Ortaköy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Turquia Ortaköy  
—  Bairro (semt ou mahallele)  —
A margem do Bósforo junto à Mesquita de Ortaköy, com a Ponte do Bósforo em segundo plano
A margem do Bósforo junto à Mesquita de Ortaköy, com a Ponte do Bósforo em segundo plano
Ortaköy está localizado em: Istambul
Ortaköy
Localização de Ortaköy em Istambul
41° 2' 53" N 29° 1' 25" E
Cidade Istambul
Distrito Beşiktaş
População (2009)[1]
 - Total 5 680

Ortaköy (literalmente "aldeia do meio") é um bairro do distrito de Beşiktaş da cidade de Istambul, Turquia, localizado sensivelmente a meio da margem europeia (ocidental) do estreito do Bósforo.

Durante a era otomana e durante as primeiras décadas da República da Turquia, Ortaköy foi uma área muito cosmopolita, onde habitavam, além de turcos, muitos gregos, arménios e judeus, o que é patente nas diversas estruturas religiosas ainda existentes, quer muçulmanas, quer judias, quer cristãs, tanto ortodoxas como de outras igrejas. Atualmente é uma zona muito popular entre os locais e os turistas, que enchem os inúmeros cafés, bares, restaurantes, galerias de arte e discotecas que existem na área.

Um dos edifícios mais emblemáticos do bairro é a mesquita neobarroca de Ortaköy, situada à beira do Bósforo. Outra construção famosa da zona é a Ponte do Bósforo, cujo pilar ocidental se situa em Ortaköy.

Em Ortaköy ou nas suas proximidades encontram-se algumas escolas de grande prestígio, como sejam o Liceu de Kabataş (em turco: Kabataş Erkek Lisesi), fundado em 1908 pelo sultão Abd-ul-Hamid II, e a Universidade de Galatasaray, fundada em 1992, uma universidade francófona derivada do famoso Liceu de Galatasaray (Galatasaray Lisesi).

O principal clube desportivo do bairro é o Ortaköy Spor Kulübü.

História[editar | editar código-fonte]

Apesar de relativamente distante do centro da Constantinopla bizantina, Ortaköy teve um papel importante no dia-a-dia da cidade tanto na era bizantina como durante o período otomano. No século XVI, o sultão Solimão, o Magnífico incentivou os turcos a viverem para a zona, até então povoada essencialmente por não turcos. Um dos edifícios mais antigos da área é um hamam (balneário) construído em 1556, da autoria do famoso arquiteto imperial Mimar Sinan.

Em 1871 o sultão Abd-ul-Aziz mandou construir o Palácio de Çırağan em Ortaköy, que habitou durante algum tempo e que depois se tornou o parlamento otomano. O palácio foi severamente danificado em 1910 por um incêndio, tendo sido restaurado na década de 1980. Atualmente é um dos hotéis mais luxuosos de Istambul, o Çırağan Palace Kempinski.

Grande parte da população não turca, outrora muito numerosa, praticamente desapareceu do do bairro. Após a criação do estado de Israel, o número de judeus decresceu rapidamente. Os motins de 1955, um episódio que ficou conhecido como o Pogrom de Istambul, provocou o abandono da maior parte das minorias étnicas de Ortaköy, nomeadamente os gregos e arménios. Atualmente há muito poucos residentes não muçulmanos no bairro.

Notas e fontes

  1. Nüfus Durumu (População) (em turco). www.besiktas.gov.tr. Governo civil de Beşiktaş. Página visitada em 16 de agosto de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ortaköy