John Titor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

John Titor é o nome usado em vários bulletin boards durante os anos de 1994 e 2001 por um postador que alegava ser um viajante no tempo do ano de 2036 Nessas postagens, ele fez diversas previsões (algumas vagas, outras bem específicas[1] ) sobre eventos no futuro próximo, começando com eventos em 2004. Ele descreveu um futuro drasticamente modificado no qual os Estados Unidos foram partidos em cinco regiões menores, o meio ambiente e a infraestrutura foram devastados por um ataque nuclear e muitas outras potências mundiais foram destruídas.

Até hoje, a história tem sido recontada em diversos sites, em um livro e em uma peça de teatro. Ele também foi discutido ocasionalmente no programa de rádio Coast to Coast AM.[2] Neste aspecto, a história de Titor pode ser única em termos do amplo apelo a partir de uma mídia originalmente limitada, um fórum de discussões da internet.

As postagens de John Titor[editar | editar código-fonte]

A primeira postagem apareceu no fórum "Instituto Viagem no Tempo" em 2 de novembro de 2000, sob o nome de TimeTravel_0. Na época, as postagens nada tinham a ver com eventos futuros, e o nome "John Titor" não estava sendo usado. Em vez disso, as postagens discutiam sobre viagem no tempo em geral, sendo a primeira a descrição em "seis partes" do que uma máquina do tempo precisaria ter para funcionar (ver abaixo) e respostas a perguntas sobre como tal máquina funcionaria. As mensagens iniciais tendiam a ser curtas.

Pouco tempo depois, TimeTravel_0 alegou ser um viajante no tempo do futuro e começou a postar descrições variadas de seu tempo. Gradualmente ele começou a responder perguntas postadas no fórum e começou a revelar uma imagem mais complexa do futuro. Embora muitas de suas postagens dissessem respeito a condição do mundo no futuro, Titor também respondeu a perguntas tanto no fórum quanto no IRC, [3] . Algumas vezes ele também falou sobre eventos mais atuais; por exemplo, em uma postagem inicial ele disse que "A importante descoberta que permitirá a tecnologia de viagem no tempo

em cerca de um ano [2001] quando o CERN ativar sua maior instalação". [4]

O nome "John" não foi apresentado até janeiro de 2001, quando TimeTravel_0 começou a postar no fórum BBS Art Bell (que requeria um nome ou pseudônimo para cada conta). As postagens de Titor belfort cessaram no fim de março de 2001. Finalmente, alguns dos tópicos acabaram corrompidos; mas as postagens de Titor tinham sido salvas nos discos rígidos dos outros participantes e foram copiadas para Anomalies.net, junto com novas discussões sobre a ciência por trás da viagem no tempo de Titor assim como sobre suas predições. Por volta de 2003, vários sites reproduziram as postagens de Titor, rearrumando-as em narrativas. Nem todos se referem às datas originais de postagem.[5]

Pontos principais[editar | editar código-fonte]

Em suas postagens online, Titor alegou ser um soldado americano do ano de 2036 originário de Tampa na Flórida, que foi designado para um projeto governamental de viagem no tempo. Supostamente, Titor foi enviado de volta a 1975 para recobrar um computador IBM 5100 que ele disse ser necessário para depurar diversos programas antigos de computador em 2036; uma referência ao problema do ano 2038 nos sistemas Unix. O 5100 executa as linguagens de programação APL e BASIC. Titor foi selecionado para essa missão especificamente, dado que seu avô paterno esteve diretamente envolvido na montagem e programação do 5100.

Titor alegou estar em uma escala no ano 2000 por "razões pessoais"; i.e., para coletar oitografias perdidas na (futura) guerra civil e para visitar sua família, de quem ele falou com frequência. Titor também disse que esteve, por alguns meses, tentando alertar qualquer um que escutasse sobre a ameaça da propagação da doença de Creutzfeldt-Jakob através de produtos com carne de vaca e sobre a possibilidade da guerra civil dentro dos Estados Unidos. Quando questionado sobre esses assuntos por um participante online, Titor também expressou um interesse em mistérios sem explicação como ets (que em seu tempo ainda estão sem explicação). Titor sugeriu que OVNIs e visitantes alienígenas podem também ser viajantes no tempo de um futuro muito mais longe que o seu, que possuem máquinas do tempo superiores às suas.

Máquina do tempo[6] [editar | editar código-fonte]

John Titor escreveu a máquina do tempo em diversas línguas. Numa de suas primeiras postagens, ele a descreveu como "unidade de deslocamento no tempo de massa estacionária alimentada por duas singularidades duplamente positivas que giram no topo", produzindo uma "senoide Tipler deslocada padrão". Sua primeira postagem foi mais explícita, dizendo que a máquina continha:

  • Duas unidades de armazenamento magnético para as micros singularidades duplas.
  • Uma variedade de injeção eletrônica para alterar as micro singularidades de massa e gravidade.
  • Um sistema de ventilação de raios X e congelamento.
  • Sensores de gravidade ou uma comporta variável de gravidade.
  • Quatro principais relógios de césio.
  • Três principais unidades de computador.

