Maria José de Bragança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria José de Bragança
Duquesa da Baviera
Período 29 de abril de 187411 de março de 1943
Cônjuge Carlos Teodoro da Baviera
Descendência
Sofia
Isabel
Maria Gabriela
Luís Guilherme
Francisco José
Pai Miguel I de Portugal
Mãe Adelaide de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg
Nascimento 19 de março de 1857
Bronnbach, Alemanha
Morte 11 de março de 1943 (85 anos)
Munique, Alemanha
Enterro Abadia de Tegernsee, Tegernsee, Baviera

Maria José Beatriz Joana Eulália Leopoldina Adelaide Isabel Carolina Micaela Rafaela Gabriela Francisca de Assis e de Paula Inês Sofia Joaquina Teresa Benedita Bernardina de Bragança (Bronnbach, 19 de março de 1857Viena, 11 de março de 1943) foi infanta de Portugal por nascimento e duquesa da Baviera pelo casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

Maria José era a quarta filha do rei Miguel I de Portugal e de Adelaide de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg, princesa de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg [1] . A infanta (assim como seus irmãos) nasceu no exílio na Alemanha pois, à época do casamento de seu pai, este já havia sido deposto e banido de Portugal, em decorrência das Guerras Liberais. Tinha entre seus familiares grande parte a realeza europeia, sendo seus avós paternos o rei dom João VI de Portugal e a infanta dona Carlota Joaquina da Espanha [1] . Foi sobrinha do imperador dom Pedro I do Brasil, prima-irmã do imperador dom Pedro II do Brasil e da rainha dona Maria II de Portugal.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Carlos Teodoro da Baviera e sua esposa, Maria José de Portugal, em 1914.

Casou-se em Kleinheubach, em 29 de abril de 1874, com o duque Carlos Teodoro da Baviera, filho do duque Maximiliano José da Baviera e da princesa Luísa Guilhermina da Baviera. Carlos Teodoro era irmão da imperatriz "Sissi" da Áustria, da rainha Maria Sofia das Duas Sicílias e de Sofia Carlota, duquesa d'Alençon.

Carlos Teodoro era viúvo da princesa Sofia da Saxônia, filha do rei João I da Saxônia, com quem teve uma filha, Maria Amélia. Apesar da grande diferença de idade entre os dois - Carlos era 18 anos mais velho que Maria José -, o casamento foi descrito como feliz. A infanta foi atraída pela personalidade carismática e, sobretudo, pela inteligência de seu marido, muito culto e refinado, além de talentoso músico [2] . Carlos nunca interessou-se por política, tendo dedicado toda sua vida à Medicina [2] . Oftalmologista renomado, fundou numerosas clínicas oftalmológicas (que ainda hoje levam seu nome), onde atendia gratuitamente pessoas de todas as classes [2] [3] .

Maria José trouxe à sua nova família toda a espontaneidade e o calor típico das pessoas do sul. Com seu tato inato, ela foi capaz de compreender a mentalidade dos membros da família do marido, ao mesmo tempo românticos e excêntricos.

Profundamente religiosa, supervisionou severamente a educação das filhas, tentando incutir nelas um forte sentido do dever e respeito às tradições e convenções sociais. Com os filhos varões ela foi mais branda.

Morte[editar | editar código-fonte]

Maria José morreu em 11 de março de 1943, aos 85 anos de idade. Uma concessão especial de Adolf Hitler permitiu que a infanta passasse seu último ano de vida em Possenhofen, berço da família de seu marido [4] . Seu corpo foi sepultado na cripta da St. Quirinuskirche, em Tegernsee [5] .

Descendência[editar | editar código-fonte]

Nome Nascimento Morte Notas
Sofia Adelaide 22 de fevereiro de 1875 4 de setembro de 1957 casou com o conde Hans Veit zu Toerring-Jettenbach.
Isabel 25 de julho de 1876 23 de novembro de 1965 casou-se com Alberto I da Bélgica.
Maria Gabriela 9 de outubro de 1878 24 de outubro de 1912 casou com Rudolfo, príncipe herdeiro da Baviera.
Luís Guilherme 17 de janeiro de 1884 5 de novembro de 1968 casou com Leonor, princesa de Sayn-Wittgenstein-Berleburg.
Francisco José 23 de março de 1888 23 de setembro de 1912 não casou.
Realeza Portuguesa
Casa de Bragança
Descendência
Duchy of Braganza (1640-1910).png

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Maria Josepha de Bragança, Infanta de Portugal Darryl Lundy, 2003
  2. a b c Sexau, Richard. Fürst und Arzt, Dr. med. Herzog Carl Theodor in Bayern: Shicksal zwischen Wittelsbach und Habsburg. Graz: Verlag Styria, 1963.
  3. Trevor-Roper, Patrick Dacre. "The Royal Oculist". British Journal of Ophthalmology 43 (1959): 1-2.
  4. Silvio Bertoldi, L'ultimo re l'ultima regina. Milano, Rizzoli, 1992. ISBN 88-17-84197-8
  5. Tegernsee - Familiengruft in the Kirche St. Quirinus

Nota[editar | editar código-fonte]