Ogg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de OGG)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Merge-arrow 2.svg
Este artigo ou secção deverá ser fundido com Vorbis. (desde dezembro de 2011)
Se discorda, discuta sobre esta fusão aqui.
Ogg
VLC ogg.png
Extensão do arquivo .ogv, .oga, .ogx, .ogg
Desenvolvido por Xiph.Org Foundation
Arquivador de Vorbis, Theora, Speex, CELT, FLAC, Dirac e outros.

Ogg é um formato livre de encapsulamento de multimédia ou arquivo recipiente orientado a stream que é muito utilizado na internet através de rádios ao vivo e carregamentos de vídeos em que não precisa ter todo o video baixado para começar a vê-lo. Em outras palavras ele pode ser lido e escrito numa mesma etapa, sem precisar armazenar todo ou grande parte do fluxo de dados antes. Essa característica é um requisito natural para streaming e processamento em pipelines.

Criado e especificado originalmente pela Xiph.org, ele recebeu algumas extensões não-oficiais de Tobias Waldvogel gerando assim o confuso termo OGM. Mais tarde as ideias de Tobias foram aproveitadas pela Xiph.org.

Ele pode encapsular qualquer tipo e número de fluxos de dados diferentes, sem se limitar a áudio ou vídeo. Alguns dos codecs utilizados nessas streams individuais são:

  • Áudio
  • Texto
    • Kate - legendas, títulos e karaokê
    • Writ - legendas e títulos
  • Vídeo
    • OGM - formato de encapsulamento de vídeo em estrutura AVI (codifica geralmente DivX, mas comporta outros com suporte a AVI) com som comprimido em Ogg Vorbis. Pode conter até 2 faixas de áudio e 9 legendas opcionais (só aparece se seleccionado - parecido com funcionamento do DVD e MicroDVD) e capítulos
    • Dirac - Desenvolvido pela BBC
    • Theora - Baseado no formato VP3 que possui a extensão de arquivo .ogv, adaptado para o formato Ogg Theora (vídeo streaming/internet/televisão na internet) possui a extensão do arquivo .ogg.
    • Tarkin - codec experimental

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

Segundo seus criadores, Ogg vem de ogging, jargão do game Netrek, que passou a significar fazer algo sem levar em conta a possibilidade de esgotar os recursos.[1]

O projeto foi iniciado em 1994 e tinha o nome de Squish. Mas, como esse nome já estava registrado por outra empresa, foi rebatizado de OggSquish, nome que subsistiu até 2001, quando foi modificado para Ogg. O projeto Ogg foi considerado inicialmente como muito ambicioso, diante da capacidade dos computadores naquela época.

Ogg passou então a designar o formato de arquivo, que agora é parte do projeto multimídia da Xiph.org. [2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ogg

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. http://xiph.org/xiphname
  2. http://web.archive.org/web/20010222120446/info.astrian.net/jargon/terms/o/ogg.html
Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.