Morte por mil cortes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde outubro de 2013).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Execução de Joseph Marchand, Vietnam, 1835.

A morte por mil cortes é um método de execução no qual o réu julgado culpado sofre mutilação por grande quantidade de cortes em áreas específicas do seu corpo com uma faca especial. Esta técnica foi muito usada no Japão, em tempos de guerra interna e nas guerras mundiais, quando espiões eram descobertos tinham de ter uma morte dolorosa, e essa era uma ótima forma de fazer isto. Para isso, homens treinados usavam facas afiadas em concreto misturados a diamantes, o material básico para a produção da lâmina era cerâmica (resistente). No momento da morte o condenado era amarrado horizontalmente, ou disposto a lutar contra o seu matador, porém não tinha chances, pois cada um dos mil cortes era certeiro, de forma que cada um dos golpes desferidos debilitasse parte do corpo do adversário, por fim, o condenado não tinha como andar, pois, normalmente, músculos, nervos e vasos sanguíneos eram danificados. Para o milésimo corte o assassino escolhia um lugar fatal a mostra, onde desferia o seu último corte, normalmente na garganta, e deixava o condenado morrer sentindo as dores, que por serem bem calculados causavam uma imensa dor. Normalmente sangravam até morrer ou até os seus orgaos vitais parasem de funcionar.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.