Los abrazos rotos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Los abrazos rotos
Abraços Desfeitos (PT)
Abraços Partidos (BR)
Poster de lançamento
2009 • cor • 127 min 
Direção Pedro Almodóvar
Roteiro Pedro Almodóvar
Elenco Penélope Cruz
Blanca Portillo
Lluís Homar
Gênero noir
melodrama
País Flag of Spain.svg Espanha
Idioma Espanhol
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Los abrazos rotos (intitulado em Portugal "Abraços Desfeitos" e no Brasil "Abraços Partidos" ) é o título de um filme espanhol escrito e dirigido por Pedro Almodóvar e estreada em Espanha a 18 de março de 2009.[1]

A rodagem do filme, o décimo sétimo na filmografia do director manchego, começou em finais de maio e finalizou no início de setembro de 2008. É mais um longa-metragem da carreira de Almodóvar que marca a parceria com a atriz espanhola Penélope Cruz.[2] Inspirado na escuridão e numa foto de um casal que Almodóvar tirou na praia de El Golfo em Lanzarote em fins da década de 1990, o filme serve como homenagem ao processo de filmagem, ao cinema e a vários de seus gêneros. Existe um filme dentro de um filme, recurso que o diretor já utilizara em Mujeres al borde de un ataque de nervios de 1988. A narrativa aborda ainda temas diversos como voyeurismo, repressão psicológica, prostituição, morte, vingança, obsessão, doença e drogas.

Foi um dos filmes que abriram a fase competitiva do Festival de Cannes de 2009. No mesmo ano, foi indicado para melhor filme estrangeiro pela British Academy Film Awards e pelo Globo de Ouro.[3] .

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

"Harry Caine" é um escritor cego que é ajudado pela agente Judit e o filho adulto dela, Diego. Harry fica sabendo que o poderoso Ernesto Martel morreu ao mesmo tempo que recebe proposta para escrever um roteiro do jovem diretor iniciante Ray X. Harry e Judit percebem que Ray X é na verdade, Ernesto, Jr, filho de Ernesto Martel. Diego quer saber porque a mãe e Harry ficaram apreensivos com a visita de Ernesto Jr. Então, o escritor começa a contar fatos do passado (mostrados em flashback) que o envolve e a Judit com Martel e a antiga amante do milionário, Magdalena. Em 1994 Harry, que então enxergava e usava seu nome verdadeiro de Mateo Blanco, fora o diretor do filme Chicas y maletas produzido por Martel e protagonizado por Magdalena que morava com o milionário. Harry (Mateo) e Magdalena iniciaram um romance tórrido durante as filmagens, o que provocou a fúria vingativa do obcecado Ernesto que passa a perseguir o casal.

Prêmios e festivais[editar | editar código-fonte]

Pedro Almodóvar ao lado das atrizes Rossy de Palma e Penélope Cruz ao participarem do Festival de Cannes de 2009
Lista de prêmios e indicações
Prêmio Categoria Nome Resultado
British Academy Film Awards Prêmio BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro Agustín Almodóvar
Pedro Almodóvar
Indicado
Festival de Cannes Palma de Ouro Pedro Almodóvar Indicado
Cinema Writers Circle Awards Melhor atriz Penélope Cruz Indicado
Melhor fotografia Rodrigo Prieto Indicado
Melhor roteiro original Pedro Almodóvar Indicado
Melhor atriz coadjuvante Blanca Portillo Indicado
Critics' Choice Movie Awards Melhor filme estrangeiro Venceu
Dallas-Fort Worth Film Critics Association Awards Melhor filme estrangeiro Indicado
Prêmio do cinema europeu Melhor atriz Penélope Cruz Indicado
Melhor compositor Alberto Iglesias Venceu
Melhor diretor Pedro Almodóvar Indicado
Escolha popular para melhor filme Pedro Almodóvar Indicado
Globo de Ouro Melhor filme estrangeiro Indicado
Goya Awards Melhor atriz Indicado
Melhor figurino Sonia Grande Indicado
Melhor maquiagem e penteados Massimo Gattabrusi
Ana Lozano
Indicado
Melhor trilha sonora original Alberto Iglesias Venceu
Melhor roteiro original Pedro Almodóvar Indicado
Irish Film & Television Awards Melhor atriz internacional Penélope Cruz Indicado
New York Film Critics Circle Awards Melhor filme estrangeiro Indicado
Online Film Critics Society Awards Melhor filme estrangeiro Indicado
Phoenix Film Critics Society Awards Melhor filme estrangeiro Venceu
Satellite Awards Melhor filme estrangeiro Venceu
Melhor atriz Penélope Cruz Indicado
Associação de Críticos de Cinema da Argentina Melhor filme estrangeiro Pedro Almodóvar Indicado
Spanish Actors Union Awards Melhor Performance feminina Penélope Cruz Indicado
Melhor Performance Masculina Lluís Homar Indicado
Melhor Performance Feminina Coadjuvante Lola Dueñas Indicado
Melhor coadjuvante feminina Blanca Portillo Indicado
Melhor coadjuvante masculino José Luis Gómez Indicado
Festival Internacional de Cinema de São Paulo Melhor filme estrangeiro Pedro Almodóvar Venceu
Vancouver Film Critics Circle Awards Melhor Filme Estrangeiro Indicado
Washington D.C. Area Film Critics Association Awards Melhor filme estrangeiro Indicado

Referências

  1. ELMUNDO.es. 'Los abrazos rotos' se estrenará el 18 de marzo.
  2. ELPAÍS.com. Almodóvar concluye el rodaje de 'Los abrazos rotos' El País.
  3. Broken Embraces (2009) The New York Times. Visitado em 11 de fevereiro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]