De acordo com as postagens, o dispositivo foi instalado na parte traseira de um Chevrolet Corvette conversível de 1967 e mais tarde movido para um caminhão de 1987 que possuía tração nas quatro rodas.

Titor, além disso, afirmou que o "modelo Everett-Wheeler da física quântica" estava certo. Esse modelo, mais conhecido como a interpretação de muitos mundos, postula que todo resultado possível de uma decisão quântica na verdade ocorre em um "universo" separado. Titor afirmou que esse é motivo pelo qual o paradoxo do avô não ocorreria; de acordo com a lógica do argumento, Titor estaria matando uma pessoa diferente de seu avô numa linha do tempo distinta da dele.

"...O paradoxô do avô é impossível. De fato, todo paradoxo é impossível. A teoria de Everett-Wheeler-Graham ou dos múltiplos mundos está correta. Todos os possíveis estados quânticos, eventos, possibilidades e resultados são reais, eventuais, e estão ocorrendo. As chances de todas as coisas acontecerem em algum lugar, durante algum tempo no superverso é de 100%."[7]

Previsões[8] [editar | editar código-fonte]

A mais imediata das previsões de Titor foi de uma futura guerra civil nos Estados Unidos relacionada com "ordem e direitos".[9] Ele afirmou que essa guerra começaria em 2004,[10] com desordens civis envolvendo as eleições presidenciais desse ano. Esse conflito civil, que segundo ele "teria um evento semelhante ao cerco de Waco todo mês e pioraria cada vez mais",[10] chegaria "praticamente às portas de todos"[9] e explodiria em 2008.

Titor afirmou que quando ele tinha 13 anos de idade, em 2011, ele lutou com a "Fighting Diamondbacks", uma unidade de infantaria de espingarda da Flórida, por pelo menos quatro anos. Entretanto, em outras postagens ele postulou que se escondeu durante a guerra. Como um resultado da guerra, os Estados Unidos se dividiram em cinco regiões, com base em vários fatores e diferentes objetivos militares. Essa guerra civil, de acordo com Titor, acabaria então em 2015 com uma breve, porém intensa, Terceira Guerra Mundial:

"Em 2015, a Rússia lança um ataque nuclear contra as maiores cidades dos Estados Unidos (que são o "outro lado" da guerra civil de acordo com a minha perspectiva), da China e da Europa. Os Estados Unidos contra-atacam. As cidades americanas são destruídas junto com o A. F. E. (American Federal Empire, Império Federal Americano). Então nós (no país) vencemos. A União Europeia e a China foram também destruídas."[11]

Titor se refere à troca como o "Dia N". Washington, D.C. e Jacksonville, Flórida são especificamente mencionadas como cidades atingidas. Após a guerra, Omaha, Nebraska é a nova capital da nação.

Titor é vago quando às motivações e causas exatas da Terceira Guerra Mundial. Numa de suas observações, ele caracterizou as hostilidades como decorrentes dos "choques de fronteira e superpopulação"[12] mas também fala do presente conflito entre árabes e judeus como um prenúncio da Terceira Guerra Mundial.

Análise das afirmações[editar | editar código-fonte]

Previsões fracassadas[editar | editar código-fonte]

As postagens enfrentaram o ceticismo quando foram publicadas, mas era impossível provar de antemão que os eventos previstos não iriam acontecer. Já que Titor afirmou que a interpretação de muitos mundos da física quântica estava correta, efetivamente significando que sua viagem foi de um universo paralelo e que as coisas poderiam acontecer diferentemente de como ele previu, os detalhes que ele apresentou eram infalsificáveis.

Uma das primeiras declarações de Titor foi a de que a CERN descobriria a base para a viagem no tempo perto de 2001, com a criação dos "buracos negros" em miniatura cerca de meio ano após sua partida. Isso não ocorreu, até 2014 com um acidente cientifico, descobriram algo menor que o atomo, correndo risco de abrir um buraco negro na terra e engolir tudo. Um artigo que seria publicado por volta do tempo em que ele previu a criação dos buracos negros em miniatura pela CERN (um tema recorrente, também atribuído a Fermilab e Brookhaven em várias épocas[13] ) foi tomado por alguns como uma evidência para sua afirmação, mas esses eventos também não ocorreram. A guerra civil não esteve nem remotamente perto de explodir após as eleições americanas de 2004, sem nenhum conflito adicional em 2008 da maneira que Titor descreveu.

