Mark 22

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Mark 22 foi o primeiro dispositivo nuclear desenhado pela University of California Radiation Lab em Livermore, foi o dispositivo "Morgenstern" que foi testado como o Castle Koon na Operação Castle. O Morgenstern foi o protótipo de uma bomba projetada, a TX-22. O Morgenstern falhou em alcançar o seu rendimento previsto devido ao aquecimento prematuro do secundário devido a exposição a nêutrons. Como o outro teste planejado, o UCRL, para a Operação Castelo tinha a mesma falha básica, o teste foi cancelado; esse dispositivo tinha o codenome "Ramrod" e usava combustível líquido. Depois de um mês da falha do Morgenstern, a TX-22 foi cancelada porque a AEC percebeu que não havia nada que salvasse o desenho.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Hansen, Chuck. U.S. Nuclear Weapons. Arlington, Texas, Areofax, Inc., 1988. ISBN 0-517-56740-7.
  • Hansen, Chuck, "Swords of Armageddon," Sunnyvale, CA, Chucklea Publications, 1995.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.