Empalamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Xilogravura representando Vlad III o Empalador durante um empalamento em massa.

Empalamento ou empalação1 é uma método de tortura e execução utilizada no passado que consistia na inserção de uma estaca pelo ânus, vagina, ou umbigo até a morte do torturado.2 Algumas vezes deixava-se um carvão em brasa na ponta da estaca para que quando esta atingisse a boca do supliciado este não morresse, até algumas horas depois, de hemorragia. Usava-se também cravar a estaca no abdômen.

Esse tipo de tortura, altamente cruel, foi vastamente utilizada por diversas civilizações no mundo inteiro, sobretudo da Arábia e Europa. Os assírios, conhecidos por inventarem diversos métodos de tortura dos mais cruéis, séculos antes de Cristo, empalavam prisioneiros de guerra, bem como civis que cometiam certos crimes. Diz a lenda que o monarca assírio Assurbanípal apreciava assistir a sessões de empalamento, enquanto fazia suas refeições.

O método foi muito utilizado pelo conde romeno Vlad da Valáquia3 , que ganhou fama por empalar seus inimigos, e ficou conhecido pelo titulo o Empalador (Vlad III, o Empalador) ou, em romeno, Vlad Ţepeş. Vlad, que também parecia apreciar as empalações em seus horários de refeições, inspirou Bram Stoker para seu notório livro Drácula.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.