Um exemplo particularmente óbvio envolve os Jogos Olímpicos, sobre os quais Titor afirmou: "Como um resultado de muitos conflitos, não, não houve Jogos Olímpicos oficiais depois de 2004."[14] O estadiamento politicamente rotineiro dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006,[15] dos Jogos Olímpicos de Verão de 2008, dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010 e dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 refuta claramente esse argumento.

Problemas com a tecnologia[editar | editar código-fonte]

No contexto da imagem de demonstração provida por John Titor, o fato do feixe do apontador laser ser "curvado" revela uma inconsistência óbvia, pois objetos perto do feixe não estão inclinados também. O enquadramento da janela visível do fundo, por exemplo, deveria aparecer distorcido em proximidade a um grande gradiente de gravidade, mas não aparece. Alguns especularam que o "feixe" é na verdade uma fibra ótica.[16]

Titor afirmou que ele foi enviado para o passado para adquirir um computador IBM 5100, pois este poderia traduzir diversos tipos de códigos de computador. De acordo com o engenheiro da IBM Bob Dubke, as declarações de Titor a respeito da habilidade pouco conhecida do IBM 5100 de emular e depurar sistemas de estrutura principais estavam corretas.[17] Defensores dizem que essa informação não era publicidade disponível em 2000 ou 2001 quando Titor fez sua declaração,[18] o próprio Titor afirmou que esse recurso foi "descoberto" não antes de 2036, quando o Unix, como a fonte subjacente por trás de todos os sistemas operacionais de computador que continuam executando infraestruturas locais e outras tarefas computacionais, estava a apenas dois anos de não ser capaz de funcionar mais devido às limitações de números inteiros de 32 bits.[19]

Entretanto, essa capacidade de emulação era amplamente conhecida na indústria e comentada profundamente em numerosas publicações que lidavam tanto com o 5100 como com os microcódigos programáveis em geral.[20] Referências a este fato estiveram também disponíveis na Internet antes de 1999 e portanto precederam as postagens de Titor. Isso é um pedaço bastante obscuro de trívia, mas que sugere que quem quer que seja que estava postando conhecia bem a máquina ou então tinha pelo menos um interesse geral em computadores antigos.[21]

Titor afirmou, sobre a maquina do tempo, John disse: "Tipler" sua inicial manteve anônima, outro nome "Kerr", um cientista que cooperou na criação da máquina do tempo junto com Tripler e um terceiro. Este terceiro é o mais intrigante, já que, segundo Titor, foi quem teve a ideia inicial da máquina do tempo, e quem providenciou os recursos para tal. Foi revelado também que este terceiro se auto denomina como "Haller", e é de origem sul-americana, mais provável de ser um brasileiro, e suas únicas intenções eram de arrumar o estrago que a humanidade fez no mundo. Segundo Titor, esse Haller que comandava praticamente toda ciência que existia no mundo, sendo uma pessoa brilhante e ter na época, 2036, 37 anos. Titor afirmou que era um amigo pessoal de Haller. Eles existem e são professores de física. 2. O conceito básico da máquina do tempo será apresentada pelo CERN em 2001, um fato em 2000-2001 muitos que sabem sobre a organização do CERN, e em 2001 o CERN inventou o conceito de estados de buraco negro, onde será a base de uma máquina do tempo. 3. John Titor deu detalhes de uma máquina do tempo que ele usou nossos KPD, que contém as unidades habitacionais magnética para micro singularidades duplas, injeção eletrônica, e coletor para alterar a massa e gravidade da micro singularidades, Refrigeração e raio-x do sistema de ventilação, sensores de gravidade (sistema VGL), relógios principal ( 4 unidades de césio), unidades de computador principal (3). Os cientistas que entregaram a John a operação que faz com que seja possível fazer a viagem no tempo.

Problemas com a história[editar | editar código-fonte]

Numerosos comentários apontaram amplas similaridades entre a história de Titor e o romance pós-apocalíptico de ficção científica Alas, Babylon de Pat Frank.[22] Alas, Babylon se passa numa pequena cidade na Flórida um pouco antes e depois de uma guerra nuclear e descreve a luta pela sobrevivência de uma família após essa guerra. No livro, o protagonista vive na cidade mítica de "Fort Repose" (Repouso do Forte) , enquanto Titor afirmou que vive no "Forte", antes conhecido como Universidade da Flórida (UF). Uma análise dessas declarações também sugere diversas inconsistências dentro da história. Por exemplo, em algumas postagens Titor postula que o dinheiro é bastante usado e que as pessoas ainda têm cartões de crédito, apesar de sua outra afirmação de que o banco centralizado não mais existe (pensamento que provavelmente não excluiria a possibilidade da moeda particular estar sendo usada). Em outra publicação ele especulou que o atual dólar americano seria utilizável no seu tempo, mas isso só ocorreria após a reorganização do governo federal de acordo com a sua própria história, possivelmente fazendo com que a moeda seja menos valiosa.[23] Na maioria dos casos, ele afirma que teve sua educação básica na Universidade da Flórida, mas em outras postagens ele diz que foi escolarizado em casa.[24]

