957 Bailout at 43,000
  • 1960 O'Conner's Ocean (filme para televisão)
  • 1968 They Ran for Their Lives
  • 1975 Columbo: Forgotten Lady (serie de televisão)

Referências