Nişantaşı

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Turquia Nişantaşı  
—  Bairro (semt ou mahallele)  —
Decorações de Natal em Nişantaşı em 2010
Decorações de Natal em Nişantaşı em 2010
Nişantaşı está localizado em: Istambul
Nişantaşı
Localização de Nişantaşı em Istambul
41° 3' 6" N 28° 59' 29" E
Cidade Istambul
Distrito Şişli
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nişantaşı

Nişantaşı é um bairro (semt) da parte europeia de Istambul, Turquia, que faz parte do distrito de Şişli. Dele fazem parte bairros menores (mahalle) como Teşvikiye, Osmanbey, Maçka e Pangaltı. É uma zona residencial elegante, com muitas lojas de marcas internacionais, cafés, bares e restaurantes muito populares, com intensa vida noturna. Uma das suas avenidas, a Abdi İpekçi, que se estende desde Maçka e Teşvikiye até ao centro de Nişantaşı, é usualmente apontada como a a mais cara da Turquia em termos de preços de rendas.

É um bairro onde vivem muitas figuras do jet set da Turquia e muitos artistas e intelectuais de vulto, como por exemplo o Nobel de Literatura Orhan Pamuk (Nişantaşı é cenário de muitas partes de alguns dos seus romances).

História[editar | editar código-fonte]

Nişantaşı foi fundada pelo sultão Abd-ul-Medjid I em meados do século XIX, que para definir os limites do bairro mandou erigir dois obeliscos em cada uma das suas extremidades. Para encorajar os cidadãos de Istambul a instalarem-se no novo bairro, mandou construir o edifício neoclássico da esquadra de polícia e a mesquita neobarroca de Teşvikiye ("teşvikiye" significa "encorajamento" em turco).

A tradução literal de "nişantaşı" é "alvo de pedra", uma referência ao uso da área antes de se decidir criar o bairro: era ali que os soldados otomanos praticavam tiro ao alvo disparando contra pedras. Algumas dessas pedras, com a forma de pequenos obelicos e com inscrições otomanas, ainda podem ser encontradas nos pavimentos de Nişantaşı.

A seguir às Guerras dos Balcãs de 1912-1913, muitos turcos de Salónica estabeleceram-se em Nişantaşı. Uma dessas famílias foi a do famoso poeta turco Nazım Hikmet. Além dos turcos, o bairro tinha então muitos gregos, arménios e levantinos (europeus ocidentais estabelecidos na Turquia em alguns casos desde a Idade Média).

Um dos edifícios históricos do bairro, atualmente uma escola secundária técnica, foi construído por italianos durante a ocupação de Istambul a seguir à Primeira Guerra Mundial.

Notas[editar | editar código-fonte]