Outros problemas com a história incluem inconsistências relativas aos comentários de Titor. Sua primeira aparição parece ter ocorrido não em 2000, mas no verão boreal de 1998 através de duas mensagens de fax para um programa da rádio Art Bell, Coast to Coast AM. Quando ele começou a postar sua história online, o bug do milênio Y2K (1-1-2000) aconteceu, porém não trouxe quaisquer problemas. Ainda nas mensagens de 1998 para a rádio Art Bell ele disse, "Y2K é um desastre. Muitas pessoas congelam até a morte tentando ir a climas mais quentes. O governo tenta manter o poder instituindo a lei marshall [sic]..." [25]

Na história online ele afirmou que uma parte de sua missão era previnir a futura guerra mundial mudando a história. Ainda em outubro de 2000, um mês antes de ele começar a postar, ele apareceu numa sala de bate-papo IRC do Reino Unido. No chat, sua resposta à questão de Yariesa sobre ser possível ele mudar o futuro que ele estava prevendo foi a seguinte: "Já é tarde demais. Eu só desejo que as coisas não tenham que ocorrer da mesma maneira que elas ocorreram." [26]

Inquérito da história[editar | editar código-fonte]

O programa de TV italiano Voyager - Ai confini della conoscenza transmitiu uma investigação da história de John Titor em 19 de maio de 2008.[27] Mike Lynch, o detetive privado contratado para tal investigação, supôs que não existem traços de registros, nem no passado distante, de qualquer John Titor ou família Titor. Além disso, a John Titor Foundation não tinha escritório e seu endereço é uma caixa de correio alugada; sem fitas, gravações, ou evidência de algum Titor; e somente Larry Haber, um advogado e dono dos direitos comerciais que envolvem John Titor, confirmou sua existência. A conclusão de Lynch é de que John Titor pode ser John Rick Haber, um expert em computadores que é ou foi irmão de Larry Haber.

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

  • Em 2003, a John Titor Foundation publicou um livro, John Titor: A Time Traveler's Tale (ISBN 1-59196-436-9), que discutia suas afirmações; o livro está agora fora da imprensa.
  • Em 2004, Time Traveler Zero Zero, uma peça de teatro baseada na história de John Titor foi encenada nos Estados Unidos.
  • Em 2006, a "Teoria de Viagem no Tempo C204" foi o assunto da aplicação patente com o mesmo diagrama que delineou a história de John Titor.
  • A visual novel japonesa Steins;Gate, original de 2009, tem como um dos seus principais temas a história de John Titor. Refere-se a esse nome como um pseudônimo de uma personagem e inclui referências ao IBM 5100 e à CERN.

Referências

  1. [1]
  2. John Titor, Recap (em inglês).
  3. The Story of John Titor (em inglês)., desca até "IRC"
  4. Best Practices for Time Travelers (em inglês).
  5. John Titor - Time Traveler. Página visitada em 15 de Março de 2007.
  6. http://www.johntitor.com/
  7. John Titor, 2/2/01 10:09
  8. http://www.johntitor.com/
  9. a b John Titor, 2/27/01 17:25
  10. a b John Titor, 2/1/01 8:36
  11. John Titor, 11/7/00 21:23
  12. John Titor, 2/8/01 9:40
  13. A Black Hole Ate My Planet, menciona um artigo amplamente noticiado no The Sunday Times
  14. The ATS John Titor Project, Page 7 of 19 (2001-01-29). Página visitada em 2008-05-13.
  15. Na web, houve uma disputa sobre o fato de Titor estar se referindo especificamente ou não aos jogos de inverno. Veja, por exemplo, os comentários nessa postagem de blog
  16. John Titor: Hoax (2004-06-26). Página visitada em 2007-03-15.
  17. Time traveller most likely to be spotted in Rochester, IBM 5100 Engineer Bob Dubke on hidden features Rochester Magazine. Página visitada em 2007-03-15.
  18. News about the 5100 Computer (2005). Página visitada em March 15 2007.
  19. John Titor, 12/30/00 13:37
  20. The IBM Family of APL Systems, IBM Systems Journal (PDF) (1991). Página visitada em March 15 2007.
  21. John Titor's Story. Página visitada em 2007-03-15.
  22. TAN, What to ask next time, #14894
  23. Tackling John Titor, Time Traveller (2003-11-25). Página visitada em 2007-03-15.
  24. The ATS John Titor Project, Page 12 of 19 (2001-02-19). Página visitada em 2008-05-13.
  25. [2]
  26. [3]
  27. [4]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre John Titor