LimeWire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
LimeWire
Logo
LimeWire screen.png
LimeWire no Mac OS.
Desenvolvedor Lime Wire LLC
Versão estável 5.5.16 (1 de outubro de 2010; há 220 semanas e 1 dia)
Idioma(s) 31 idiomas
Sistema operacional Multiplataforma
Gênero(s) Compartilhamento de arquivos
Licença GNU GPL
Tamanho 28,7 MB
Página oficial Site oficial

LimeWire foi um programa de computador de compartilhamento de arquivos baseado na rede Gnutella. O programa também tem um suporte limitado a BitTorrent. Está disponível uma versão freeware e uma versão paga com mais recursos. É um software livre, distribuído sob a licença GNU GPL. Em 28 de Outubro de 2010, foi tirado do ar devido a uma liminar na justiça norte-americana, sob a acusação de violação de direitos autorais e ação criminosa por parte dos desenvolvedores do programa e de seus usuários.[1]

A linguagem de programação empregada no LimeWire é o Java, portanto o software torna-se capaz de funcionar em qualquer sistema operacional que possua uma "Máquina virtual Java" instalada. Para facilitar a instalação por parte de usuários leigos, os desenvolvedores criaram pacotes de instalação para Windows, Mac OS X e Linux. A versão para Windows do software, possui um instalador do Java que confere se o computador possui ou não a versão mais recente e descarrega-a se necessário.

Recursos[editar | editar código-fonte]

  • O LimeWire usa padrões de criptografia com algoritmos SHA-1 e Tiger Tree Hash para assegurar a validade do arquivo descarregado. Embora investigadores afirmem a existência de falhas no algoritmo SHA-1, o LimeWire não utiliza SHA-1 sozinho, portanto essas falhas são praticamente inofensivas.
  • Se usuário tiver o software iTunes instalado em seu computador, o LimeWire pode reproduzir as músicas baixadas directamente nele em vez do reprodutor de músicas incluído no LimeWire.
  • O LimeWire permite compartilhamento da sua biblioteca por DAAP (Digital Audio Access Protocol). Assim, quando o LimeWire estiver a processar alguns arquivos compartilhados, são detectados na rede DAAP local permitida, por exemplo iTunes.
  • Possui também a possibilidade de troca de aspecto (skins) por outras que podem ser baixadas na página oficial do programa ou feitas por usuários mais experientes.
  • Foi o primeiro software de compartilhamento de arquivos a suportar transferência de arquivos através de um firewall, recurso implantado a partir da versão 4.2, lançada em novembro de 2004.
  • LimeWire também inclui suporte a BitTorrent, mas é limitado a 3 downloads de torrents e 3 uploads de torrents.
  • A partir do LimeWire 5.0, foi introduzido um mensageiro instantâneo que usa o Protocolo Jabber.

Versões[editar | editar código-fonte]

A Lime Wire LLC, que desenvolveu o LimeWire, que distribuiu duas versões do programa: uma versão básica gratuita, e outra com mais funcionalidades, LimeWire PRO, vendida por US$21,95 com 6 meses de atualizações, e US$34,95 com 1 ano de atualizações[2] . Esta versão promete downloads mais rápidos e resultados de busca mais completos, além de uma interface padrão modificada.

Entre outras coisas, o LimeShop monitorizava compras on-line a fim de obter comissões à Lime Wire LLC. A desinstalação do LimeWire não removia o LimeShop. Com a remoção do software na versão 3.9.4[3] , de 20 de abril de 2004, as objecções foram terminadas.

Por ser um software de código aberto, o LimeWare deu origem a vários Forks, como o LionShare, um software experimental desenvoldido na Universidade Estadual da Pensilvânia, e o Acquisition, um cliente Gnutella baseado no Mac OS X. Pesquisadores da Universidade Cornell desenvolveram um addon chamado de Creedence, que permite usuários diferenciarem arquivos verdadeiros de suspeitos antes de baixá-los. Um relatório de 12 de outubro de 2005 declara que alguns dos contribuidores do código aberto do LimeWire ramifiram o projeto e chamaram o novo software de FrostWire.[4] Hoje, os desenvolvedores do LimeWare já criaram um sistema de segurança que consegue detectar a maioria dos vírus nos arquivos, mas com a chegada de programas mais completos de compartilhamento, o LimeWire perdeu grande parte do público ficando mais vulnerável a esses arquivos maliciosos.

Programas Similares[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons